terça-feira, 31 de dezembro de 2019

Capa do jornal OEstadoCe


Elas estãõ em Jeri

TV e Famosos


Dandara Mariana e Juliana Paes dançam juntas em festa em Jericoacoara

Dandara Mariana e Juliana Paes dançam juntas em evento em Jericoacoara - Iwi Onodera e Manuela Scarpa/Brazil News
Dandara Mariana e Juliana Paes dançam juntas em evento em Jericoacoara Imagem: Iwi Onodera e Manuela Scarpa/Brazil News
Do UOL, em São Paulo
31/12/2019 12h08
Dandara Mariana e Juliana Paes curtiram ontem o evento John John Rocks Jeri 2020, em Jijoca de Jericoacoara, no Ceará. As atrizes dançaram juntas no quarto dia do evento, que teve atrações como Vintage Culture, Claptone e Jean-Claude Ades. As festas continuam até 2 de janeiro.
Nas redes sociais, Juliana Paes já havia postado fotos do evento ao lado do marido, Carlos Eduardo Baptista, e divulgou vídeos com filhos e amigos. Dandara Mariana aproveitou para registrar vídeos de passeios que fez em Jericoacoara.
A atriz de Malhação Gabriella Mustafá também participa do evento e registrou nas redes sociais um encontro com Juliana Paes.

Ganhou aqui e foi condecorado lá. Histórias de Jesus.


Presidente de Portugal condecora Jorge Jesus após vitórias no Flamengo

O desempenho à frente do Flamengo, com o clube conquistando a Libertadores e o campeonato brasileiro, também rendeu ao técnico Jorge Jesus, 65, homenagens em seu país de origem. O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou o treinador rubro-negro na tarde desta segunda-feira (30), em cerimônia no palácio de Belém, em Lisboa.
Jorge Jesus tornou-se comendador. O treinador recebeu a chamada ordem infante d. Henrique, que premia aqueles que prestaram serviços relevantes a Portugal e ajudaram a “expansão da cultura portuguesa” e para o “conhecimento de Portugal, da sua história e dos seus valores”.
Visivelmente emocionado, o técnico português agradeceu o carinho dos brasileiros e, principalmente, dos flamenguistas.
“Nós [a equipe técnica desta temporada] vamos ficar sempre ligados não só à nação do Brasil, mas à nação do Flamengo. E a nação do Flamengo são 50 milhões”, afirmou.
“Para mim, esta condecoração vai além do futebol, porque eu senti isso no Flamengo. Além de estar a representar um clube, estava a representar o meu país e por isso, quando subi ao pódio, lembrei-me logo de levar a bandeira de Portugal às costas”, afirmou.
Em entrevista coletiva após a condecoração, Jorge Jesus desconversou sobre a renovação com o rubro-negro e a possibilidade de ida para outros times, no Brasil ou no exterior.
“Tenho contrato até junho, são quase sete meses”, disse, destacando que as negociações ficarão mais para a frente.
Sobre a possibilidade de regressar ao futebol português, o técnico disse que pretende que isso aconteça um dia, mas que, agora é uma possibilidade que “ficou mais distante”.
Antes de comandar o Flamengo (após uma breve passagem pelo futebol da Arábia Saudita), Jorge Jesus liderou alguns dos clubes mais importantes de Portugal. Em sua temporada no Benfica, time mais popular do país (entre 2009 e 2015), os encarnados ganharam dez títulos (recorde do clube) e chegaram a duas finais da Liga Europa.
Antes de entregar a medalha,  o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, destacou as afinidades entre Brasil e Portugal e a importância de ter vencido uma competição esportiva no maior clube da maior nação lusófona do mundo.
“Jorge Jesus contribuiu e contribui para projetar o prestígio de Portugal, no mundo do desporto, mas em geral em termos sociais e isto num país que nos é muito querido”, disse o chefe de Estado.
Do lado de fora, alguns torcedores esperavam a chegada do técnico.
A brasileira Sônia Ramires, que mora em Portugal há mais de 50 anos, foi a caráter esperar Jorge Jesus na porta do palácio de Belém | Foto: Giuliana Miranda/Folhapress
A brasileira Sônia Ramires, que mora em Portugal há mais de 50 anos, foi a caráter esperar Jorge Jesus na porta do palácio de Belém | Foto: Giuliana Miranda/Folhapress
Morando em Portugal há mais de 50 anos, a brasileira Sônia Ramires fez questão de esperar Jorge Jesus na porta do palácio de Belém.
“Estou aqui para honrar os meus dois países este grande técnico”, afirmou, segurando uma bandeira de Portugal e outra do Brasil.

