quarta-feira, 15 de março de 2017

Coluna do blog



Cearense pensa como o Juiz da “mala”
A enquete do Portal da Assembléia Legislativa perguntou aos internautas, na semana de 6 a 13 de março, se são a favor do fim da franquia de bagagem nas companhias aéreas. Cerca de 68% responderam que “não, já que falta garantia de redução nos preços das passagens”. Outros 25,7% concordaram com o fim da franquia e escolheram a opção “sim, porque vai diminuir o valor dos bilhetes e evitar que o passageiro pague pelo serviço sem utilizar".  Já 5,7% preferiram não opinar.  O deputado Sérgio Aguiar (PDT) disse concordar com a opinião da maioria. O parlamentar explicou que essa é uma prática comum em outros países. “No entanto, o Brasil é o país que tem as passagens mais caras em todo o mundo”, assinalou. Para ele, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) não deveria ter tomado a posição de extinguir a franquia. “Ao adquirir o bilhete, você também está comprando o direito de transporte de uma bagagem de 23 quilos no porão da aeronave e de levar uma bagagem de 5kg em mão", observou. Na avaliação do deputado, isso vai fazer aumentar ainda mais o custo da passagem. “Isso é mais uma exploração contra a população”, afirmou o deputado Ely Aguiar (PSDC). Ele lembrou que nenhum passageiro viaja sem bagagem. “Como se não bastasse a exploração de uma passagem aérea com preços já elevados, agora surge essa taxação”, acrescentou. O parlamentar lembrou que já são cobradas taxas diversas, como de desistência de vôo ou de mudança de data, o que não justificaria o surgimento de mais uma taxação.  O coordenador da Câmara do Consumidor e Ordem Econômica e subprocurador-geral da República, José Elaeres Marques Teixeira, disse que é preciso ampliar serviços aéreos sem extinguir o direito de passageiros do transporte de bagagem até um certo limite de peso. “O que se pode fazer é proporcionar descontos na passagem para as pessoas que optarem por não despachar bagagens. As condições atuais de franquia seriam mantidas e o consumidor teria direito a descontos adicionais caso não utilizasse integramente a franquia hoje estabelecida”, frisou o subprocurador.

A frase: “Vai depender do texto que chegar ao Congresso, mas vou votar com o povo”. Tiririca, sobre reforma da Previdência.


Ô coisa besta (Nota da foto)
Enquanto a Câmara discute se simplesmente reforma – ao custo de R$ 700 mil a unidade – ou divide em dois os apartamentos funcionais de 225 metros quadrados,em Brasília, na Suécia os deputados federais se acomodam em apartamentos ou quitinetes de 18 a 40 metros quadrados. Em vez do conforto dos quatro quartos, sendo duas suítes – uma delas com banheiro da hidromassagem –, como ocorre no Brasil, os parlamentares suecos dormem num sofá-cama. Nada de despesas de TV a cabo, telefone ou manutenção à custa do contribuinte. Nada de funcionários. Eu não quero ser deputado na Suécia.

Posse
Audic Mota assume cadeira 13 na instalação da Academia Cearense de Direito. O titular é o também tauaense Joaquim Pimenta. Hoje, as sete da noite no José de Alencar.

Monteiro alegre
Diz que no domingo, Dilma, Lula e Ciro Gomes vão bater em Monteiro. Vão inaugurar a obra da transposição que Temer entregou insinuando que era dele ou “do povo”.

Pai é pai
A conversa é que a paternidade da obra vem dos governos de Lula e Dilma com participação  de Ciro Gomes.É política.Como tudo, aliás.Ciro e Lula são pré-candidatos.

Hora do vamos ver
Amanhã,16, será o leilão para a gente saber quem quer tocar por concessão de 30 anos o aeroporto Pinto Martins. Quem se habilitar tem que, de cara, investir R$1,3 bilhão.

No problem
Ocorre que, informações de cocheira dão conta de que o BNDES está com dinheiro ouvindo a conversa pra empestar a quem quiser entrar no negócio.

Hoje, no Recife
Ação movida pelo Ministério Público Federal, Advocacia Geral da União e Município de Fortaleza será julgada hoje, 15 de março no plenário do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai pra Portugal hoje?

EDP declara estado de alerta devido à tempestade Ana Estado de alerta para as regiões a norte do Rio Tejo. A empresa pode adotar...