sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Opinião

Impasse
 
Nosso objetivo é refletir sobre algumas questões que preocupam a opinião pública mundial em nossos dias. A ganância de determinados países motiva uma desconfiança que prejudica o entendimento, gerando desequilíbrios políticos, econômicos, sociais e culturais. Nessa linha de raciocínio, surgem a exploração desordenada dos recursos naturais não renováveis, a miséria crescente de pessoas, a corrida armamentista, a falta de solidariedade, a ausência de uma paz estável, dentre outros problemas. Vivemos dias de expectativas, para não dizer de intranquilidade e angústia, no contexto mundial. Em todas as nações, da mais rica às mais pobres, existem problemas relacionados com a falta de humildade, justiça e paz. Acreditamos que a supremacia dos valores exteriores sobre os interiores é a grande responsável pelo atual desajuste universal. O radicalismo tem influenciado de forma negativa as alterações de comportamento e de organização social, em todos os países. Crises, desemprego,  endividamento e violência decorrem de movimentos cruéis que não buscam soluções, mas modelos errôneos de desenvolvimento. Cremos que o caminho para combater o impasse está na Democracia. Devemos ressaltar que ela não deve significar apenas aperfeiçoamento dos mecanismos jurídicos e institucionais, mas também a melhoria dos padrões socioeconômicos do povo. A Democracia, proporcionando a liberdade, a justiça e a igualdade de oportunidades, representa a força básica para constituição de um Estado, bem como de uma sociedade apoiada em princípios éticos, morais e solidários.
Gonzaga Mota
Professor aposentado da UFC
Ex Governador do Ceará e meu amigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AMPLIANDO OS NICHOS

Projeto de Lei obriga escolas, creches e hospitais do CE a instalarem BRINQUEDOTECAS A deputada Aderlânia Noronha (SD) protocolou...