sábado, 27 de maio de 2017

Lula em Brasilia

Oportunidade 
Depois de Temer convocar as Forças Armadas para atuar em resposta à manifestação de quarta-feira (24), Lula desembarca em Brasília na segunda (29) para o debate “Estado de Direito ou Estado de Exceção?”, organizado pela bancada do PT no Congresso.

Ta no Painel

Tomar o pulso
Temer foi informado por tucanos que a bancada da Câmara se posicionou quase que unanimemente pelo desembarque do governo. Tasso Jereissati (CE) e Cássio Cunha Lima (PB) conseguiram conter os ânimos.

Ponte para o futuro
Tido como candidato do PSDB à cadeira de Temer no caso de uma eleição indireta, Tasso foi procurado, nesta quinta-feira (25), pelo ministro Gilberto Kassab (Comunicações), comandante do PSD.

LÁ PODE. AQUI,, NÃO.

Crescem voos low cost entre Europa e Estados Unidos
Ana Luiza Tieghi Ana Luiza Tieghi
Divulgação
Avião da Eurowings, pertencente ao grupo Lufthansa
Avião da Eurowings, pertencente ao grupo Lufthansa

O verão no hemisfério norte vai trazer uma leva de novos voos de aéreas low cost e ultra low cost fazendo a conexão entre Estados Unidos e Europa.

A Norwegian Air vai introduzir 19 novas rotas transatlânticas e chegará a 43 voos ligando os dois continentes. Enquanto isso, a islandesa Wow vai acrescentar uma rota e chegar a oito destinos nos Estados Unidos em apenas dois anos.

A Condor e a Thomas Cook já dobraram seus voos durante o verão nos últimos dois anos. A Eurowings, do grupo Lufthansa, começou a voar para os Estados Unidos em 2016 e chega a quatro rotas neste verão e, em junho, o IAG vai lançar sua companhia de baixo custo transatlântica, a Level, partindo de Barcelona.

Porém, isso não significa que elas estão raptando todo o mercado. De acordo com a empresa de análise de dados na aviação OAG, low costs e ultra low costs serão responsáveis por 4.909 voos entre Estados Unidos e Europa neste verão, aumento de 1.662 sobre 2015 e quase o dobro sobre o número de voos do verão do ano passado.

É preciso lembrar do tamanho do mercado entre esses dois continentes: as aéreas regulares farão 100 mil voos do tipo neste verão, aumento sobre os 89 mil registrados no mesmo período do ano passado. Assim, as companhias econômicas terão apenas 4,7% de participação nos voos entre Estados Unidos e Europa, crescimento de 1,8% sobre 2015.

MUDANÇAS NO MERCADO
Mesmo sem roubar o lugar das aéreas tradicionais, as empresas de baixo custo estão ajudando a mudar o mercado. O aplicativo Hopper, que rastreia preços de passagens, aponta que os tíquetes econômicos ficarão 30% mais baratos neste verão do que eram em 2015.

Manter os preços cada vez mais baixos é um desafio para essas empresas. A Norwegian, por exemplo, teve prejuízo de US$ 173,9 milhões no primeiro trimestre deste ano, o que o CEO Bjorn Kjos atribuiu ao aumento do preço de combustível e ao valor do krone norueguês em comparação com a libra e o euro.

As companhias mais tradicionais também estão se adaptando. “Ajustamos nossos preços e parte do nosso mercado vai competir com as ultra low costs se necessário”, disse o vice-presidente sênior da Air France-KLM para a América do Norte, Marnix Fruitema. “Também educamos os consumidores, eles precisam fazer escolhas melhores na hora de comparar preços”.

Ultra low costs podem não oferecer despacho de bagagem grátis e até mesmo alimentação durante o voo, o que pode tornar passagens mais baratas de companhias tradicionais um competidor equivalente.
*Fonte: Travel Weekly
conteúdo original: bit.ly/2qnIhE5

Diretas Já

Acrísio Sena: PT afirmará em Congresso Nacional nenhuma participação em Processo de Eleição Indireta
O vereador Acrísio Sena, que participará do Congresso Nacional do PT nos dias 1,2 e 3 de junho, informa que ontem, dia 25/5, foi fechada uma posição unânime no Diretório Nacional do PT, com a presença de Lula e de todas as correntes internas do partido,  de não participação em qualquer processo de eleições indiretas.

"O PT continuará firme apoiando e participando das grandes manifestações pelo Fora Temer e por eleições diretas já", afirmou o parlamentar.

Ivo vai a Medelin


Prefeito Ivo Gomes viaja em missão 

oficial 

para Medellín


em busca de melhorias para área de 

Segurança 

Com o intuito de discutir a redução da violência urbana e a promoção da segurança em Sobral, o prefeito Ivo Gomes foi o único chefe do executivo do Estado do Ceará convidado pelo Banco Mundial e pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) para participar do evento Medellín Lab – Cidades Inclusivas, Seguras e Resistentes, em Medellín, na Colômbia.