Francisco usa o freio de arrumação na Igreja de seu tempo


Francisco assegurou maioria para a escolha de sucessor, aponta estudo

Papa Francisco transmite sua mensagem de Natal: em sete anos igreja mudou - YARA NARDI
Papa Francisco transmite sua mensagem de Natal: em sete anos igreja mudou Imagem: YARA NARDI
Plínio Fraga
Colunista do UOL
30/12/2019 00h01
O papa Francisco, próximo de completar sete anos no comando do Vaticano, já alterou o perfil dos cardeais que elegerão seu sucessor. Estabeleceu uma maioria das correntes progressistas da igreja, com maior representatividade de países fora do eixo europeu. Foi ainda o papa que mais reconheceu santos, o que empenhou as mais profundas reformas na estrutura da igreja e o que mais puniu clérigos acusados de abusos. Aos 83 anos completados neste mês, o cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio, tornado papa Francisco em conclave de 2013, reestruturou o Vaticano de modo a ser peça fundamental na escolha do seu sucessor.
Estudo do teólogo Fernando Altemeyer, da PUC-SP, mostra que hoje há 125 cardeais eleitores de eventual novo consistório: 16 foram indicados pelo papa João Paulo II (papado entre 1978 e 2005), 42 são obra de Bento XVI (2005-2013) e 67 do próprio papa Francisco. Fazendo as contas os cardeais nomeados por ele e que seguramente seguem sua linha são maioria (67 contra 58).
Leitores da coluna em que comentava o filme "Dois Papas", de Francisco Meirelles (https://bit.ly/2MEGWGy), questionaram o grau real de mudanças na Igreja Católica. Elas estão acontecendo, em velocidade perceptível. A influência de Francisco também inspira mudanças no episcopado brasileiro. Dos atuais 481 bispos vivos no Brasil, 310 estão na ativa e 171 são eméritos. O papa Francisco já indicou 106 bispos para a Igreja do Brasil, um pouco mais de 1/3 dos bispos na ativa.
Para dimensionar a igreja católica no mundo, o estudo de Altemeyer aponta que há quase 5.500 bispos no mundo, tendo batizado 1,3 bilhão de pessoas por ano. As instituições católicas dão aulas para quase 70 milhões de alunos em todo o mundo.
Outra característica de Francisco foi de se ter tornado o papa moderno que mais reconheceu santos _898 contra 482 de João Paulo II e de 45 de Bento XVI. Há processos que postulam a canonização de diversas personalidades ligadas ao clero progressista brasileiro: dom Helder Câmara, o operário Santo Dias da Silva, o frade domenicano Tito de Alencar, a irmã Dorothy Mae Stang e até o indígena pataxó Galdino Jesus dos Santos. São nomes que dificilmente teriam chances de ser canonizados nos papados anteriores ao de Francisco.
Não dá para limitar a análise das mudanças da igreja a temas dogmáticos como a discussão aborto x direito à vida, Uma das instituições mais fortes e influentes do mundo, a Igreja Católica é uma estrutura de poder que se move. Lentamente, mas se move.

Já ouviu falar em chifre, nas costas?





Homem retira "chifre" de 14 cm de suas costas; lesão pode indicar câncer

Chifre, conhecido como corno cutâneo, chegou a 14 cm de comprimento - Reprodução/BMJ Case Reports
Chifre, conhecido como corno cutâneo, chegou a 14 cm de comprimento Imagem: Reprodução/BMJ Case Reports

Gabriela Ingrid
Do VivaBem, em São Paulo
30/12/2019 19h07

Resumo da notícia

  • Após três anos com o corno cutâneo, homem procura ajuda médica para retirar lesão
  • Na maioria dos casos, o problema é benigno, mas há chance de indicar câncer de pele, como ocorreu com o britânico
  • O tumor pode aparecer em qualquer parte do corpo, mas é mais comum em mãos, pés e locais que recebem luz solar
Um operário de 50 anos retirou uma espécie de chifre, conhecido como corno cutâneo, de 14 centímetros de comprimento de suas costas. De acordo com o periódico BMJ Case Reports, que publicou o caso no domingo (29), o indivíduo ficou com a lesão na pele por três anos antes de procurar ajuda médica, em Chester, na Inglaterra.
O homem foi submetido a uma cirurgia local e seu tecido foi reconstruído com um enxerto de pele de sua coxa. A análise confirmou um carcinoma espinocelular cutâneo bem diferenciado.

"Em geral, os casos de cornos cutâneos não são tão raros, mas os pacientes geralmente procuram um médico para a remoção ou o tumor cai sozinho antes de aumentar tanto", diz Caio Lamunier*, dermatologista do Hospital das Clínicas de São Paulo.
A lesão é causada pelo espessamento da camada córnea da pele, que é repleta de células mortas. Há um aumento da produção de queratina, causando a alteração que simula um chifre.
As principais causas são verrugas virais, queratose, que é uma lesão causada pelo sol e pode ser seborreica (benigna), actínica (pré-cancerígena), ou, na minoria dos casos, carcinoma espinocelular (maligna), como foi o caso do britânico.
"No entanto, não se sabe ao certo por que esses problemas alteram a produção queratina na pele", diz Jade Cury Martins*, coordenadora do Departamento de Oncologia Cutânea da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia).
Os especialistas afirmam que descobrir o que está na base, causando a alteração, é o mais importante. Mesmo nos casos em que o corno cai sozinho, a visita médica ainda é recomendada —em caso de suspeita de câncer, o tumor deve ser, além de removido, submetido à biópsia. "Se a causa não for tratada, o corno cutâneo pode voltar a aparecer, e em quadros de câncer, a doença pode avançar, comprometendo a saúde do paciente", diz Martins.
Quanto ao tamanho, ele não indica gravidade. Além disso, o chifre pode aparecer em qualquer parte do corpo, mas é mais comum que as alterações causadas por verrugas apareçam nas mãos e pés. "Já as causadas por queratose, em áreas mais expostas ao sol", diz Lamunier.

O dinheiro novo do ano velho

Réveillon 2020 deve movimentar R$ 5,6 bi em quatro dos principais destinos brasileiros

Setor hoteleiro espera ocupação recorde, com taxas que chegam a até 100%
Pular sete ondas, ver a queima dos fogos de artifício e fazer aquele famoso brinde na hora da virada. Quem aí ainda não pensou onde realizar algumas dessas programações de final de ano para começar 2020 com o pé direito? De norte a sul, o país conta com atrativos para todos os tipos de turistas. Segundo levantamento da Agência de Notícias do Turismo, em pelo menos quatro destinos - Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Fortaleza -, a festa deve registrar uma movimentação econômica de R$ 5,6 bilhões.
Dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), divulgados na última sexta-feira (27.12), comprovam o grande interesse dos turistas nas festas de Réveillon do país. Segundo a entidade, as regiões Norte, Sul, Nordeste e Sudeste trouxeram números positivos da ocupação hoteleira para o período. A expectativa é que esta temporada apresente crescimento em diversos destinos do país.

"Os números são extremamente positivos e mostram como grandes eventos como o Réveillon podem contribuir para a economia e geração de renda em todas as regiões do nosso país. O ano de 2019 foi extremamente importante para o turismo brasileiro, com conquistas históricas, e para o próximo ano seguiremos com o propósito de avançar ainda mais", afirmou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.
Confira as programações e expectativas da virada do ano em alguns dos principais destinos brasileiros:
 FORTALEZA (CE) - A capital cearense espera 650 mil turistas para brindar a chegada de 2020. Entre as atrações que se apresentarão no Aterro da Praia de Iracema nomes como Jorge Ben Jor, Calcinha Preta, Matheus e Kauan, Alok, Fagner, Nando Reis e a dupla Simone e Simaria. Segundo a secretaria de turismo de Fortaleza, a taxa de ocupação hoteleira é de 96% com a previsão de movimentação econômica de R$ 1,6 bilhão.
RIO DE JANEIRO (RJ) – Pode parecer até clichê, mas a capital fluminense possui uma das maiores festas de final de ano do país. Além dos famosos fogos, os turistas que tiverem virando o ano na cidade poderão assistir shows de artistas renomados, totalmente gratuitos. Para este ano, são esperados mais de 2,8 milhões de pessoas em Copacabana, palco da maior queima de fogos de artifício do país. Deste total, a Riotur estima que entre 1,7 e 1,9 milhão sejam turistas. A ocupação média durante o período está em 90%, podendo chegar a 100% nos bairros mais procurados.  O impacto financeiro esperado é de cerca de R$ 3 bilhões.
SALVADOR (BA) – A capital do Axé também não ficará para trás e, desde o último sábado (28.12), oferece shows de diversos ritmos para todos os gostos. Para este período, a prefeitura espera uma movimentação de R$ 407,2 milhões na economia da cidade. Serão quase 500 mil turistas. A ABIH espera 100% de ocupação nos hotéis durante o réveillon. A maioria dos hóspedes brasileiros esperados são provenientes dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Entre os estrangeiros, franceses e norte-americanos são destaques.
SÃO PAULO (SP) - Na maior cidade do país, o palco da festa será a tradicional Avenida Paulista, onde são esperadas cerca de dois milhões de pessoas. Na programação, marcada para começar às 18h, shows das duplas Anavitória, Marcos e Belutti e o cantor Lulu Santos, que fará a contagem regressiva na passagem de ano. Fazem parte da festa, ainda, o grupo Chiclete com Banana e a escola de samba Rosas de Ouro. O impacto financeiro esperado é da ordem de R$ 600 milhões.
RECIFE (PE) – A ABIH-PE registra uma ocupação superior a 96% na rede hoteleira de Recife durante o período de Réveillon. Segundo a Prefeitura Municipal da capital pernambucana, mais de um milhão de pessoas devem acompanhar a programação da virada em dois polos na orla de Boa Viagem. O local, principal cenário da festa na cidade, terá um show pirotécnico de 15 minutos, com 21 toneladas de fogos de artifício de baixo impacto sonoro. Além de Boa Viagem, que vai ser palco de um show da cantora Gaby Amarantos, as celebrações ocorrerão nos bairros do Ibura, Várzea e Lagoa do Araçá, com uma agenda que reúne cerca de 40 atrações.
BELÉM (PA) – Na virada de ano, a Estação das Docas é um dos principais pontos para quem quer curtir a queima de fogos. O local terá dois palcos com grandes atrações musicais e 15 minutos de show pirotécnico na baía do Guajará. A entrada na festa é gratuita nas áreas comuns da Estação das Docas. Outra atração na noite de Ano Novo em Belém são os shows ao ar livre no Portal da Amazônia. Os turistas ainda podem conferir o espetáculo Fogos na Torre, realizado há quase 30 anos no estado. A expectativa da ABIH-PA é de crescimento de 18% para o réveillon e de 4% para janeiro, comparados com o ano passado.
PORTO ALEGRE (RS) - O Réveillon 2020 – “POA Pra Frente, Feliz Ano Novo Pra Gente” marcará a virada do ano na capital gaúcha. A festa, que será realizada na orla Moacyr Scliar, espera receber mais de 140 mil pessoas. Entre as atrações estão um espetáculo pirotécnico de cerca de 10 minutos e shows musicais com os vencedores do 14º Festival de Música de POA. Em todo o estado, o cenário é de otimismo quando se fala em ocupação hoteleira. O réveillon nos três principais balneários do estado terá taxas de ocupação de até 100%, assim como na famosa cidade de Gramado. Em janeiro, a expectativa é que as reservas para hospedagem nessas localidades atinjam 85% da capacidade.

