quinta-feira, 25 de maio de 2017

Fachin coloca sob sigilo áudio entre jornalista e a irmã de Aécio Neves

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nessa quarta-feira (24) que as mídias juntadas no inquérito decorrente da delação premiada do empresário Joesley Batista passem a tramitar em segredo de Justiça. A decisão foi tomada após a divulgação de diálogo entre o jornalista Reinaldo Azevedo e Andrea Neves, irmã do senador afastado Aécio Neves. A Procuradoria-Geral da República e a Polícia Federal negam responsabilidade sobre a quebra do sigilo da fonte do jornalista.
Publicado pelo site BuzzFeed Brasil, o diálogo entre o jornalista e sua fonte está gravado em uma das mídias que agora passam a tramitar em segredo de justiça. Na transcrição, o jornalista critica a revista Veja, veículo para o qual trabalhava. Em nota no blog que mantinha no site da revista, Azevedo anuncia seu pedido de demissão e diz que teve o sigilo da fonte quebrado como forma de intimidação por ser crítico da condução da Operação Lava Jato.
“O que se tem aí caracteriza um estado policial. Uma garantia constitucional de um indivíduo está sendo agredida por algo que nada tem a ver com a investigação”, aponta o jornalista. “Há também uma agressão a uma das garantias que tem a profissão. A menos que um crime esteja sendo cometido, o sigilo da conversa de um jornalista com sua fonte é um dos pilares do jornalismo”, destacou.
No despacho em que manda retirar as mídias dos autos da Ação Cautelar 4316, o ministro Fachin assinala que “as mídias juntadas às folhas 249 e 386 não contêm apenas os diálogos referidos nos relatórios [da PF] a que foram elas anexadas”. Embora tanto a PGR quanto a PF concordem que os áudios “não diziam respeito ao objeto da investigação”, a conversa acabou disponibilizada à imprensa quando Fachin levantou parcialmente o sigilo da delação.
Em nota, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) atribui à PGR a violação do sigilo da fonte. Para a associação, a PGR não só infringiu o Artigo 5º da Constituição Federal, como cometeu “grave ofensa” contra a liberdade de imprensa: “Ao anexar a gravação da PF aos autos do inquérito que investiga o senador mineiro, a PGR jamais poderia incluir a transcrição de uma conversa do jornalista com sua fonte, o que representou quebra de sigilo, um dos direitos assegurados pela Constituição Federal”.
Em nota, a Procuradoria-Geral da República (PGR) negou ter anexado as conversas de Reinaldo Azevedo com Andrea Neves ao inquérito. “A PGR não anexou, não divulgou, não transcreveu, não utilizou como fundamento de nenhum pedido, nem juntou o referido diálogo aos autos da Ação Cautelar 4316”, diz a procuradoria em nota divulgada na noite de terça-feira (23).
Já a Polícia Federal reiterou que os áudios tornados públicos na tarde dessa terça-feira não fazem parte dos autos da ação, pois as conversas não têm nenhuma ligação com a investigação.
(Agência Brasil)
Quero viajar em julho para o exterior; compro dólar ou desisto da viagem?... - Veja mais em https://economia.uol.com.br/financas-pessoais/noticias/redacao/2017/05/25/quero-viajar-em-julho-para-o-exterior-compro-dolar-ou-desisto-da-viagem.htm?cmpid=copiaecola
Quero viajar em julho para o exterior; compro dólar ou desisto da viagem? Comente Sophia Camargo Colaboração para o UOL, em São Paulo 25/05/201704h00 Ouvir texto 0:00 Imprimir Comunicar erro Getty Images/iStockph... - Veja mais em https://economia.uol.com.br/financas-pessoais/noticias/redacao/2017/05/25/quero-viajar-em-julho-para-o-exterior-compro-dolar-ou-desisto-da-viagem.htm?cmpid=copiaecola
Quero viajar em julho para o exterior; compro dólar ou desisto da viagem? Comente Sophia Camargo Colaboração para o UOL, em São Paulo 25/05/201704h00 Ouvir texto 0:00 Imprimir Comunicar erro Getty Images/iStockph... - Veja mais em https://economia.uol.com.br/financas-pessoais/noticias/redacao/2017/05/25/quero-viajar-em-julho-para-o-exterior-compro-dolar-ou-desisto-da-viagem.htm?cmpid=copiaecola

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fiado só amanhã, diz PR ao Interino

PR dará menos votos a favor de Temer na segunda denúncia, diz líder  Por Marcelo Ribeiro | Valor Ruy Baron/Valor-4/10/17  BRASÍLIA - A...