O evento, que será realizado entre os dias 29/05 e 02/06, reunirá pesquisadores, formuladores de políticas públicas e profissionais do mundo inteiro para apresentar as melhores práticas, explorar inovações e discutir os desafios para a redução da violência urbana.

Assim como o prefeito Ivo Gomes, diversos líderes mundiais vão participar do "Medellín Lab", com objetivo de troca de experiências e conhecimentos entre as cidades em termos de segurança, convivência e prevenção da violência.

Medellin: laboratório mundial de boas práticas contra a violência 


Localizada na Colômbia, a cidade de Medellín conta com quase 4 milhões de habitantes e ganhou fama mundial por ter dado origem a um dos carteis de drogas mais poderosos da história, o Cartel de Medellín, e a um dos traficantes mais violentos já vistos, Pablo Escobar.

Nas últimas décadas, ações integradas do poder público e da sociedade civil fizeram com que a cidade se transformasse na mais mais bem sucedida experiência de transformação social e de Segurança Pública na América Latina. Atualmente, Medellín conta com uma taxa de 19 homicídios para cada 100 mil habitantes. Em 2002, esse número era de 177 para cada 100 mil.

"Acredito que conhecendo de perto a experiência de Medellín, poderemos fazer muita coisa aqui em Sobral para reduzirmos nossos índices de homicídios e a violência. Na próxima semana, quando retornar da viagem, já buscarei parcerias para implantar metodologia semelhante aqui no nosso município, de acordo com a nossa realidade", destacou Ivo Gomes. 

Enquanto não fazem nova ampliação


 Parque do Cocó será regulamentado após 40 anos

O governador Camilo Santana assinará, no dia 4 de junho de 2017, às 9h, no anfiteatro do Parque do Cocó, na abertura da Semana do Meio Ambiente, a regulamentação definitiva da poligonal daquele equipamento. “O Parque do Cocó é a concretização de um sonho de cerca de 40 anos, acalentado por gerações de ambientalistas e cidadãos fortalezenses. Foram várias e várias lutas, de diversos segmentos sociais organizados, até se conseguir a legalização”, celebra o secretário do Meio Ambiente do Ceará, Artur Bruno.


O que significa a regulamentação
A regulamentação do Parque é a adequação desta área verde como Unidade de Conservação de Proteção Integral segundo o Sistema Nacional (SNUC), conforme a Lei Federal Nº 9985/2000. A adequação ao SNUC indica que a área criada como Parque deve ser de posse e domínio público, dando a titularidade do terreno ao poder público, para fazer o controle e a proteção deste espaço. Com a transformação em UC de proteção integral, o regime jurídico fica bem mais restritivo e protetivo, com previsão também na Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal Nº 9985/2000) e no seu Decreto regulamentador de Nº 6514/2008). Inclusive neste decreto, tem uma subseção que estipula a dosimetria das Infrações Cometidas Exclusivamente em Unidades de Conservação. Toda essa previsão legal irá dar maior embasamento à atuação da gestão ambiental (SEMA), à atuação da fiscalização e monitoramento (SEMACE) e à atuação policial (Batalhão de Policiamento Ambiental).


Histórico da criação do Parque
A primeira área do rio Cocó a ser protegida, em 29 de março de 1977, quando declarada de utilidade pública para desapropriação, foi fruto de intensa mobilização social, que impediu a construção ali do que seria a sede do BNB. Em 11 de novembro de 1983, o decreto municipal número 5.754 deu a denominação de Parque Adhail Barreto àqueles 10 hectares. Em 5 de setembro de 1989, o decreto estadual número 20.253 criou o Parque Ecológico do Cocó, expandido em 8 de junho de 1993. No entanto, não houve a consolidação do Parque do ponto de vista legal, o que gerou diversas invasões em seu entorno. Os dois decretos de desapropriação caducaram e a regularização fundiária não foi plenamente efetuada.