Passando a régua


Prefeita Laís Nunes garante 18 milhões na economia icoense neste final de ano

A prefeita de Icó, Laís Nunes, participou de uma Coletiva de Imprensa nesta segunda-feira(30) ao vivo através da Rádio Papagaio-FM(97.5), da TV Centro Sul, Icó na Rede, Portal Icó News, Iguatu.Net e demais veículos de comunicação onde falou aos icoenses e aos visitantes que chegaram ao município para as festividades de final de ano. 

Segundo a prefeita, cerca de 18 milhões de reais foram pagos pela prefeitura neste mês de Dezembro de 2019, com salários de servidores, décimo terceiro salário de servidores, aluguéis de imóveis, transporte escolar, fornecedores e colaboradores, obras e demais investimentos públicos. 

"Foi graças a Deus, um volume enorme de recursos pagos que aqueceram a economia icoense neste período. Agradeço a todos e seguiremos firmes em 2020. Transformamos o Icó no maior canteiro de obras, projetos e ações em todas as áreas da administração municipal nos últimos cinquenta anos. Que o Senhor do Bonfim nos abençoe", disse emocionada a prefeita Laís Nunes.

Coluna do blog


Desculpa de jacu
A gasolina passou o ano todim de preço novo a cada mes e às vezes a cada semana. O gas de cosinha seguiu os mesmos passos dos combustíveis. As carnes de vaca chegaram a 50% de aumento de uma hora pra outra mas disseram com muito carinho que havia uma queda de 30% nos preços. Se subiu 50% e caiu 30% ficou quanto lá dentro? O ano fecha a rosca sem passar a régua. Se encerra com denúncias, acusações, desleixos, crimes e mais crimes, assassinatos, chibata cantando. Acho que li na bíblia, muitos anos passados, que Jesus disse que tinha vindo ao mundo em nome de Deus - e o verbo se fez carne...- não para promover a paz e a concórdia, mas para ver irmão em luta com o pai, filha em luta com a mãe e outros absurdos que até hoje não consigo entender direito. Isso tem mais de 2 mil anos que teria sido dito por Cristo Nosso Senhor. Por mais que tenha tentado decodificar as palavras que estão na Biblia, acho que nas conversas de Jesus com o povaréu, bato com o pensamento no teto do juizo. Na filosofia, quando fico empancado com uma questão recorro ao que os filósofos fazem e dizem:Voltemos a Kant. Então meu juizo, já bem poquim, procura entender como é que se mata a galinha pra ver como ela põe os ovos de ouro, como é que a Petrobras inventou um aplicativo pro seu celular bem moderno. O aplicativo vai dizer a você onde achar a gasolina menos cara cujo preço ela, a Petrobras, acabou de aumentar. E tem gente cheia de boa vontade preocupada em discutir Pitigrilli, no Sexo dos Anjos.

A frase: "A obra é polêmica, mas é de grande importância para o turismo do Ceará. E nenhuma família vai ser retirada do Poço da Draga". Camilo Santana sobre o Aquário de Fortaleza.

Vai durar...(Nota da foto)
Quem pensa que vai ter racha, agora, já já, entre PT e PDT na disputa pela prefeitura de Fortaleza, tá doido. Os carinhas continuam aliados, afiados e doidinhos pra continuarem suas histórias. Disse Camilo Santana, governador eleito pelos "home" com a legenda do PT;;;"temos muito mais coisas que nos unem do que nos separam". Quem disso cuida, disso usa. E menos é mais, vai rolar.

Coisa velha
Camilo Santana foi convidado a assistir anúncios de festas e notícias policiais numa entrevista pra televisão. Ficou só nisso,não. Fez anúncios.

Línguas
O Governador Camilo,todo pimpão,anunciou orgulhoso a criação de um Centro Cearense de Idiomas. Ora, ora, ora!!!

Perdeu feio
Quando Cid Gomes foi prefeito de Sobral, antes de ser senador da república e duas vezes governador do Estado, criou o Centro de Línguas de Sobral,em funcionamento.

Erramos
A notícia de que uma empresa estava reclamando e botando terceiros pra forçar entrar no tapetão de uma licitação na Assembleia do Estado, foi dada errada.

Desclassificação
Na realidade a empresa foi desclassificada na fase de entrega das propostas, ou seja, sequer participou do processo licitatório. Não foi por falta de documentos,como dito.

Fixação
Os observadores da cena não perdoam. Bolsonaro saiu de seus afazeres e foi a uma lotérica em Brasilia jogar na mega sena. Nada mais brasileiro.

