segunda-feira, 10 de julho de 2017

Coluna do blog

Agora tem Prefeita
Depois de baião de dois com carneiro, galinha guizada, sarapatel e torresmo importado de Sobral com farinha dágua, Governador Camilo Santana e delegação de convidados foram ao palco armado no Largo do Teberge, em Icó para a abertura do Forricó, um evento anual quehoe dura tres dias e que já foi de uma semana inteira. O jantar solene foi servido na casa de morada da Prefeita Laís Nunes e o maariro Neto. Uma ambientação perfeita para conversas, muitas conversas política até porque em político reunido sobre muito pouco tempo pra conversa fiada. Camilo ouviu pedidos de prefeitos da região do velho e vetusto trezentão Icó, de vereadores, de cabos eleitorais e não se fez de rogado para selfies com deus-e-o-mundo. Ums onze horas desceram pra cidade, subiram ao palco e foram ao meio fio. Os discursos pra abertura do Forricó que havia sido proibido pelo Minisgério Público, mas bancado pela iniciativa privada com apoio do Governo de Camilo e uma ponta da própria prefeitura foram de promessas, lembranças e cobranças de memória. Agradecimentos por isso e por aquilo, promessas disso e daquilo, lembranças daquilo e daquilo outro. Até vir o Governador, antes que Luan Santana desfilasse suas músicas cantadas por umas 80 mil pessoas e absolutamente inéditas, para este humilde repórter. Camilo deu boa noite, lembrou que mandou fazer uma estrada a pedide de Laís Nunes, que botou dindim pra asfaltar a cidade, pra arrumar isso e aquilo e pra no fim dizer: Agora Icó tem prefeita.

A frase: "Liberar verba pra deputado federal e senador,no meio da crise, é compra de votos". De um observador da cena.

 

Terra de festeiros (Nota fato)
Tem uma dessas tantas músicas bregas e ridículas aí que a culta letra lembra que o autor gosta de cachaça e rapariga. E enquanto tiver o dois ele não volta pra casa. Só que tudo isso é no meio do forró então o autor gosta de forró, cachaçaç e rapariga. Fim de semana cearense, com todo respeito, foi pródigo de forró e...cachaça, né. Forricó, Chitão do Marco, Chitão do Massapê. Fora outros menos votados.

Ironia
Pareceu ironia  o elogio de Camilo Santana a Laís Nunes. É que o desastre administrativo do Icó, o ex prefeito Jaime Júnior agora é empregado do governo.

A pedido
Dizem que a pedido de Audic Mota, a quem prometeu votos que não tem, Jaime Junior foi empregado pelo Governo Camilo na Adagre, onde não estão gostando dele.

Outro pidão
Dizem que outro que pediu o emprego pra Jaime Junior, até então no desvio desde que foi enxotado pelos Nunes, teria sido Danilo Forte, a quem JJ prometeu mais votos.

Sarro
Dilma tira sarro do Interino falando, no tuiter dela que a história de repete. Goza do Interino lembrando a traoção de que foi vítima.

Esfregando
Dilma esfrega no Interino a volupia com que Rodrigo Maia, hoje na posição de vice, articula pra queda de quem pode lhe render um bom tempo presidente da república.

Ceará no PT
Luiziane Lins que anda meio sumida no caos da política nacional é agora da executiva nacional do PT, com posse, festas e o escambau.

Outro
Este com muito mais pestígio é Zé Huimarães um articulado quadro petista que na executiva virou secretário nacional de Assuntos Institucionais do PT. Eita.

A lingua do Lindão
Tasso Jereissati, o belos olhos, Interino presidente do PSDB mandou recado duro na semana pro outro Interino,o da presidencia; tipo sái daí que esta cadeira não te pertence.

Pois bem
Diferentemente de outros tempos, teria feito a fala de comum acordo como DEM, o partido que quer o fim de Michel mas não quer parecer golpista. Os tucanos toparam.

Candidatíssimo
Mauro Filho, secretário da fazenda do Ceará, deputado estadual de licença, sonha pro lugar do pai, Mauro Benevides senior. Maurinho sonha com a Câmara.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Capa do jornal OEstado Ce