O projeto atual
Pelo atual projeto do governo, democraticamente discutido com a sociedade através de diversas audiências, inclusive com o Fórum Permanente pela Regulamentação do Cocó, que reúne 25 entidades públicas e não-governamentais, temos a concretização de um dos maiores parques naturais em áreas urbanas do mundo. O Parque do Cocó terá 1.571ha, superando o Ibirapuera, em São Paulo (221ha), e o Central Park (341ha), em Nova York.
Os estudos realizados para subsidiar o decreto de criação do Parque Estadual do Cocó, de acordo com a legislação pertinente, que demandaram investimentos por parte do Estado e do Município, foram:
1. Diagnóstico Ambiental do baixo curso da bacia do rio Cocó- R$ 474.537,52 (contratado pela Prefeitura Municipal de Fortaleza);
2. Diagnóstico Sócio Ambiental das ocupações inseridas na poligonal proposta- R$ 375.000,00; (contratado pela SEMA);
3. Materialização georeferenciada da poligonal que compreende o trecho entre a BR-116 e a foz do rio Cocó-R$ 275.692,00; (contratado pela SEMA);
4. Levantamento topográfico para delimitação da poligonal compreendida entre o Quarto Anel Viário e a BR-116-(Contratado pela secretaria das Cidades);
Os demais estudos foram realizados pelo Grupo de Trabalho _GT do Rio Cocó, coordenado pela equipe técnica da SEMA, sem ônus para o Estado. O decreto Nº 4.340 de 22 de agosto de 2002 trata em seu Art. 33 sobre a aplicação dos recursos da compensação ambiental, explícito em seu inciso IV a utilização deste recurso para realização de Estudos para criação de novas UC, o que permitiu a SEMA utilizar este recurso, a partir da aprovação do projeto pela Câmara de Compensação Ambiental.


Concurso de ideias
Além de definir o espaço, o governo estadual realizará um concurso internacional de ideias para dotar o equipamento com estruturas que proporcionem condições para que a população desfrute ainda mais do Parque, mediante atividades de educação ambiental, lazer, esporte, estudo ou para contemplação. Estas intervenções serão realizadas em áreas degradadas.
O Parque é considerado de grande importância tanto para a cidade, como para a biodiversidade protegida dentro de seus limites, com diversas espécies de vida animal e vegetal, algumas inclusive ameaçadas. Do ponto de vista climático, serve para reduzir a temperatura, além de formar uma bacia que previne enchentes em quadras invernosas mais intensas.
Estão sendo realizadas também ações para recuperar o rio, da nascente até a foz, através de parcerias entre governo do Estado, prefeituras e sociedade civil, no chamado Pacto pelo Cocó. A navegabilidade do Cocó já foi restabelecida em vários trechos, inclusive com a restauração do passeio de barco entre as avenidas Sebastião de Abreu e Engenheiro Santana Júnior, num processo de limpeza, feito em parceria com a Secretaria de Infraestrutura do Município de Fortaleza (Seinf) que já retirou mais de duas mil toneladas de resíduos sólidos do rio e que foi escolhido como um dos dois melhores projetos ambientais de órgãos públicos do país, no Prêmio Nacional da Biodiversidade, do Instituto Chico Mendes, braço do Ministério do Meio Ambiente.                                                                                                                                                                                                                                                                                                        
As melhorias já feitas no Parque
1- A construção do Espaço Cine Cocó, destinado prioritariamente à ações de educação ambiental.
2 - Revitalização de equipamentos esportivos (quadra poliesportiva, quadras de vôlei de areia,campos de futebol);
3 - Identificação em pedra cariri (nome científico e popular) das principais espécies da flora do Parque. E inserção de dezenas de placas educativas e informativas no entorno do anfiteatro e trilhas.
4 - Construção de um calçadão (1,2km) destinado a práticas esportivas (caminhada e cooper) e construção de rampas de acessibilidade com piso tátil, com ampliação do sistema de iluminação.
5 - Revitalização e manutenção constante de trilhas e pontes, além das calçadas das avenidas adjacentes.
6 - Retomada dos passeios de barco no rio Cocó.
7 - Criação de áreas de convivência (mesinhas e banquinhos) confeccionadas com árvores tombadas).
8 - Aquisição de equipamentos de atividade física em parceria com Unimed e prefeitura municipal de Fortaleza merecendo destaque a academia ao ar livre, "Praça amiga da Criança”.
9 - Retorno do Arvorismo (equipamentos de ecoaventura com 10 estações).
10 - Retomada do Projeto “Viva o Parque”, que ocorre aos domingos com diversas atividades culturais, de lazer e de entretenimento.

Bom dia

Presidente do BNDES, Maria Silvia Bastos alega “razões pessoais” e deixa governo Temer

“Neste ano à frente da diretoria do BNDES busquei olhar para o futuro, estabelecendo novos modelos de negócios e estratégias para o Banco, sem descuidar do passado e do presente, sempre tendo em mente preservar e fortalecer a instituição e seu corpo funcional”, escreveu, em carta endereçada aos “benedenses”
EBC
Maria endereçou carta aos “benedenses” com as razões de sua saída
  Maria Silvia Bastos Marques não é mais presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).  No posto desde 1º de junho de 2016, a economista pediu demissão nesta sexta-feira (26) e, em nota endereçada aos colegas de BNDES – a quem chama de “benedenses” –, alega “razões pessoais” para deixar a instituição (veja íntegra da nota abaixo). Ela já havia comunicado sua decisão ao presidente Michel Temer, que enfrenta a mais grave crise de seu governo desde a posse temporária, em 12 de maio do ano passado.
A assessoria de imprensa do BNDES informa que o diretor da Área de Administração e Recursos Humanos, Ricardo Luiz de Souza Ramos, engenheiro mecânico e funcionário de carreira do banco de 2003, assumirá o comando da instituição interinamente. Temer ainda não decidiu quem será o substituto de Maria Silvia.
Também por meio de nota (íntegra abaixo), Temer manifesta “profundo agradecimento” à agora ex-presidente do BNDES. “Seu trabalho honrou o governo e moralizou um setor estratégico para o país, despolitizando a relação com o setor empresarial e elegendo critérios profissionais e técnicos para a escolha de projetos a serem contemplados com financiamentos oriundos de recursos públicos”, diz o presidente.
Contrariando interesses
Conhecida pela austeridade na administração de empresas ou órgãos públicos, Maria Silvia andou desagradando corruptos nos últimos meses à frente do BNDES. Um deles foi Joesley Batista, que pressionou o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, no sentido de emplacar apaniguados em estatais. Joesley é um dos responsáveis pela mais grave crise do governo Temer desde sua posse na Presidência da República, em 12 de maio de 2016 – ele protagoniza ação coordenada da força-tarefa da Operação Lava Jato em que foram feitas gravações e vídeos que mostram o peemedebista em conversas e situações comprometedoras. Resultado: investigação formal de Temer no Supremo Tribunal Federal (STF), algo inédito na história do país.

Acusado de pagar propina e caixa dois – além de ter feito doações legais de campanha – para Temer e mais de 1,8 mil candidatos, Joesley ouve de Temer que o banco sofreu um contingenciamento orçamentário de R$ 150 bilhões. Ao reclamar com o presidente Temer sobre a concessão de crédito do BNDES na gestão de Maria Silva, segundo os áudios em poder do STF, Joesley se queixou da economista e disse: “Está bem travado”.

Biografia
Doutora em economia, Maria Silvia foi pesquisadora do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e professora da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) entre 1982 a 1990. Assumiu, em janeiro de 2007, a presidência da Icatu Hartford, grupo líder em seguros de vida, Previdência e capitalização, no ranking de empresas sem relação com bancos de varejo. Também presidiu o Instituto Brasileiro de Siderurgia (IBS).
Conhecida pela atuação com base em critérios técnicos, foi coordenadora da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, assessora especial das áreas financeira e internacional e do Departamento de Assuntos de Desestatização do BNDES.
Comandou a reestruturação da CSN, quinta maior empresa nacional, três anos depois de sua privatização. Também esteve à frente da participação da CSN no processo de privatização da Light, aproveitando sua experiência em ações de desestatização acumulada nas épocas de BNDES, antes de ser alçada ao topo do banco de fomento.
Entre 1993 e 1996, Maria Silvia comandou a secretaria de Fazenda da Prefeitura do Rio de Janeiro, onde ganhou o apelido de “a mulher de 1 bilhão de dólares” – fortuna que conseguiu direcionar aos cofres da capital fluminense nos últimos meses em que exerceu a função, deixando legado de equilíbrio orçamentário para o município.
Confira a nota de Temer:
“O presidente da República, Michel Temer, manifesta seu profundo agradecimento a Maria Silvia Bastos Marques, que presidiu o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social de forma honesta, competente e séria por pouco mais de um ano.
Seu trabalho honrou o governo e moralizou um setor estratégico para o país, despolitizando a relação com o setor empresarial e elegendo critérios profissionais e técnicos para a escolha de projetos a serem contemplados com financiamentos oriundos de recursos públicos. Deixará como legado um modelo a ser seguido em toda máquina pública.
Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República
Agora, leia a íntegra da nota de Maria Silvia:
“Prezados benedenses,
Nesta sexta-feira, 26 de maio, informei pessoalmente ao presidente Michel Temer a minha decisão de deixar a presidência do BNDES.
Todos os diretores permanecem no cargo e o diretor Ricardo Ramos, pertencente ao quadro de carreira do BNDES, responderá interinamente pela presidência do Banco.
Deixo a presidência do BNDES por razões pessoais, com orgulho de ter feito parte da história dessa instituição tão importante para o desenvolvimento do país. Nas duas passagens que tive pelo Banco, como diretora, nos anos 90, e agora, como presidente, vivi experiências desafiadoras e de grande importância para a minha vida profissional e pessoal.
Neste ano à frente da diretoria do BNDES busquei olhar para o futuro, estabelecendo novos modelos de negócios e estratégias para o Banco, sem descuidar do passado e do presente, sempre tendo em mente preservar e fortalecer a instituição e seu corpo funcional.
Desejo boa sorte a todos, esperando que sigam trabalhando para que o BNDES continue sendo o Banco que há 65 anos faz diferença na vida dos brasileiros.
Um grande abraço,
Maria Silvia”

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Opinião

“Bagunça”
 
