sexta-feira, 17 de março de 2017

Iphan torra o saco e dono do prédio vai embora da cidade


Nenhum texto alternativo automático disponível.

Morador e comerciante do Centro Histórico de Icó, Damon Magalhães, decidiu vender o imóvel, o Sobrado do Mirante, sob o argumento de não suportar mais as exigências do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).
De acordo com informações de amigos, Damon Magalhães teria feito uma reforma interna no imóvel e colocado uma viga de concreto, mas o Iphan exigiria de um certo tipo de madeira, que teria custo elevado. O proprietário agora deve desfazer a obra de reforma orçada em cerca de R$ 50 mil.
“Ele está revoltado, é um morador antigo, mas diz que resolveu ir embora da cidade”, contou um amigo comum.
A imagem pode conter: casa e atividades ao ar livre

O blog tentou contato com o proprietário, mas o telefone não atendeu.
O Centro Histórico de Icó foi tombado pelo Iphan na segunda metade da década de 1990. O sítio histórico recebeu recursos do Projeto Monumenta do Ministério da Cultura. Qualquer intervenção nos imóveis públicos e privados precisa de autorização e projeto aprovado pelo Iphan.

(DO JORNALISTA HONÓRIO BARBOSA).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LÁ PODE. AQUI,, NÃO.

Crescem voos low cost...