quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Projeto Maria Marias oferta capacitação para internas do Instituto Penal Feminino



O lançamento acontece nesta quinta-feira (26), às 09 horas, no Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa. Serão 1.030 vagas para cursos e oficinas.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Justiça (Sejus), em parceria com o Governo Federal, lança nesta quinta-feira (26), às 09 horas, no Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa, o projeto Maria Marias. A ação prevê a oferta de 900 vagas em cursos de capacitação profissional e 130 vagas em oficinas de cultura, para internas do Instituto. A Coordenadoria de Inclusão Social do Preso e do Egresso (Cispe) da Sejus oferecerá as vagas de capacitação profissional e ainda 25 cursos de integração social.

Para a implantação do projeto, duas salas de aula foram construídas na unidade, localizada em Aquiraz, e estas contarão com quatro cursos simultâneos nos turnos da manhã e tarde. "O projeto Maria Marias trabalha no potencial do próprio Auri Moura Costa, uma unidade modelo em oportunidades de ressocialização. Ali todas as internas terão oportunidades de estar envolvidas em atividades, consolidando as políticas públicas de inserção, justiça e amparo social", aponta a secretária da Justiça e Cidadania do Estado, Mariana Lobo.

Nas áreas de formação profissionalizante estão incluídos os cursos de construção civil, corte e costura, artesanato, informática, jardinagem, cabeleireira, depiladora, manicure, culinária e cumim. Já os cursos de integração social serão voltados para a dança de salão, coral, ginástica e teatro. As primeiras 70 internas participantes já iniciaram as aulas de informática, customização de chinelos, corte e costura e bordados em crochê.

A capacitação deve ocorrer em um ano, com o objetivo de ampliar o conceito de ressocialização focado no trabalho, no empreendedorismo e no fortalecimento do vínculo familiar, minimizando os efeitos do encarceramento e resgatando o potencial da mulher na sua condição de mãe, trabalhadora, empreendedora, administradora do lar, companheira e cidadã de direitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bom dia

Militares aceitam proposta encaminhada por comissão e decidem encerrar paralisação  ...