De início gostaríamos de pedir desculpas aos leitores e leitoras deste texto por usar como título uma palavra chula e grosseira. No entanto, estaríamos sendo extremamente tolerantes e injustos se usássemos “basta”, “mal feitos”, “desvio de conduta”, “equívoco” etc. Na realidade o que vem acontecendo no Brasil, nos últimos anos, sem generalizar, é uma desorganização significativa na sociedade civil, na academia, nas atividades empresariais e trabalhistas, nos três Poderes Constituídos, etc. O Brasil é um País viável em todos os aspectos e a população brasileira, em sua grande maioria, é de índole boa e não merece tamanha humilhação, bem como a falta de perspectiva. Acreditamos que a busca pelo poder e não pelo governo, assim como a substituição dos planos de ação, táticos e estratégicos, pelos mecanismos do falso “marketing” político contribuíram para enfraquecer a nossa juvenil democracia e, consequentemente, o Estado brasileiro. Ademais, o radicalismo tem influenciado de forma negativa as alterações de comportamento e de organização social. Crises várias decorrem de movimentos radicais e tendenciosos que não procuram soluções, mas modelos inadequados do ponto de vista socioeconômico, jurídico e político. O Estado brasileiro existe não para ser opressor, corrupto ou injusto, mas para assegurar os princípios básicos da democracia. Precisamos alcançar as verdades essenciais, com consciência crítica, tendo por objetivo os valores éticos e morais indicadores de um contexto onde prevaleçam a liberdade a justiça e a igualdade de oportunidades, conforme o Estado Democrático de Direito previsto na nossa Carta Magna.
Gonzaga Mota
Professor aposentado da UFC
                                              Ex Governador do Ceará e meu amigo.

No Icó

Segurança pública 

Mesmo sendo uma atribuição institucional do Governo do Estado do Ceará, no tocante a Segurança Pública dos munícipes icoenses e cearenses, a prefeita Laís Nunes - desde que assumiu a Prefeitura Municipal de Icó, tem feito todos os esforços para formar parcerias nesta importante temática. 

- Já se reuniu com o Secretário de Segurança Pública do Estado do Ceará por várias vezes para apresentar reivindicações;

- Já se reuniu várias vezes com o Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Ceará para apresentar reivindicações;

- Conseguiu a implantação da Delegacia da Mulher em Icó;

- Conseguiu com o Governo do Estado do Ceará para que seja implantado um Batalhão de Divisas em Icó;

- Reinvindicou  Atendimento regular de plantões da Polícia Civil na própria comarca de Icó nos finais de semana;

- Conseguiu com o Governo do Estado do Ceará para que se implante, no futuro próximo, uma base do BP Raio de Motocicletas em Icó;

- Implantou a Guarda Municipal de forma regular;

- Conseguiu com o Governo do Estado do Ceará para que seja implantado em ICÓ o Projeto Pró-Cidadania;

- Nomeou um Sargento da Polícia Militar do Estado do Ceará para ser Secretário de Segurança Pública Municipal;

- Fez parcerias institucionais com a Polícia Militar e Civil da Comarca de Icó, solicitando a abertura de bases da PM nos maiores distritos rurais.

Além dessas ações já em curso e outras já agendadas, a prefeita Laís Nunes ainda requereu ao governador Camilo Santana aumento nos efetivos da Polícia Militar e Civil para o município. 

PDT em Itarema

O PDT do Ceará dará continuidade a série de encontros regionais com um evento, amanhã, no município de Itarema. Segundo a legenda, o “Encontro Regional do Litoral Oeste e Vale do Curu” pretende debater “o projeto para transformar o Brasil” reunindo as lideranças pedetistas da região. O evento vai contar com a presença do presidente estadual da sigla e deputado federal, André Figueiredo; do ex-governador do Ceará, Cid Gomes; do deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Zezinho Albuquerque e outras lideranças políticas da região.

Água do Araraas vai abastecer Hidrolandia

Nova adutora será inaugurada no Sertão de Crateús

O governador Camilo Santana inaugura, nesta sexta sexta-feira (26), obra de implantação de uma nova adutora de 10,7 Km de extensão para abastecer o município. Com investimento de R$ 3,5 milhões, o equipamento construído pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) vai beneficiar cerca de 15,5 mil habitantes.

A adutora vai transportar água do açude Paulo Sarasate (conhecido como açude Araras), em Varjota, até a estação de tratamento de água no distrito de Irajá, em Hidrolândia. Após ser tratada, a água segue para abastecer a população. O projeto de instalação da adutora foi pensado obedecendo aos critérios de declives e aclives mínimos a fim de garantir o bom funcionamento do equipamento.

A melhoria no sistema adutor de Hidrolândia foi uma importante medida adotada pelo Governo do Ceará para garantir a segurança hídrica do município, uma vez que a adutora anterior apresentava muitas ocorrências de vazamento.