Amor e ódio
Olhos atentos de sempre, seguiram o jogo de seu Jair que botou lá, em primeiro número a dezenas 13. Cês sabem o que é 13 na política brasileira.A maldade cantou.







Bom dia


Previsão das previsões.

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

E foi?


Em quase um ano, Presidência gasta R$ 8 mi em viagens para dentro e fora do País

19.dez.2019 - O presidente Jair Bolsonaro acompanha a Cantata de Natal no Palácio do Planalto, em Brasília - Frederico Brasil/Futura Press/Estadão Conteúdo
19.dez.2019 - O presidente Jair Bolsonaro acompanha a Cantata de Natal no Palácio do Planalto, em Brasília Imagem: Frederico Brasil/Futura Press/Estadão Conteúdo
Paulo Roberto Netto
São Paulo
30/12/2019 12h31
A Presidência da República gastou R$ 8 milhões em quase um ano do governo Jair Bolsonaro, apontam dados obtidos pelo jornal O Estado de S. Paulo via Lei de Acesso à Informação (LAI). As despesas englobam viagens do presidente e de servidores em apoio ao Planalto para dentro e fora do País. Somente a última viagem internacional ao Sudoeste Asiático e Oriente Médio gerou, sozinha, uma despesa de R$ 1 milhão aos cofres públicos.
A Secretaria de Administração, responsável pelas despesas do presidente e seus servidores no Planalto, não divulga as notas fiscais que detalhariam como e de que forma os valores foram gastos, impedindo o detalhamento das despesas. A justificativa é que tais gastos devem ficar em sigilo até o fim do mandato do atual presidente por questões de segurança. A praxe é a mesma dos governos anteriores.
A lista encaminhada ao jornal aponta apenas o valor gasto consolidado em cada viagem feita pela Presidência entre janeiro a novembro e as datas de ida e volta do presidente e/ou de sua comitiva. As despesas incluem pagamentos de passagens aéreas, hospedagem, transporte e alimentação.
Em alguns casos, Bolsonaro não participou da viagem, realizada por servidores que representavam o Planalto, conforme aponta sua agenda oficial. Em outros, o presidente participou da tour, mas permaneceu um período inferior em relação a outros servidores.
A última viagem internacional de Bolsonaro registrou sozinha a maior despesa deste ano: R$ 1 milhão em 19 dias, ou R$ 53 mil por dia. A lista de países visitados inclui Japão, China, Emirados Árabes Unidos, Catar e Arábia Saudita, e foi a viagem mais longa da Presidência desde a posse. Apesar de ter embarcado no dia 20 de outubro, as despesas já estavam sendo contabilizadas desde o dia 13 daquele mês.
Em observação, a Secretaria de Administração informou que essa viagem teve uma "particularidade": alguns servidores foram deslocados pelos países em voos comerciais, "pois o quantitativo não era suportado nas aeronaves oficiais".
Procurada, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República não repassou dados consolidados sobre o número de servidores que integraram a comitiva da viagem ao Sudoeste Asiático. A pasta informou apenas que os nomes constavam no Diário Oficial da União e pediu que fosse procurada a Secretaria-Geral da Presidência da República.
O Estado entrou em contato com a pasta na última quinta-feira, 26, e aguarda manifestação.
Entre os integrantes do alto escalão da comitiva estavam os ministros Paulo Guedes (Economia), Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Tereza Cristina (Agricultura), Fernando Azevedo (Defesa), Bento Albuquerque (Minas e Energia) e Osmar Terra (Cidadania).
Os deputados Helio Lopes (PSL-RJ) e Marco Feliciano (Podemos-SP) também participaram da viagem, assim como assessor da Presidência Filipe Martins.
Brasil adentro
No País, o governo registrou despesa diária semelhante à viagem asiática: em julho, foram gastos R$ 52 mil por dia na ida de Bolsonaro a Manaus para a entrega das medalhas da Olimpíada Internacional de Matemática e reunião na Zona Franca de Manaus.
O presidente foi e voltou no mesmo dia, 25 de julho, ficando menos de cinco horas na capital amazonense. Apesar disso, as despesas estavam sendo contabilizadas desde o dia 22 daquele mês e somaram R$ 210 mil.
A maior parte das despesas da Presidência foram com viagens nacionais, devido à maior necessidade de deslocamento do presidente pelo País. Foram 37 destinos diferentes em 74 viagens, que totalizaram um gasto de R$ 5,7 milhões em onze meses.
Em um dos casos, uma viagem de apenas um dia para Goiânia custou R$ 33 mil aos cofres públicos. Na agenda do presidente para o dia em questão, 31 de maio, consta que a visita foi para um café da manhã com representantes do poder estadual do Goiás e participação na Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil, onde se questionou sobre a possibilidade de um ministro evangélico no Supremo Tribunal Federal. A comitiva contava com 77 pessoas.
São Paulo, por sua vez, foi o destino mais recorrente da Presidência. Ao todo, foram 18 idas em quase um ano para a capital paulista ao custo de R$ 1,7 milhão aos cofres públicos - pouco mais de 20% do total.
A lista inclui viagens cujas datas batem com encontro de Bolsonaro com empresários, o período em que operou para corrigir uma hérnia de disco, logo após o feriado de Sete de Setembro, e quando foi assistir ao jogo do Palmeiras, em julho.
No entanto, com as notas fiscais em sigilo, não é possível detalhar como e com o que e por quem cada gasto foi feito. Os documentos devem perder o segredo somente ao fim do mandato presidencial de Bolsonaro.
Passaporte na mão
No exterior, a Presidência gastou R$ 2,2 milhões nas dez viagens internacionais realizadas por Bolsonaro desde o começo do ano. Além do Sudoeste Asiático, responsável por metade das despesas, o presidente também visitou a Argentina, o Chile e três diferentes cidades nos Estados Unidos (Nova York, Washington e Dallas).
A ida a Osaka, no Japão, para o encontro de cúpula do G-20 foi a segunda maior despesa do ano, custando R$ 331 mil à Presidência em 16 dias. A viagem foi lembrada pela apreensão de 39 quilos de cocaína com um sargento da comitiva presidencial durante uma parada na Espanha e pelo acordo comercial firmado entre o Mercosul e a União Europeia. Apesar de ter sido fechado em Bruxelas, na Bélgica, o pacto teve repercussões no encontro internacional.
A primeira vez que Bolsonaro fez uso de passaporte na Presidência, a ida a Davos (Suíça) para o encontro do Fórum Econômico Mundial, gerou gastos de R$ 278 mil. A viagem foi marcada pelo discurso de apenas seis minutos e agenda com políticos nacionalistas.

