sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Fichas sujas divulgada pela ONG Transparência Brasil.

Os deputados Manoel Salviano (PSD) e Arnon Bezerra (PTB) estão na lista de 11 dos 22 deputados federais do Ceará que respondem a processos judiciais ou em tribunais de contas, ou seja, 50% da atual bancada cearense na Câmara Federal é considerada ficha suja. A informação foi repassada pela ONG Transparência. 

Manoel Salviano é foi responsabilizado por irregularidades em contas referentes a uma obra e teve o nome incluído cadastro de responsáveis com contas julgadas irregulares do TCU. O deputado do PSD também foi multado por contratações irregulares de servidores públicos quando prefeito de Juazeiro do Norte em 1993. Arnon Bezerra é alvo de inquérito que apura crime eleitoral de aliciamento de eleitores e Gorete Pereira é alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo MPF.

A maioria segundo a ONG é do PMDB. São eles: Danilo Forte, Genecias Noronha e Mario Feitoza . Eles respondem processos referentes à lavagem de dinheiro, ocultação de bens, crime eleitoral e contas irregulares.

Os deputados Antônio Balhmann e Ariosto Holanda pertencem ao PSB e são da base do governador Cid Gomes. Consta contra Balhmann processos de improbidade administrativa, irregularidades em prestação de contas e ação de execução fiscal movida pelo Estado do Ceará. Já Ariosto Holanda responde por irregularidades na prestação de contas da Secretaria da Indústria e Comércio referente ao exercício de 1989.

O PT possui um deputado na lista: José Airton, cujo processo é referente à improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal. Integram ainda lista os deputados Gorete Pereira (PR) e Raimundo Gomes de Matos (PSDB).


Fonte: ONG Transparência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bom dia

Militares aceitam proposta encaminhada por comissão e decidem encerrar paralisação  ...