quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Editorial do Estadão

Linha vermelha

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, tem de ser demitido. Sua errática gestão já seria razão suficiente, mas ele foi além e classificou como 'infâmia' a proclamação da República

Notas & Informações, O Estado de S.Paulo
19 de novembro de 2019 | 03h00
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, tem de ser demitido imediatamente. Sua errática gestão – se assim pode ser chamada – à frente de um dos mais importantes Ministérios já seria razão suficiente para sua substituição por quadros mais qualificados, e estes não faltam no País. Mas há outra razão, muito mais séria, que torna a sua permanência no cargo uma indignidade.
Não é de hoje que o ministro se porta em desacordo com a decência que deve pautar a conduta de um servidor do primeiro escalão da República. Abraham Weintraub já veio a público exibir cicatrizes para justificar seu baixo rendimento acadêmico e já dançou segurando um guarda-chuva para fazer troça de cidadãos críticos às suas políticas para a área de educação. Também já são bastante conhecidas as suas discussões infantis no Twitter. Mas até para os padrões do bolsonarismo – que estabeleceu novo patamar de insalubridade nas redes sociais – o ministro cruzou a linha vermelha.
No feriado da República, Abraham Weintraub postou-se a defender a monarquia na rede social. A Constituição não o proíbe de ter a opinião que for sobre as formas de governo. Em se tratando de um ministro de Estado, no entanto, manifestar predileção pela monarquia é, no mínimo, uma conduta inapropriada. Mas Weintraub foi além. Acometido por algo próximo de um “surto antirrepublicano”, o ministro da Educação classificou como “infâmia” a proclamação de 15 de Novembro de 1889 e passou a desfiar uma série de aleivosias contra personagens da história brasileira ligadas ao movimento republicano.
Uma pessoa que acompanha as postagens do ministro no Twitter respondeu que “se voltarmos à monarquia, certamente você (o ministro Abraham Weintraub) será nomeado o bobo da corte”. “Uma pena. Eu prefiro cuidar dos estábulos. Ficaria mais perto da égua sarnenta e desdentada da sua mãe”, retrucou o ministro da Educação. Diante da agressividade da resposta do ministro, outro cidadão, em tom jocoso, disse “ter encontrado o seu bom senso na rua, que mandou-lhe lembranças”. Mais uma vez, o ministro desceu ao rés do chão: “Quem (sic) bom. Agora continue procurando o seu pai”. Não são palavras que se supõe proferidas por um ministro de Estado, mas por um grosseirão.
É admissível que o ministro da Educação pudesse ter usado um canal público de comunicação, como hoje é o Twitter, em especial para este governo, para estabelecer um debate com a sociedade sobre os desafios que o regime republicano certamente tem de enfrentar passados 130 anos de sua vigência no País. Mas, para tanto, o ministro teria de ser outra pessoa.
Abraham Weintraub achou por bem classificar o marechal Deodoro da Fonseca como um “traidor” da Pátria e compará-lo ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Diante de uma estultice dessa natureza, na melhor hipótese, o ministro da Educação está absolutamente desinformado. Na pior, trata-se de alguém que se move por ressentimento, revanchismo e má-fé. Seja como for, a sua permanência à frente do Ministério da Educação é um enorme desserviço ao País.
Especula-se que Abraham Weintraub tenha sido escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para substituir o ex-ministro Ricardo Vélez Rodríguez justamente para adotar esse comportamento, digamos, mais “combativo” à frente do Ministério da Educação. A ser verdade, esse modo de proceder do ministro pode muito bem ser mais uma fagulha a manter acesa a chama da militância bolsonarista nas redes sociais, mas chegará o momento em que o presidente da República precisará de uma rede de apoio muito mais ampla do que as chamadas “milícias virtuais”. Não será mantendo no cargo um ministro que avilta as tradições do Exército brasileiro e as mais comezinhas regras de conduta social que Jair Bolsonaro atingirá o objetivo.
Os brasileiros de bom senso, independentemente de suas predileções políticas, hão de estar estarrecidos com a mais recente explosão do ministro da Educação. Se ainda assim Abraham Weintraub não for substituído, o que mais pode vir?

No palco de Barcelona

Juazeiro do Norte ganha espaço em evento mundial de Smart City, na Espanha

Juazeiro do Norte, conveniado ao programa global City Possible, da Mastercard, está em evidência no Smart City Expo World Congress 2019 - SCEWC, que acontece em Barcelona, Espanha.
Representado pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedeci), Michel Araújo, o Município foi o único do Brasil com espaço em painel de apresentação em inglês, ao lado de grandes cidades mundiais como Chicago, Los Angeles, New York e Medellin, nessa terça-feira, 19.
Numa parceria exclusiva com a SCEWC, a Mastercard mostra como vem tornando as cidades mais inclusivas e sustentáveis, através da potência da colaboração.
City Possible é uma rede colaborativa, com mais de 40 metrópoles do mundo, voltada ao compartilhamento de soluções inovadoras para os desafios urbanos mais urgentes. Facilita o engajamento entre os setores público, privado e renomadas instituições acadêmicas, como a Universidade de Harvard. Juazeiro do Norte se juntou à rede, oficialmente, no mês passado.
No stand City Possible, a palestra do Secretário de Juazeiro do Norte destacou a criação da primeira Lei Municipal de Inovação do Brasil, com Plano Diretor para Cidades Inteligentes, que tem o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos cidadãos, garantindo que eles sejam beneficiados pela tecnologia. 
Nesse sentido, Michel Araújo enfatizou o apoio irrestrito do Prefeito Arnon Bezerra e falou sobre o convênio firmado com a plataforma Bright Cities.
"Mais de 160 indicadores da cidade já foram analisados, assim como foram identificadas quais áreas precisam ser melhoradas. Após esse diagnóstico, foi desenvolvido um RoadMap de soluções tecnológicas, capazes de ajudar na melhoria dos serviços públicos de Juazeiro do Norte. Uma das iniciativas em andamento é um aplicativo que reunirá todos os serviços oferecidos à população em um só lugar. A ferramenta também viabilizará o uso de um cartão Mastercard para pagamento de impostos municipais e transporte público", explicou.

Ao vivo


A missa do dia 20, com transmiao ao vivo da TV Padre Cicero, em canal aberto para o Cariri, par uma rede de emissoras católicas e pela internet para o mundo.

Todo mundo tem diabetes. E cada um tem sua receita.