CE 593 será Francisca Candido Lopes,mãe do Fágner

Camilo vai entregar, em Orós,  a CE 593, rodovia Francisca Cândido Lopes, homenagem à mãe do cantor Raimundo Fagner 



  Sexta feira, 03/01, o governador Camilo Santana,  entrega a mais nova rodovia do Ceará, CE 593,  ligando a sede do município de Orós ao distrito de Santarém, onde viveu a mãe do cantor Raimundo Fagner. Dona Francisca Cândido Lopes dará nome a estrada. 
Segundo o prefeito Simão Pedro, “a estrada era um grande sonho da comunidade”. O cantor Raimundo Fagner, que fará show no réveillon de Fortaleza, estará presente. Vai acompanhar Camilo Santana e o prefeito Simão Pedro.

Alegria de fim de ano


Encontrar parceiro das antigas, desde os tempos da biquara do Anisio, no café da manhã no Gran Marquise é bom pra alma e pro coração. Apesar de levar carão porque não aprendi ainda a fazer selfie, o leriado é sempre de primeira e os conhecimentos de política e futebol vão longe. Bom, muito bom café da manhã com o Fagner.

O dia


Embora ninguem possa voltar atrás e  fazer um  novo começo,
qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.

Em fogo alto

Gás de cozinha fica 5% mais caro

A partir de sexta feira, (27), o gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, fica em média 5% mais caro para as distribuidoras. O reajuste foi confirmado pela Petrobras e se refere ao preço à vista e sem tributos. O preço final ao consumidor depende do repasse feito pelas distribuidoras.
Marcello Casal/Agência Brasil
Na véspera, a estatal anunciou que renovou o contrato com 12 distribuidoras estaduais a partir de janeiro, “com base em uma nova fórmula de preço da molécula de gás indexada ao preço do petróleo”. São elas GásBrasiliano, São Paulo Sul, Comgás (parcialmente), BR Espírito Santo, Gasmig, CEG, CEG-RIO, Algás, Bahiagás, Sergás, Potigás e Pbgás.
Com isso, a Petrobras estima que o preço do produto possa ter uma redução média imediata de 10% em relação aos contratos anteriores, considerando o preço do petróleo na faixa de US$ 60/bbl.
Fonte: Agência Brasil

Quanto custa um deputado federal

Deputados federais do Ceará custaram R$ 31 mi em 2019

Os 22 deputados federais que representam a população cearense na Câmara dos Deputados gastaram mais de R$ 31 milhões (R$ 31.246.621,57) em verbas públicas destinadas aos parlamentares ao longo de 2019, incluindo os custos de cota parlamentar e verba de gabinete. Em média, a atividade parlamentar de cada um custou R$ 1,42 milhões aos cofres públicos durante o período.

Sem levar em conta os gastos dos deputados Ronaldo Martins (Republicanos) e Mauro Filho (PDT) – que passaram parte considerável de 2019 sem atuar como parlamentares, portanto tendo custado bem menos do que os demais –, a média de gastos sobe para R$ 1,49 milhões por deputado. Ronaldo Martins assumiu apenas em outubro deste ano a vaga antes ocupada por Moses Rodrigues (MDB), que deixou sua cadeira na Câmara por intenção de disputar a Prefeitura de Sobral no pleito do ano que vem. Já Mauro Filho passou um período fora da Casa Legislativa, atuando como titular da Secretaria do Planejamento e Gestão do Ceará (Seplag) e tendo voltado para a Câmara no mês de outubro.


Em meio a isso, verifica-se que os deputados que são veteranos na Câmara Federal gastaram 12% a mais do que os novatos em 2019. Enquanto os 11 estreantes na Casa (desconsiderando Mauro Filho) tiveram uma média de gastos equivalente a R$ 1,41 milhões, os 9 veteranos (desconsiderando Ronaldo Martins) gastaram em média R$ 1,58 milhões cada um.