Obras de segurança hídrica no Estado

Ao longo de 2015 e 2016, foram perfurados mais de três mil poços, construídos 330 km de adutoras de norte a sul do Ceará, instalados 550 chafarizes e 191 sistemas de dessalinização de água. O Governo do Ceará investiu recursos da ordem de R$400 milhões na área de recursos hídricos.

Serviço
Inauguração da adutora de água bruta de Hidrolândia
Data: 26.05.17, sexta-feira
Horário: 16h
Local: Hidrolândia

As obras da Fiocruz

Governador visita unidade da Fiocruz nesta sexta-feira (26)

O governador Camilo Santana visita, nesta sexta feira (26), às 12h, a unidade da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Ceará, localizada no Polo de Saúde do Eusébio. A unidade, que conta com investimento de R$ 170 milhões, será inaugurada no segundo semestre deste ano.

Serviço
Governador visita unidade da Fiocruz no Ceará
Data: 26.05.2017 (sexta-feira)
Horário: 12h
Local: Polo de Saúde do Eusébio

No laço

Van da Nassau visita escolas em Fortaleza
Iniciativa realiza de forma gratuita teste vocacional e atividades lúdicas
 
Nos dias 25 e 26 de maio a Faculdade Maurício de Nassau, em Fortaleza, através do projeto “Blitz Nassau” realiza visitas em escolas públicas e particulares da capital. A iniciativa realiza testes vocacionais, além de orientar sobre programas estudantis e brincadeiras lúdicas com os estudantes.
 
Ao todo serão três escolas foram contempladas a Maria Ester, Salomé Bastos e Raimundo Nonato. Os participantes durante a visita da Blitz terão contato com óculos de realidade virtual que simula uma montanha russa, e apresenta a instituição de ensino.
 
Para a analista de carreiras da NASSAU, Renata Alexandre, o objetivo é aperfeiçoar as competências nos participantes. “Essas oportunidades ajudam os participantes a serem treinados com as mais diversas habilidades de desenvolvimento pessoal”, pontua.
 
Para mais informações, os interessados devem entrar em contato através do telefone (83) 3201.2427 ou através do e-mail: ricardo.ribeiro@mauriciodenassau.edu.br.

Prefeitura e clubes, juntos pela educação

PREFEITO ASSINA PARCERIA COM CLUBES PARA AMPLIAÇÃO DA
EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL
 Os alunos almoçam na escola e seguem no transporte escolar para as atividades do contraturno nos clubes. Além dos três clubes que assinaram a parceria nesta quinta-feira, o prefeito Roberto Cláudio anunciou que o Náutico Atlético Cearense e o Clube do Vila União já mostraram interesse em fazer parte do Projeto Integração. A ação inclui ainda transporte, material didático e apoio de profissionais da Rede Municipal de Ensino. Com relação à prática de atividades esportivas, os alunos terão futsal, vôlei, natação, basquete, futebol de campo e handebol. Para a estudante do 9º ano Rebeca Sousa, o projeto vai ajudar a alcançar um sonho antigo. “Meu desenvolvimento vai melhorar muito e isso é importante porque no ano que vem quero muito entrar na escola profissionalizante”, comemorou.


Três clubes sociais de Fortaleza vão oferecer atividades para estudantes da rede pública da Capital do 9º ano do Ensino Fundamental. A ação faz parte de uma parceria firmada entre a Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Secretaria da Educação de Fortaleza, nesta quinta-feira (25/05). Na primeira etapa do projeto, 400 alunos serão beneficiados com atividades no contraturno das aulas no BNB Clube, no Clube dos Diários e na AABB.
A iniciativa visa à ampliação do Programa de Educação de Tempo Integral para alunos do 9º ano do Ensino Fundamental que, além do cumprimento da jornada nas escolas, terão atividades no contraturno em um dos clubes parceiros, contemplando aulas de português e matemática, projeto de vida, empreendedorismo, atividades esportivas e culturais.
“É uma parceria importante com a iniciativa privada para que possamos dar oportunidade aos nossos estudantes. Muitas delas nunca poderiam ter esse suporte, acesso aos clubes, professores para reforço escolar”, explicou a secretária Municipal de Educação, Dalila Saldanha.
Atualmente, mais de 64 mil alunos são atendidos no Tempo Integral da Rede Municipal de Ensino. Isso representa 30% do total de estudantes. As atividades já começam na próxima segunda-feira, dia 29 de maio.
“Uma criança que passa o dia inteiro na escola fica protegido dos males da rua e tem uma performance educacional melhor. A nossa proposta é, ano a ano, ampliar a oferta de vagas no Tempo Integral e fechar mais parcerias como esta”, afirmou o prefeito Roberto Cláudio.

Estava esperando o quê?

