domingo, 12 de março de 2017

Bom dia

TERMINAL DO ANTÔNIO BEZERRA SERÁ O PRIMEIRO A RECEBER CENTRAL DE MEDICAMENTOS

O prefeito Roberto Cláudio anunciou, na sexta-feira (10/03), durante reunião com a equipe da Secretaria Municipal de Saúde, que o Terminal de Antonio Bezerra será o primeiro de Fortaleza a receber uma Central de Medicamentos garantir maior eficiência nas ações de melhoria do abastecimento da assistência farmacêutica da Capital.
Até o fim do mês de junho, a central de medicamento será instalada no Terminal do Antônio Bezerra com o objetivo de melhorar a distribuição e o acesso aos 84 medicamentos básicos da atenção primária. Ao todo, serão instaladas sete centrais, uma em cada terminal, para atender a população que, por ventura, não receba o medicamento no Posto de Saúde onde foi feito o atendimento. Em caso de ausência do remédio, o cidadão será cadastrado no Posto e sua demanda será enviada ao terminal mais próximo de sua casa para que ele pegue o medicamento no dia seguinte.
“Essa nova política vai ampliar o abastecimento dos remédios no posto e implantar uma nova política na Saúde do Município. Nossa prioridade é que o estoque de medicamentos esteja 100% regularizado”, explicou o prefeito Roberto Cláudio, destacando que a Prefeitura também aumentará a rede de Farmácia Popular por meio de uma parceria com as farmácias privadas da Capital.
Além das novas centrais de abastecimento, a Prefeitura vai ampliar, por meio de mais uma parceria com as universidades públicas e privadas, ampliar o atendimento aos cidadãos, com a criação de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Policlínicas e Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) dentro das universidades. “Ganha a universidade, porque vai ter uma boa infraestrutura para treinar os estudantes da graduação e pós-graduação, e ganha a Cidade que vai ter uma maior rede de profissionais na assistência básica”, avaliou o prefeito.
Uma outra ação inovadora será a instalação de totens com tablets nos postos de saúde para que os moradores avaliem o atendimento dos profissionais e a presença de medicamentos, para que a Prefeitura possa, continuamente, implantar melhorias nas ações administrativas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Capa do jornal OEstado Ce