Estou com pré-diabetes. Consigo reverter problema só mudando a alimentação?
Daniel Navas
Colaboração para o VivaBem
19/11/2019 04h00
Sim. Além de adotar uma alimentação saudável, a prática regular de exercícios físicos, assim como parar de fumar e reduzir o consumo de álcool, também ajuda a reverter o quadro de pré-diabetes. No caso do cardápio, em específico, o que acontece é que, quando a pessoa consome algum alimento, o corpo passa a produzir insulina, hormônio que normalmente possui seus níveis aumentados em quem corre o risco de desenvolver o diabetes tipo 2. Então, se a alimentação continuar nada saudável, ou seja, pobre em fibras e rica em gordura saturada e em carboidratos mais simples, em especial os açúcares, isso favorecerá o ganho de peso, o que fará com que a insulina pare de funcionar de forma adequada. Com o tempo, o organismo passará a ficar resistente a esse hormônio, e o pré-diabetes não conseguirá ser revertido, desencadeando o diabetes tipo 2.
Portanto, o primeiro passo é modificar a rotina alimentar. Algumas dicas são:
  • Reduzir o consumo de carne vermelha e de alimentos de origem animal ricos em gordura;
  • Aumentar o consumo de oleaginosas, como castanhas e nozes;
  • Aumentar a ingestão de alimentos ricos em água e fibras;
  • Garantir o consumo de frutas e vegetais todos os dias;
  • Diminuir ou abolir o consumo de açúcar. Isso inclui doces, bebidas industrializadas, refrigerantes etc. Caso seja muito difícil largar os doces, a dica é escolher opções a base de frutas e controlar a quantidade para evitar descontrole da glicemia.
Para entender melhor, o pré-diabetes é um estado em que o nível de glicose já está alterado, mas ainda não preenche os critérios para o diabetes tipo 2. No exame de sangue, essa fase da doença é caracterizada com a glicose acima de 100 até 125 mg/dL, em jejum. Já no teste de tolerância oral, o nível varia entre 140 e 199 mg/dl de glicose, ou também no teste de hemoglobina glicada, que os valores para pré-diabetes encontram-se entre 5,7% e 6,4%.
E como dito, não é somente a mudança no cardápio que pode ajudar a evitar a doença. Se o paciente incluir no pacote a prática regular de alguma atividade física, isso ajudará na redução de peso, fazendo com que as chances de desenvolver diabetes tipo 2 diminuem em 60% —foi o que apontou um grande estudo chamado DPP (Diabetes Prevention Program). O treinamento esportivo ajuda de várias maneiras. Uma delas é promovendo a redução de massa gorda, o que contribui no melhor trabalho da insulina dentro do organismo. O ideal é acumular, no mínimo, 150 minutos de atividade física na semana.
Eliminar o tabagismo também pode trazer uma melhora na saúde como um todo, já que o hábito de fumar aumenta a produção de radicais livres no corpo, que é um dos mecanismos por trás do desenvolvimento de algumas doenças, como o diabetes tipo 2. Já o consumo exagerado de álcool pode favorecer o ganho de peso, que está associado ao desenvolvimento da resistência ao hormônio. O uso de medicamentos, como a metformina, também pode ser indicado pelo médico responsável pelo tratamento. O remédio é eficaz em reduzir até 30% da progressão do pré-diabetes, o que é menos do que a dieta e o exercício físico. Portanto, as mudanças nos hábitos de vida são de extrema importância para reverter o problema e evitar que o diabetes tipo 2 se desenvolva.

Missa do dia 20

Logo mais a TV Padre Cícero, de Juazeiro do Norte estará transmitindo para o Brasil e para o mundo a missa do dia 20, celebrada mensalmente no pátio da Capela do Socorro onde os restos mortais do santio Padre Cícero estão sepultados. As seis da manhã..

O novo PGJ do Ceará

Eleição da lista tríplice para PGJ será dia 6 de dezembro

No dia 6 de dezembro, das 8h às 17h, todos os membros do Ministério Público do Ceará (MPCE) estarão mobilizados para votar na eleição que formará a lista tríplice para nomeação do procurador-geral de Justiça do biênio 2020-2021. Os candidatos são, em ordem alfabética, o promotor de Justiça Manuel Pinheiro Freitas, o procurador de Justiça Miguel Ângelo de Carvalho Pinheiro, o promotor de Justiça Nestor Rocha Cabral e a procuradora de Justiça Vanja Fontenele Pontes.

No mesmo dia, também ocorrerá a eleição para sete membros do Conselho Superior do Ministério Público (CSMP), a qual concorrem: Alcides Jorge Evangelista Ferreira, Ângela Maria Góis Do Amaral Albuquerque Leite, Joísa Maria Bezerra Oliveira Carvalho, Luzanira Maria Formiga, Maria De Fátima Pereira Valente, Maria do Socorro Brito Guimarães, Nádia Costa Maia e Vera Lúcia de Carvalho Brandão.

