quinta-feira, 8 de junho de 2017

Camara aprova

Na sessão de ontem, os vereadores de Fortaleza aprovaram, em redação final, alguns projetos de autoria do prefeito Roberto Cláudio (PDT). As matérias, que tratam de políticas públicas voltadas para a preservação do meio ambiente, também não ficaram de fora da enfrentamento entre aliados e opositores da atual gestão. Ésio Feitosa (PPL) e Guilherme Sampaio (PT) divergiram sobre boa parte da discussão em plenário da matéria, no qual a Prefeitura desafeta um imóvel para para fins de edificação e operacionalização de usina para tratamento de pneus inservíveis na cidade de Fortaleza. De acordo com o projeto, o terreno passa a ter a sua destinação afetada como bem de uso dominial e continuará a pertencer ao patrimônio público municipal, prevenindo-se os direitos e a não responsabilidade do Município.
Segundo Guilherme, embora o projeto tenha uma causa nobre, a gestão não deixou claro, quais serão os critérios do processo de permissão. “Uma usina de reciclagem de pneus, ambientalmente, é muito saudável para a cidade, mas o que não está claro pra mim é, quais serão os critérios dessa permissão? Porque essa empresa? Houve alguma forma de seleção pública? É uma operação que visa lucro? Por mais que seja uma causa nobre, a minha preocupação é que se trata de uma atividade comercial de uma empresa privada, que será desenvolvida em um terreno público”, questionou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Joias com pedra cariri

No Ceará, alunos de design usam pedra da região do Cariri para produzir joias Uma rocha de calcário sedimentar laminado muito usada n...