domingo, 21 de maio de 2017

Valha:me!

JBS pagava R$ 40 mi por ano a Meirelles e ele não sabia de nada

meirellesjoesley
Já que nossa imprensa sofreu uma súbita amnésia sobre as ligações entre Henrique Meirelles, Joesley Batista e o grupo JBS, trago algumas insuspeitas memórias, publicadas há cinco anos, pela insuspeitíssima revista Exame, do grupo Abril, quando da contratação do hoje Ministro da Fazenda pelo agora empresário-delator :
Evidentemente, não foi apenas para melhorar a competitividade de uma grande empresa brasileira com projeção global que o ex-presidente mundial do BankBoston aceitou o convite de Batista. Há muito, mas muito dinheiro envolvido na sua contratação. Segundo executivos que acompanharam o processo, o contrato prevê uma remuneração anual de até 40 milhões de reais.
Além disso, existe a possibilidade de Meirelles tornar-se sócio do conglomerado, decisão que ele só deve tomar ao longo do ano. Para amigos do ex-banqueiro, o pacote foi fundamental em sua decisão: seus oito anos à frente do BC foram justamente aqueles em que o mercado financeiro brasileiro mudou de patamar.
  É lógico que, para ganhar R$ 40 milhões por ano, Meirelles tinha controles sobre os negócios da empresa.
Antes de dar o “sim” a Batista, Meirelles assegurou-se de que não correria nenhum risco. Ao longo de pouco mais de um mês, reuniu-se com advogados e consultores para esmiuçar os balanços da JBS. Recorreu a alguns conhecidos para checar o histórico empresarial dos Batista (apesar de serem todos de Goiás, Meirelles e Joesley só se conheceram em 2008, durante as conversas para a abertura do banco JBS). 
E com tudo isso, admita-se, Meirelles não tinha o menor sinal de um processo de corrupção que Joesley diz agora que superou a casa do bilhão de reais?
Será que alguém vai perguntar ao divino ministro da Fazenda se ele não desconfiou de nada em quatro anos no conselho da empresa?
Será que não aparecia nada nas auditorias? Neste caso, para que auditorias?
Será que um homem que, se não participou, nem sequer percebeu o oceano de falcatruas na empresa que dirigia  pode presidir um país que está querendo abolir toda a corrupção?
Respostas para a portaria da Rede Globo. O primeiro a responder ganha a informação de quando as empresas do grupo gastaram de propaganda global.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Evangelho

Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017. Segunda Semana do Advento Santo do dia: São Dâmaso I, Papa, Beata Maria do Pilar Villalonga Villa...