As candidaturas deferidas foram publicadas no Diário Oficial do MPCE no dia 14 de novembro, nos Editais Nº 001 e 002/2019. Os eleitores poderão escolher até três candidatos na eleição para PGJ e sete candidatos na escolha dos membros do CSMP. A Comissão apuradora e organizadora dos dois pleitos é composta pelo procurador de Justiça José Maurício Carneiro, presidente da Comissão, e as procuradoras de Justiça Maria Neves Feitosa Campos e Águeda Maria Nogueira de Brito. A votação presencial acontecerá através de urna eletrônica na sede da Procuradoria Geral de Justiça.

É facultado voto através de cédula aos membros das Comarcas do interior do Estado e aqueles que, a serviço da Instituição ou no gozo de direitos, estejam ausentes da Capital, do Estado ou da Comarca onde exerçam as suas atribuições.  Os membros do MP que optarem pelo voto via postal deverão seguir as orientações enviadas ao e-mail institucional.

Tocar piano pra poder votar

TRE-CE amplia atendimento para eleitores do Mutirão

WhatsApp Image 2019-11-19 at 15.28.55.jpeg
O Mutirão da Biometria, que está na sua segunda semana, segue a atrair um grande número de eleitores que ainda não realizaram o cadastramento biométrico.
Considerando essa intensa procura, nesta terça-feira, 19/11, o TRE ampliou o atendimento para oito mil eleitores por dia. Serão distribuídas senhas para limitar o acesso até esse quantitativo.
A partir de amanhã, 20/11, o TRE acomodará cinco mil pessoas nas cadeiras dos salões climatizados e distribuirá três mil senhas aos que forem chegando ou já estiverem aguardando na fila externa, totalizando 8 mil atendimentos.
Na primeira semana, foram registrados 30.813 atendimentos em 120 guichês disponíveis no local. Dos cerca de 1.802.359 eleitores de Fortaleza, 1.302.494 já fizeram a biometria, enquanto 499.865 ainda não compareceram à revisão.
Prazos
O mutirão funcionará até o dia 29/11, fim do prazo da revisão biométrica em Fortaleza, com horário de atendimento das 8h às 17h, nos dias úteis, e no sábado (23/11) e domingo (24/11), das 8h ao meio-dia, horário limitado à capacidade de atendimento.
É importante lembrar que para realizar o cadastramento, o eleitor precisa apresentar um comprovante de residência atualizado e um documento de identificação com foto, como Identidade, CNH, Carteira de Trabalho ou Passaporte.
ServiçosAlém da biometria, outros serviços são prestados por instituições públicas, por meio de parceria firmada pela Ouvidoria do TRE-CE. São eles:
- Unidade Móvel da Mulher: Rodada de Conversa sobre Feminicídio, Violência Urbana e Lei Maria da Penha, Educação em Direitos Humanos e Atendimento psicossocial e orientação jurídica ao cidadão. - SEDET - SINE/IDT: Verificação de Vagas de Emprego e Cadastro do Trabalhador.
- Secretaria Municipal da Saúde: Aferição Pressão Arterial; Orientação Sexual; Distribuição de Preservativos.
- Proteção Social (Básica): Circo Escola Palmeiras; Oficina Dança Circulares e Roda de Conversa: "Quedas na 3° Idade".
- Proteção Básica (Inclusão Social): Corte Cabelo; Massoterapia e Maquiagem.
- Superintendência do trabalho - SRTE: Cadastro do Seguro digital e Cadastro da CTPS Digital.
- Caminhão do Cidadão: Atendimento 1° e 2° Via RG; Emissão 1° CPF; Atualização cadastral junto Receita Federal; Impressão do Certificado de Antecedentes Criminais; Emissão de taxas do DETRAN; Atualização cadastral do motorista junto ao Detran e Impressão da Declaração do NIS.
- Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social - SDHDS: Cadastro Único - NIS.
- AMC: Cartão do Idoso e Cartão da pessoa com deficiência.

Editorial do Estadão

Linha vermelha O ministro da Educação, Abraham Weintraub, tem de ser demitido. Sua errática gestão já seria razão suficiente, ma...