Senador do PMDB acusa Temer de retaliação

Para Eduardo Braga, governo demitiu a ex-deputada Rebecca Garcia, sua aliada, da Superintendência da Zona Franca de Manaus em retaliação ao voto dele favorável ao adiamento da reforma trabalhista e à sua relação de proximidade com Renan
Divulgação
Eduardo Braga e Rebecca Garcia fazem o "V" da vitória no final de outubro de 2014, quando perderam a disputa ao governo do Amazonas
  O senador Eduardo Braga (PMDB-AM) classificou como retaliação a ele a demissão da superintendente da Zona Franca de Manaus, a ex-deputada Rebecca Garcia (PP-AM), que ocupava o cargo desde outubro de 2015, ainda no governo Dilma. Em entrevista ao Congresso em Foco, o senador atribuiu a saída de sua aliada à decisão dele de votar pelo adiamento da reforma trabalhista no Senado e à proximidade que mantém com o líder da bancada no Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), desafeto do presidente Michel Temer.
“Votei com os trabalhadores e fui surpreendido. Só fiquei sabendo da demissão da Rebecca pelo Diário Oficial da União”, disse Braga. Ex-líder do governo e ministro de Minas e Energia do governo Dilma, o senador foi o responsável pela indicação de Rebecca para o cargo federal mais importante da região Norte. Os dois são próximos: ela foi candidata a vice dele na eleição ao governo do Amazonas em 2014. Ele foi derrotado por João Melo (Pros), cassado este mês pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Eduardo Braga é identificado pelo Palácio do Planalto como um governista dissidente e apoiador de Renan. Há duas semanas o senador articulou uma carta de apoio a Renan, ameaçado de destituição pela maioria da bancada peemedebista no Senado. O ex-governador amazonense chegou a recolher 12 assinaturas, mas o documento acabou engavetado após negociações feitas por Temer para acalmar Renan.
Não bastasse perder o cargo, Braga está irritado com a possibilidade de a Suframa ser presidida por um indicado do senador e também ex-governador do Amazonas Omar Aziz (PSD), o engenheiro Appio Tolentino. Aziz foi vice de Eduardo Braga durante o governo do peemedebista. Mas os dois romperam e hoje são adversários políticos. Ontem à noite o senador participou da reunião da bancada do PMDB que pretendia destituir Renan da liderança, mas a decisão foi adiada.

Medalha pro animador cultural

Câmara institui medalha Cláudio Pereira da Cultura Fortalezense

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou projeto de resolução do vereador Acrísio Sena (PT) que instituiu a Medalha Cláudio Pereira da Cultura Fortalezense destinada a homenagear, anualmente, artistas e personalidades ligadas à cultura de nossa cidade em vida ou in memoriam, que tenham se destacado nas áreas da música, teatro, cinema, pintura, escultura, fotografia ou quaisquer outras atividades culturais que possibilitem a divulgação e a consolidação cultural fortalezense dentro ou fora do âmbito municipal.
Pelo texto, poderão ser agraciados, além dos artistas, personalidades e/ou entidades públicas ou privadas que desenvolvam projetos de apoio, patrocínio, divulgação, produção, registro e documentação da atividade cultural fortalezense. Serão até três medalhas para artistas e até duas para personalidades e/ou entidades públicas. A escolha será através de representantes daComissão de Cultura, Desporto e Lazer da Câmara Municipal do Fortaleza; Secretaria Municipal de Cultura do Município de Fortaleza; Secretaria da Cultura do Estado do Ceará; Departamento de Artes da UFC; um representante da classe artística.
Cláudio Roberto de Abreu Pereira, foi jornalista e bacharel em ciências jurídicas e sociais pela UFC. Nasceu em Fortaleza,em 1945 e viveu sua infância entre a capital e Columinjuba (Maranguape), terra de Capistrano de Abreu, irmão de seu avô.Destacou-se ainda como estudante. Em 1973, grave acidente automobilístico o deixou paraplégico, o que não o impediu de atuar. Em 1985, com a eleição da prefeita Maria Luíza Fontenele, foi responsável pelo Departamento de Turismo. A ele coube estruturar, implantar e instalar a Fundação Cultural de Fortaleza, órgão que dirigiu em quatro diferentes administrações.
Entre suas inúmeras realizações estão a criação do Festival Vídeo Mostra Fortaleza, do Festival de Teatro de Fortaleza, do Prêmio Literário Cidade de Fortaleza, do Prêmio Eduardo Campos – Concurso de Dramaturgia, do Salão de Arte Infantil, de incontáveis festivais de música, de folclore, entre outros. Coube a ele implantar a Escola de Música do Ancuri, dando início à formação da Orquestra Sinfônica de Fortaleza, projeto que mereceu referências até no exterior. Participou do projeto de implantação do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, ocupando a Diretoria de Marketing e Relações Públicas daquele órgão durante a primeira administração. Foi membro fundador da Academia Fortalezense de Letras.

