sexta-feira, 23 de junho de 2017

Segurança foi pro beleléu diz Heitor

Heitor Férrer lamenta fracasso das políticas de segurança pública
 O deputado estadual Heitor Férrer (PSB) lamentou, durante a sessão plenária desta quinta-feira (22), os recentes números da violência no estado do Ceará. Os dados, segundo o parlamentar, demonstram o fracasso das ações implantadas na área de segurança de pública. “Com o malfadado programa Ronda do Quarteirão, amargamos hoje um dos maiores índices de violência no estado do Ceará porque polícia é apenas um elo na corrente de combate à criminalidade e o que nós vemos hoje é uma banalização do assunto. Nós temos que continuar a cobrar do governo políticas públicas que efetivamente resolvam os mecanismos geradores da violência”, defendeu.

Heitor ressaltou dados do País que apontam para 52 assassinatos a cada 100 mil habitantes, enquanto em países da Europa o índice é de apenas duas pessoas. Em Fortaleza, o número sobre para 81 assassinatos a cada 100 mil habitantes. O parlamentar citou ainda os custos do sistema penitenciário com a alimentação de presos, que não passam efetivamente por um processo de ressocialização antes de retornarem ao convívio da sociedade, informados pela Secretaria de Justiça.

“O povo do Ceará paga R$ 30 milhões de reais por mês de alimentação para presos e pagaria até R$ 60 milhões se recuperassem os presos. Estamos diante de um sistema socioeducativo de recuperação que são verdadeiras masmorras de seres humanos e que não recupera ninguém. Ou seja, gasta-se R$ 2 mil por mês por preso, o que não se gasta na Educação, e ainda assim não se recupera. Saem pior do que entraram, lamentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem impede um governador do Piauí?

Governador faz pouso irregular em inauguração de aeródromo em São João do Piauí Foto: Divulgação A agencia Nacional de Aviação Civil n...