terça-feira, 31 de janeiro de 2017

A água meu filho. A água.

Em Brasília, Camilo discute liberação de recursos para obras de segurança hídrica

web_gov_bsb3.jpg
O governador Camilo Santana cumpriu agenda em Brasília, onde se reuniu com o ministro da Integração Nacional e o presidente da Caixa Econômica Federal

O governador Camilo Santana cumpriu agenda nesta terça-feira (31) em Brasília, onde se reuniu com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho. O chefe do Executivo discutiu agilidade para a liberação de R$ 44 milhões de recursos federais, já autorizados pelo Governo Federal, para que obras emergenciais de convivência com a estiagem possam continuar em execução no Ceará.

"Estamos monitorando a quantidade de chuvas por parte da Funceme, investindo em uma série de ações emergenciais na Região Metropolitana, como os poços no Pecém. Outras obras estão previstas e preciso começar, como uma adutora para que a água do Castanhão sirva exclusivamente para o abastecimento, aproveitar o sistema hídrico do Cauípe, o reforço na adutora do Maranguapinho. Isso está incluído naquele valor e eu não posso iniciar a obra se não pagarem o que eu já iniciei. Tudo isso está dentro do Plano de Segurança Hídrica que anunciamos", disse o governador.

Além disso, o ministro garantiu ao governador que a licitação para a retomada das obras do eixo norte da Transposição do São Francisco será aberta nesta quarta-feira (1º). O governador do Ceará confirmou que o Governo Federal já possui uma eventual solução jurídica para a retomada imediata das obras.

"A Advocacia-Geral da União está preparada para, caso haja processo judicial de alguma empresa, possamos procurar o tempo de solução o mais rápido possível. Esperamos até o final de fevereiro colocar o processo em licitação e, em março, retomar a obra. Estamos trabalhando para que as águas do São Francisco cheguem a Jati no segundo semestre", disse Camilo Santana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário