sexta-feira, 17 de março de 2017

Coluna do blog




Declaração de guerra
Domingos Filho, em posição de inferioridade com o fim aparentemente próximo do TCM, Tribunal de Contas dos Municípios, resolveu bater de frente com o Governo que lhe dá dinheiro pra viver e com a Assembleia, que lhe paga as contas,porque órgão auxiliar da dita cuja. Nos últimos dias Domingos tem alterado a voz e alteado o tom do baticum nos dois, Governo e Assembleia, porque lhe cortaram dinheiro do orçamento. Esta semana, cuspindo bala, com ar de quem topa sair no tapa seja lá com quem for, soltou nota em que chama o Governador pro debate e xinga a Assembleia que não lha dá ouvidos. Leia a nota dele:NOTA DE ESCLARECIMENTO PÚBLICO-A Presidência do Tribunal de Contas dos Municípios – TCM reivindicou ao Governador Camilo Santana, por meio do Ofício nº. 217/2017 (Protocolo 0094464/2017), de 5 de janeiro do corrente, a restauração do orçamento do órgão, com a devida demonstração de sua necessidade e urgência. De igual modo foi encaminhado o pleito ao Secretário de Planejamento através do Ofício nº. 543/2017 (Protocolo 0158012/17). O TCM aguardou manifestação do Governador do Estado durante 60 dias não obtendo resposta.Com o esgotamento dos recursos orçamentários decorrentes da redução de R$ 20 milhões em seu orçamento e sendo o único órgão autônomo atingido após a decisão do Supremo Tribunal Federal de suspender a sua extinção, não lhe restou outra alternativa senão pleitear na Justiça a recomposição de seu orçamento, sob pena de prejudicar seus serviços essenciais de fiscalização e combate à corrupção, como está ocorrendo. Portanto, não procede a afirmação de que o Governo desconhecia o pleito orçamentário do TCM. Mas, como a medida de suplementação orçamentária é discricionária do Governador, reiteramos, publicamente, o pedido exposto nos ofícios referidos. Discordamos do Governador Camilo Santana ao sugerir a redução de regalias, sem especificar quais são, onde estão e quem são os beneficiários delas. Na condição de Presidente do TCM me disponho a discutir publicamente com o Chefe do Poder Executivo os excessos que ele queira apontar no órgão e os ajustes que entenda possam ser feitos, desde que o mesmo possa ser franqueado a respeito do seu Governo de modo que todos contribuam com o momento fiscal do Estado. Importante destacar que a Secretaria de Planejamento e o Governador Camilo Santana não haviam observado excessos no orçamento do TCM quando aprovaram e encaminharam para a Assembleia Legislativa sua proposta orçamentária. Por que só agora o orçamento é considerado excessivo? Por que só após o Supremo Tribunal Federal conceder liminar suspendendo a tentativa de extinção do TCM a Assembleia Legislativa reduziu em 22% o orçamento do TCM? Por que o TCM foi o único órgão autônomo atingido pelo corte? Por que, no momento em que o povo clama por fiscalização e combate à corrupção e à impunidade, o Governador define como sua prioridade cortar recursos de um órgão de controle? São respostas que os Cearenses esperam do Governador Camilo Santana’’.

A frase: “Quem com muitas pedras joga, uma lhe cai na cabeça”. Ensinamentos de Mãe Vovó Petronilha,A Racista.


Cocó ganha Parque Adahil Barreto (Nota da foto)
Segundo secretário estadual do Meio Ambiente, Artur Bruno, entrará na cota da área do Parque ZEstadual do Cocó, o Parque Adahil Barreto, da Prefeitura de Fortaleza. Também será encampado o trecho da BR-116 até a avenida Val Paraíso, no Conjunto Palmeiras.

Banco de Medicamentos
A Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa da Câmara de Fortaleza, votou pela admissibilidade do projeto de indicação 176/2016, de autoria do vereador Salmito Filho (PDT), que institui o Banco de Medicamentos do Município de Fortaleza.

Canalhas do asfalto
Havia manifestação com um Fora Temer em Fortaleza. De repente bandidos saem do meio dos manifestantes e depredam as obras de construção da loja 1.000 da Pague Menos.

Está filmado
Como nada hoje se faz escondido das câmeras dos celulares, está gravado, nas redes sociais, no mundo inteiro. Canalhas não suportam uma economia de mercado verdadeira

Agressão
Era tanta a agressividade, que derrubaram tapumes da obra, jogaram pedaços em veículos passando à rua, gritavam feito guabirus famintos. Isso precisa de um basta.

O que se espera
Que a Polícia identifique os bandidos, submeta-os à Justiça e os remeta aos rigores da Lei, se é que este país só tem Lei pra “direitos humanos”. É fácil encontra-los.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Joias com pedra cariri

No Ceará, alunos de design usam pedra da região do Cariri para produzir joias Uma rocha de calcário sedimentar laminado muito usada n...