Picos
Excluindo os dois parlamentares já mencionados, quem menos gastou com verbas oficiais durante o ano, conforme os dados da Câmara, foi Pedro Bezerra (PTB), com R$ 1,22 milhões. Ele é seguido por Eduardo Bismarck (PDT), com R$ 1,36 milhões, e Denis Bezerra (PSB), com R$ 1,37 milhões.


O PT se destaca como o partido com os gastos parlamentares mais altos na bancada cearense da Câmara, com três dos quatro deputados que mais gastaram sendo petistas. A ex-prefeita de Fortaleza Luizianne Lins figura como a deputada federal cearense que mais fez uso da cota parlamentar e da verba de gabinete em 2019, totalizando mais de R$ 1,66 milhões (R$ 1.661.174,66), seguida por José Airton, com aproximadamente R$ 1,65 milhões (R$ 1.648.843,39). Também petista, Guimarães aparece em quarto lugar, com pouco mais de R$ 1,61 milhões (R$ 1.614.936,64). Entre ele e José Airton, em terceiro colocado, quem aparece é Domingos Neto (PSD), com pouco mais de R$ 1,64 milhões (R$ 1.642.235,58).
Levando em conta apenas os custos com verba de gabinete, os únicos três deputados federais petistas são exatamente os três que mais gastaram entre os cearenses: Luizianne, Guimarães e José Airton, em primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente.


Já quando se olha apenas para os custos com cota parlamentar, o PT não aparece entre os três mais custosos. O primeiro lugar fica com Vaidon Oliveira (Pros), com R$ 434 mil – vale notar que o deputado também se destaca pela baixa atividade parlamentar em números absolutos, tendo apresentado apenas três propostas legislativas e feito apenas um discurso em plenário durante o ano. Ele é seguido por Idilvan (PDT), com R$ 426 mil, e Robério Monteiro (PDT), com R$ 397 mil. Quem menos teve custos com cota parlamentar, desconsiderando Ronaldo Martins e Mauro Filho, foi Célio Studart (PV), com R$ 258 mil.


Custos
Os custos diretos dos parlamentares aos cofres públicos se dividem entre cota parlamentar e verba de gabinete. O primeiro custeia as despesas do mandato, como passagens aéreas e conta de celular. O valor disponibilizado varia de estado para estado, porque grande parte da cota é gasta com passagens aéreas para Brasília. Conforme a Câmara dos Deputados, algumas despesas são reembolsadas, como as com os Correios, e outras são pagas por débito automático, como a compra de passagens.


Já a verba de gabinete serve para pagar salários de até 25 secretários parlamentares, que trabalham para o mandato, seja em Brasília ou nos estados. Atualmente, cada deputado tem um limite de R$ 111.675,59 por mês para pagar os funcionários, que são contratados diretamente pelos parlamentares, com salários que podem variar de R$ 1.025,12 a R$ 15.698,32.

Capa do jornal OEstadoCe


Coluna do blog


Os gênios deixam saudades eternas
O desembargador Francisco Martônio Pontes Vasconcelos, 62 anos, morreu neste sábado, 28, em Fortaleza, após falência múltiplas de órgãos em decorrência de uma hepatite e complicações renais. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Tribunal de Justiçado Ceará (TJCE). O magistrado, que estava internado havia 22 dias no hospital São Mateus, pediu aposentadoria voluntária no dia 13 de outubro deste ano. O juiz Federal dr. Augustino Chaves, que privou, como eu, da amizade de Martônio, o querido filho do Pintinho,escreveu sobre ele e seu desempenho. Valho-me de seu texto para prantear o gênio que se foi: "Martônio era a afirmação da vida, solar, sagitariano, do fogo, uma explosão, uma alegria, um seguir em frente. Esbanjava talento. Respondia no ato. Precisava de música. Gostava de gente. Adorava festa. Sua fala no auditorio da Justiça Federal, ao lado de Flávio Dino e Diathay Bezerra de Menezes (o decano da nossa antropologia) foi show. Sua resposta aos jornalistas que o esperavam na saída do Forum e lhe informaram da reação desafiadora do então Governador Tasso a uma decisão sua: "quem brincava de princesa, acostumou na fantasia". E por aí vai. Em um final de tarde do ano de 1999, em Sobral, seu pai foi sepultado. Pouco depois, em um restaurante, éramos quatro, ele falou sobre a morte, e a morte não lhe incomodava, se chegasse quando os seus dois filhos fossem adultos. Cheguei um dia em sua sala e ele ditava cinco sentenças a cinco servidores, andando de um lado para outro, uma capacidade, em quantidade e qualidade, que era um espanto, quase de outro planeta. Teria sido um comunicador, um homem de auditório. Amante dos clássicos da literatura, sabia tudo de cor e salteado. Daquelas obras, adicionadas a sua vivência, hauria sua fala. A área jurídica é como uma muralha, que nos atrai a todos, não resistimos, sequer notamos, e lá ficamos pregados, cada vez mais padronizados, e a produção parecida, e a sucessão de rituais ossificados. Martônio não foi arrastado por essa força a essa muralha. Era de fato diferente. Não consigo ter um segundo de tristeza com sua morte: seria lhe negar. A morte não lhe espantava. Viveu cem anos e um dia. "I am grateful to you, you see. I wanted to tell you". (Eu sou grato a você, você sabe. Eu queria te dizer)..28.12.2019.

