quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Transito educado? Quem diria!

Evento debate a importância da educação no trânsito para a formação de condutores

Evento debate a importância da educação no trânsito para a formação de condutores


A importância da educação para o trânsito foi tema central do debate realizado na Semana Nacional do Trânsito 2019. O evento, realizado pelo Sindicato dos Centros de Formação de Condutores de Veículos do Estado do Ceará (SINDCFCS-CE), aconteceu nesta quarta-feira, 18, e contou com a participação de proprietários de Centros De Formação de Condutores (CFC’s) do Ceará e do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE).
O presidente do SINDCFCS-CE, José Eliardo Martins, abriu sua fala agradecendo o apoio sempre recebido pela Fecomércio Ceará. De acordo com ele, um dos objetivos do Sindicato foi sempre o de lutar pela qualidade do serviço oferecido nas autoescolas do Estado, incluindo uma boa educação para o trânsito.
José Eliardo reiterou a necessidade dos educadores de trânsito em unir forças e defender o seu papel como formadores de novos condutores conscientes no trânsito. Ele também lamentou a tramitação do Projeto de Lei 3781/19 que retira a obrigatoriedade do CFC na formação de condutores.
De acordo com Alisson Maia, diretor jurídico do SINDCFCS-CE, de janeiro a junho de 2019, ocorreu mais de 19 mil mortes no trânsito brasileiro e 77% das vítimas eram motociclistas. Ele disse ainda que a Resolução 778, recentemente em vigor, retira a obrigatoriedade da educação para o trânsito aos que querem obter habilitação para as chamadas “cinquentinhas”.
“Retirar o acesso à educação é preocupante, principalmente no Brasil, o 5º País que mais mata no trânsito”, lamentou. Ele destacou ainda que os CFC’s são os responsáveis exclusivamente pela educação no trânsito, tendo a responsabilidade de proporcionar excelência na instrução da legislação vigente e todas as técnicas de conduta para veículos ciclomotores e automotores.
No Ceará, existem cerca de 390 Centros de Formação de Condutores credenciados junto ao Detran, gerando mais de 5.500 empregos diretos. A Semana Nacional do Trânsito também teve a finalidade de qualificar mais ainda os CFC’s através de palestras e debates.
Rodolfo Ribeiro, gerente de prontuário de habilitação do Detran, reafirmou a necessidade de cada vez mais se investir em educação para o trânsito, defendendo o papel importante que os CFC’s têm nesse processo.
Representando a Fecomércio, José de Oliveira, diretor sindical da Federação, ressaltou que a Fecomércio sempre esteve ao lado dos pleitos dos CFC’s, principalmente quanto à defesa da necessidade de se investir permanentemente em educação para o trânsito.
Durante o evento Semana Nacional do Trânsito, foram realizadas palestras sobre a transformação digital na formação dos condutores, a importância na contabilidade no processo de tomada de decisões nos CFC’s, a importância do CFC no contexto da educação para o trânsito e o modelo de CFC ideal em conformidade às legislações vigentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Editorial do Estadão

Linha vermelha O ministro da Educação, Abraham Weintraub, tem de ser demitido. Sua errática gestão já seria razão suficiente, ma...