sexta-feira, 9 de junho de 2017

Bandidos perdem quatro pra Polícia

Uma ação realizada pela Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar do Estado, na madrugada de ontem (8), na localidade de Tapera, em Aquiraz, resultou na prisão de três pessoas e na apreensão de três armas de grosso calibre, munições, além de quatro veículos. O grupo entrou em confronto com a Polícia, resultando na morte de quatro criminosos. Conforme as investigações, a quadrilha se preparava para executar o chefe do tráfico do Lagamar, conhecido como “João Presinha”, e seus familiares
Delegado Pedro Viana Júnior detalhou que as investigações estão seguindo as disputas do tráfico de drogas, que têm provocado diversas mortes pela cidade. “Estamos investigando há algum tempo o conflito entre as comunidades do Lagamar e do Tancredo Neves. No Lagamar, tem um traficante que comanda o tráfico local que é o “João Presinha”. No Tancredo Neves, quem comanda é um indivíduo que se encontra preso em uma das unidades prisionais do Estado. Eles vêm disputando e acumulando mortes de lado a lado”, contou o delegado.
Segundo a autoridade policial, as investigações constataram que a quadrilha do Tasso Jereissati planejava matar o chefe do tráfico no Lagamar e seus familiares. “Nós já tínhamos conhecimento desse sítio em Aquiraz, pois, em 2014, prendemos o “João Presinha” e alguns de seus familiares nesse local. Então, já sabíamos a sua localização. Realizamos campana por alguns dias, até que recebemos a informação de que esse pessoal iria atacar a residência. Flagramos o momento em que essa quadrilha, entre 12 a 15 homens, chegava em quatro veículos para invadir a residência”, relatou Pedro Viana Júnior.
André Costa, titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), afirmou que, durante a ação, os policiais se identificaram, porém, a quadrilha respondeu a abordagem com tiros. “Na outra vez que falei isso – sobre escolher entre a Justiça e o cemitério – muita gente não entendeu. Mas quem escolhe o caminho são eles. Nosso objetivo é sempre salvar vidas”, observou o secretário.
Prisões
Durante a ação foi capturado José Nailson Santos de Melo, 25, o “Capetinho”, que já responde a quatro procedimentos policiais por homicídio e porte ilegal de arma de fogo. O homem faz parte do bando que se preparava para cometer os crimes de morte contra “João Presinha” e seus familiares.
Parte do bando que conseguiu fugir do cerco policial, entre eles, um ferido, abordou uma mulher e roubou o carro que ela conduzia. O veículo, um corsa branco, foi localizado pela Polícia na Rua Eliseu Oriá, no bairro Sapiranga.

À tarde, policiais militares capturaram, na comunidade Alecrim, no bairro Sapiranga, Tiago Nogueira, 21, que responde a três tentativas de homicídio, e sua companheira, Tomazia Costa Cadete, 18, sem antecedentes. Na residência do casal, foram apreendidas 20 munições calibre 380. No momento da abordagem, realizada por policiais militares do 16º BPM, após receberem uma denúncia, o casal tentou subornar a composição policial oferecendo a quantia de R$ 4 mil, além de duas armas.
No total, a Polícia apreendeu três armas – sendo uma metralhadora calibre 9 milímetros, um fuzil americano marca Remington calibre 7.62 e uma espingarda cano duplo calibre 12 (escopeta), além de 122 munições, celulares, uma balaclava e três veículos – dois modelos Onix e um Fiesta.

Chacina
André Costa explicou que ainda é cedo para determinar se essa quadrilha é a responsável pela chacina, ocorrida no último sábado (3), no Porto das Dunas, que vitimou seis bandidos. As armas apreendidas na ação de ontem serão periciadas e todas as informações colhidas serão compartilhadas com a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável pela investigação da chacina.
Participaram da operação, policiais civis do Departamento de Polícia da Metropolitana (DPM), dos 2º e 12º Distritos Policiais e da Unidade Tática Operacional (UTO) da Divisão Antissequestro (DAS). Também participaram da ação, policiais militares do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) e do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) e o helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páscoa

Comentário do dia por São Máximo de Turim, Bispo Homilia 58 sobre a Páscoa «Dos que são como elas é o reino dos Céus» Com que grande e ...