Aqui não, Capitão

 Zezinho Albuquerque indefere impeachment contra Camilo

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque (PDT), negou o pedido de impeachment do governador Camilo Santana. A solicitação foi protocolada na Casa, na última terça-feira (23), pelo deputado Capitão Wagner (PR), com base na delação premiada da JBS. Segundo o presidente, a decisão segue orientação da Procuradoria da Casa, que confeccionou um parecer sobre o assunto.
O documento ressalta que a denúncia não deve ser recebida em “face de carência de justa causa” para iniciar um processo de impeachment.
“Recebi o parecer e torno público neste momento. Ante o exposto, com suporte no artigo 327, do Regimento Interno desta Casa, além do Artigo 19 da Lei Federal nº 1.079/50, ficou decidido pelo não recebimento da denúncia apresentada pelo deputado estadual Capitão Wagner, em face da carência de justa causa que possa amparar o processamento do excelentíssimo senhor governador do Estado do Ceará, por crime de responsabilidade”, frisou Zezinho Albuquerque ao ler o parecer jurídico.
Capitão Wagner, entretanto, recorreu da decisão. Em nota, a assessoria do parlamentar, afirmou que o recurso foi protocolado na tarde de ontem e solicitou que o pedido seja votado no plenário da AL. Além do republicano, assinaram o documento os deputados Leonardo Araújo (PMDB), Odilon Aguiar (PMB), Fernanda Pessoa (PR) e Daniel Oliveira (PMDB).
O pedido de impeachment foi feito com base na delação da JBS que apontou que o ex-governador Cid Gomes recebeu R$ 20 milhões, por meio dos atuais secretários Arialdo Pinho e Antônio Balhmann para financiar a campanha do então candidato Camilo Santana.

OAB
A votação do recurso ao plenário ainda não tem data definida. Enquanto isso, o deputado Leonardo Araújo (PMDB), integrante da bancada de oposição, protocolou novo pedido de impeachment contra o governador Camilo Santana. Desta vez, na Ordem dos Advogados do Brasil – secção Ceará (OAB/CE).
“A fundamentação é grande. O ex-governador Cid (Gomes) se contradiz bastante. O governador Camilo Santana tem dado o silêncio como resposta – comprovação de que existe algo a esconder”, argumentou ele, acrescentando que, por meio de requerimento, também solicitou manifestação da OAB acerca dos fatos que envolvem personalidades públicas do Estado nas delações da empresa JBS.
“A OAB nacional já se manifestou pedindo o impeachment do presidente Michel Temer, numa delação dos irmãos Wesley e Joesley Batista. A OAB do Estado tem que seguir o mesmo caminho, porque, na mesma delação que está fundamentando o impeachment do presidente Temer, está delatado o governador Camilo”, justificou.
Leonardo Araújo também teceu críticas ao ex-governador Cid Gomes, que, segundo ele, admitiu ter tratado de política com os irmãos. “Disse como se fosse um líder político nacional, que tratou da política do Estado de Goiás; não falou da candidatura de Camilo, mas da candidatura, que nunca existiu, de um dos irmãos da JBS ao Governo de Goiás”, comentou ele.

Matos quer investigação; aliados de Cid pedem cautela
A delação premiada da JBS continua repercutindo na Assembleia Legislativa. Ontem, durante a sessão plenária, o deputado Carlos Matos (PSDB) defendeu a investigação da denúncia feita pelos donos da JBS contra o ex-governador Cid Gomes.
O parlamentar avaliou, ainda, que o processo de impeachment do governador Camilo Santana deveria ser deferido. “Precisamos zelar pela imagem da autoridade máxima do Estado, e esse tipo de denúncia não é bom para a atração de novos investidores e turistas”, comentou.
Aliados de Cid, porém, saíram em defesa do correligionário. O deputado Sérgio Aguiar (PDT) classificou de “ilações” as críticas feitas por Carlos Matos e avaliou que a conduta do parlamentar, ao trazer o tema para a tribuna, “não foi justa”. Ele solicitou também que os fatos sejam analisados antes de serem julgados.
Já o deputado Ferreira Aragão (PDT) cobrou cautela aos críticos do Cid Gomes. Para ele, “o ex-governador não pode ser condenado ou alvo de execração pública por existir a chamada presunção de inocência, que salvaguarda a honra das pessoas quando não há 100% de certeza sobre o cometimento de ilegalidades”. E lembrou que Cid apresentou seus esclarecimentos e negou, com apresentação de documento, qualquer recebimento ilegal de recursos da JBS. Aragão também demonstrou contrariedade com o fato dos empresário seguirem em liberdade, após nova crise política no País.

Capa do jornal O Estado Ce



Lula em Brasilia

Oportunidade   Depois de Temer convocar as Forças Armadas para atuar em resposta à manifestação de quarta-feira (24), Lula desembarca em ...