quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Opinião

Ao contestar Janot, Temer tenta enfraquecer nova denúncia

O presidente Michel Temer colocou em ação sua estratégia para tentar enfraquecer politicamente a provável segunda denúncia da PGR contra ele.
Sua defesa pediu ao STF a suspeição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. "Provar é de somenos, o importante é flechar", disse o advogado Antônio Cláudio Mariz, referindo-se à frase de Janot de que "enquanto houver bambu, lá vai flecha".
É pouco provável que Fachin acate o pedido do presidente. O gesto da defesa serve mais para desgastar Janot e tentar mostrar ao Congresso que Temer tem sido vítima de uma perseguição da PGR.
Leandro Colon

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deputado do PSOL chama Temer de "bandidão" e diz que sessão da CCJ "dá nojo".

Leia em UOL com.br ou siga em face do macario. Durante sessão da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) que aprovou nesta quarta-feira (...