sábado, 20 de julho de 2019

Os paraíbas!

Nós "os paraibas"!
O presidente da república federativa do brazil, em fala durante encontro com a imprensa internacional, credeciada junto ao Governo FEDERAL, cometeu a discriminatória palavra que cariocas e paulistas usam para tentar nos fazer menores, chamando o nordestino de "paraíba". E mais: mandou o bedeu dele, seu Lorenzeti, tomar distancia do Maranhão, estado de relevante importancia na história do País, onde está governador o igualmente importante Flávio Dino. Numa análise rápida, os governadores se juntaram para a emissão de uma carta de repúdio ao que disse o presidente trumpista. É esta a carta aberta:


Carta dos Governadores do Nordeste
19 de Julho de 2019
Nós governadores do Nordeste, em respeito à Constituição e à democracia, sempre buscamos manter produtiva relação institucional com o Governo Federal. Independentemente de normais diferenças políticas, o princípio federativo exige que os governos mantenham diálogo e convergências, a fim de que metas administrativas sejam concretizadas visando sempre melhorar a vida da população.
Recebemos com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais, durante encontro com a imprensa internacional. Aguardamos esclarecimentos por parte da presidência da República e reiteramos nossa defesa da Federação e da democracia.
RENAN FILHO – Governador do Estado de Alagoas
RUI COSTA – Governador do Estado da Bahia
Veja também: Bolsonaro ataca Flávio Dino e João Azevêdo, governadores do Maranhão e da Paraíba

CAMILO SANTANA – Governador do Estado do Ceará
FLÁVIO DINO – Governador do Estado do Maranhão
JOÃO AZEVÊDO – Governador do Estado da Paraíba
PAULO CÂMARA – Governador do Estado de Pernambuco
WELLINGTON DIAS – Governador do Estado do Piauí
FÁTIMA BEZERRA – Governadora do Rio Grande do Norte
BELIVALDO CHAGAS – Governador do Estado de Sergipe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bom dia

Militares aceitam proposta encaminhada por comissão e decidem encerrar paralisação  ...