segunda-feira, 29 de maio de 2017

Cid pro senado

Cid Gomes admite disputar Senado nas eleições de 2018

O ex-governador do Ceará e ex-ministro Cid Gomes (PDT) admitiu que poderá disputar o Senado nas eleições do próximo ano para não “deixar um ladrão assumir” no lugar dele. Cid afirmou que o Congresso Nacional precisa de “políticos honestos” e “que trabalhem em nome da população”.
As declarações foram feitas durante encontro regional do PDT, que aconteceu no final de semana na região do Litoral Oeste e Vale do Curu, no município de Itarema. Esse foi o quarto dos nove encontros da sigla, que vêm planejando e debatendo um projeto para “transformar o Brasil a ser apresentando durante a disputa de 2018”.

Na ocasião, o ex-governador se defendeu das acusações de que teria recebido propina da empresa JBS e falou de sua índole. “Temos a consciência de quem escolhe essa vida pública vai sofrer ameaças, tentação e calúnias, eu sempre fui transparente e isso é a melhor defesa para isso. Eu nunca recebi 1 centavo da JBS, ajuda de campanha é diferente, é legal! Sou digno, sério e honrado, tudo o que espero da vida pública é ser lembrado pela luta a favor do Ceará e do cearense e de minha seriedade e honestidade. E isso tudo me motivou muito para voltar a ser candidato em 2018. Não vou deixar um ladrão assumir meu lugar! A verdade prevalecerá!”.
Cid reafirmou que irá processar o empresário Wesley Batista, da JBS, após o diretor da empresa ter declarado à Justiça que doou dinheiro a pedidos do então governador do Ceará para a campanha de Camilo Santana (PT) nas eleições de 2014 em troca da liberação de créditos fiscais.
2018
Ainda falando sobre eleições de 2018, o ex-gestor ventilou a possibilidade de o deputado federal André Figueiredo, presidente do PDT no Ceará, ser o nome para disputar a segunda vaga ao Senado. E assegurou que o governador Camilo Santana é o candidato apoiado pelo PDT e Ciro Gomes é o candidato à Presidência da República. Segundo ele, a legenda precisa ocupar mais espaços na política nacional.

Prioridade
Sem citar suas pretensões políticas no pleito do ano vem, o deputado André Figueiredo exaltou que as candidaturas de Cid e Ciro são prioridades do PDT nacional, além de focar na eleição do maior número de representantes ao Legislativo.
“Estou extremamente feliz por estar desde 1984 no PDT e o ver crescendo e ser o maior partido do Estado em número de prefeitos e deputados estaduais. As candidaturas de Cid e Ciro são prioridades do PDT nacional, que ainda foca em aumentar o número de representantes no parlamento junto com nossa bancada. Temos orgulho de ter Ciro como candidato à Presidência. Ele está incomodando os críticos, mas chegará forte em 2018”, frisou o parlamentar.

Além de Cid Gomes e André Figueiredo, o evento contou ainda com as presenças do presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Zezinho Albuquerque; do secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará, Josbertini Clementino; do prefeito de Itarema, Elizeu Monteiro; de parlamentares e de outras lideranças políticas da região.
Mais
O próximo Encontro Regional do PDT será realizado no dia 24 de junho, em Banabuiú, reunindo municípios da região do Sertão Central.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Evangelho

Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017. Segunda Semana do Advento Santo do dia: São Dâmaso I, Papa, Beata Maria do Pilar Villalonga Villa...