A frase: "Se não tiver o famoso subsídio oficial , não dura um mês. Não há público para manter." Ubiratan Lemos Costa sobre os voos da Gol no interior do Ceará.



Voltou pior (Nota da foto)
A Polícia Rodoviária Federal botou em campo radar movel que pega cidadão a mais de um quilômetro e distância. De um observador da cena.

IPVA 2020 vem aí
Não são obrigados a pagar tributos - órgãos públicos, partidos políticos, sindicatos, instituições educacionais e de apoio social sem fins lucrativos e templos de todos os cultos.

E mais...
Outros casos de isenção referem-se, como primeira categoria, a veículos utilizados para trabalho, incluindo táxis, mototáxis e veículos de transporte de cargas e de passageiros, por exemplo.

Aclarando
Segundo o site da Gol, os voos que vai fazer pro interior do Ceará serão quase todos de Caravan. Os voos para Juazeiro do Norte,com duas frequencias diárias serão de ATR72.

Boataria aérea
Aliás, corre na rádio aeroporto que  Azul, agora em janeiro vai parar com os voos entre Juazeiro do Norte e Fortaleza, pra votr depois das férias. Possa ser. Possa ser. Há outros destinos mais rentáveis para a Azul no periodo.




Bom dia

Deputado do PSL chama filho de Bolsonaro de “Carluxa”

O deputado federal Julian Lemos (PSL-PB) discutiu nas redes sociais neste domingo (29) com o segundo filho do presidente Jair Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ).
"Você pode bancar o fodão para muita gente, pra mim não, esse ano o lugar do debate vai ser no microfone da Câmara dos Deputados, o remédio de um doido é outro na porta. Esse aí é o grande influenciador do líder do nosso país, apenas um desequilibrado, Carluxa...Tu é um merda!", escreveu o deputado em mensagem no Twitter.

O congressista foi o principal articulador de Bolsonaro no Nordeste durante as eleições de 2018. No entanto, ele se distanciou do círculo próximo do mandatário e ficou do lado do presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), após o racha na sigla que resultou na saída do próprio presidente da República do partido.

A declaração de Julian foi uma resposta a um vídeo  publicado por Carlos mais cedo neste domingo. No conteúdo divulgado pelo vereador há um áudio atribuído ao deputado da Paraíba no qual ele critica de forma genérica os filhos de Jair Bolsonaro.

Embora não cite nomes, há menções às investigações de acúmulo de salário de assessores envolvendo o senador Flávio Bolsonaro 
Ao responder Carlos Bolsonaro por meio do Twitter, Julian Lemos não negou nem confirmou que o áudio é verdadeiro.
Leia a seguir a transcrição do que é dito no fala atribuída ao deputado:
"Eu tenho percebido que existe uma idolatria agora pelos príncipes, como coisa que esse Brasil tivesse marchado pelos filhos... Lutamos essa guerra maldita da esquerda do país, a favor do Brasil e pelo presidente. Fica um monte imbecil, quase que fazendo uma gulosa nesses caras,  que ficam aí surfando, eles que surfam, mas não é dentro do Congresso, não, fazendo muita gente de otário. Deputado como eu, meu irmão, é que vai para o front, não fica de conversinha, nem viadagem em Twitter, minha paciência esgotou, sou deputado federal igual a ele, o voto dele e o meu valem um, entendeu? Só que sou Paraíba, não pedi favor a ninguém, nem fiquei bajulando ninguém, fui convocado. Fiz um trabalho da porra que toda Paraíba sabe e o Nordeste.
Não vou lamber bota de ninguém, não fiz isso com meu pai,  vou fazer com filho de ninguém. A Paraíba tem orgulho de um cabra macho e é o que vou fazer, entedesse? Eu quero que o cabra aponte para o meu mandato e diga: 'está fazendo coisa  errada'. Não tem, não faço rachadinha, não pego auxílio moradia para botar no bolso, comprar imóvel, entendeu, meu irmão? Não faço rachid, não escondo criminoso, está entendo? Não faço imbróglio para Justiça, não coloco o presidente em constrangimento, para nego tirar onda comigo, tenho medo de filho de ninguém, só tenho medo de Deus, Deus, entedesse? Que até o dia de chegar a hora da minha morte vou encarar ele e vou embora.
Fica um monte de babão venerando homens nessa terra. Quem venerar senador, deputado ou presidente vai se decepcionar. A força está no povo, na consciência política do povo, essa mediocridade da nossa gente é que faz esse estado ser pobre. Isso que aborrece, essa subserviência, essa babada imunda  e sebosa de gente que na realidade não tem argumento contra mim. Agora ano que vem, passou-se um ano, ano que vem não tem problema. Sabe qual é a função de um deputado federal que muita gente não sabe? Fiscalizar o Executivo e propor leis".

O dia com preguiça de acordar

Quase cinco horas e tá escurim escurim.