sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Coluna do blog




Tá legal, falemos de natal
A pauta do patrão é, sem dúvida, os arroubos e arranca-rabos do mundo político cearense, numa ebulição de fazer inveja aos fornos crematórios do Inferno. O Inferno é quente, mas tem suas alas de excelência, tipo forno crematório. Pois bem; fujo à pauta porque ser convencional é uma coisa horrorosa. Notícia é notícia, comentário é conversa fiada e história, ah, sim, história é história. Pois saibam que tive natal como criança.Nascido na primeira metade do século passado, filho de um pós guerra traumático, numa terra evoluída mas que não tinha ainda água encanada, poucas geladeiras e o mundo chegava pelo rádio, impossível não ter natal. Natal mesmo, com papai Noel e sonhos e dormir cedo pra esperar o cara deixar os presentes sob a cama, na verdade ao lado. Tive dois natais marcantes dos quais jamais esqueço. Um foi da fase jogador de futebol, quando pedi em carta bem redigida e fundamentada, um balão de couro número 5, igual ao que jogavam no campo da Cidao, nosso estádio colossal. Ganhei. Era linda. E era bola sem costura, com pito, isto é, pra encher precisava de uma bomba e uma agulha especial. Imagina a moral de chegar na Praça João Pessoa as 4 da tarde, dono da bola! Escolher o lado pelo qual jogar e ir pro gol todo orgulhoso! O outro, foi um pouco mais tarde. Aí pelos 10 anos comecei a ver os seriados; Zorro, Hopalong Kassidy, Roy Rogers, Buck Jones, Buffalo Bill e outros heróis que nos faziam prender a respiração na luta contra o bandidos. Pedi pra Papai Noel, aí em carta bem mais aprumada, um revolver de espoleta com cartucheira. Meu Deus! O revolver era enorme. Parecia que o tambor tinha seis balas de verdade. E vinha com uma caixa com rolos de espoletas que faziam explosões quase verdadeiras. Os tiros ecoavam na Praça João Pessoa.E a cartucheira! Pense na beleza! Sim, e como eu ia dizendo, quando eu era menino tive natais. Esses dois aí contados, tão marcantes que durante muito anos fui repórter, redator, narrador de esportes incluindo o futebol. Além do que, virei um jornalista voltado para a investigação no mundo político. Deve ser por isso que nunca mais fui a um campo de futebol, nem como expectador e tenho verdadeiro horror a armas, de quaisquer calibres. Mas, se de todo você ainda assim não acreditar, saiba...Papai Noel existe, principalmente pra meninos cheios de sonhos. Feliz natal.

A frase: “...quem se vende por dinheiro se vende por muito pouco”. Tem gente observando a cena.



Inabilidade matou o TCM (Nota da foto)
Acabaram, extinguiram o TCM. Fim da boquinha pra uns, fim do emprego pra muitos. Dizia Mãe Vovó Petronilha, A Racista, que sabedoria quando é muita, cresce e come o dono. Já Janio Quadros ao fim de festas dizia...Ê deu nô quê deu!!! Observação final: Não teria ocorrido se o Eufrasino Neto fosse vivo.

Protocolado
O deputado estadual Odilon Aguiar (PMB) protocolou na manhã de terça-feira (20), na Presidência da Assembleia, o requerimento que solicita informações sobre as despesas do Poder Legislativo Estadual não disponibilizadas no Portal da Transparência. O prazo para a apresentação das informações é de 10 dias. 

Extensão
Segundo apurou esta coluna, o extenso pedido do deputado Odilon Aguiar vai ser complementado por informações que irão lá atrás, ao tempo em que o líder dele, ex-deputado Domingos Filho era presidente da Assembleia e que seriam disponibilizadas inclusive pra imprensa.

Sem grilos
Diz que faz parte da democracia a crítica leve ou contundente, o debate morno, aquecido ou requentado sobre assuntos que possam interessar ao eleitor. Aliás, o eleitor cearense ao invés de se preocupar se diverte com os arranca-rabo entre políticos da terra, envoltos em chega-pra-lá.

Carapuça
Quando alguém gritar, por exemplo, que neguim que quer o fim do TCM está pensando em se ver livre de processos futuros, por favor, todos os demais, fiquem tranquilos pois tudo pode ser só arroubos momentâneos; realmente eles querem dizer...I Love you. Às vezes nem tanto.

Quem acusa,que prove
Do Zé Guimarães: Não tenho nada com Engemix, não intermediei negócios no BNB, estou com a consciência tranquila. Guimarães foi acusado de ter feito isso aí de que se defende e ainda de receber um toco de R$90 mil contos. O Procurador da República que prove ou vai ser processado por injúria,calunia e difamação,ouvi. Janot não conhece o Encantado.

Rito
Vai ser assim: dia primeiro de janeiro, as quatro horas da tarde, os vereadores de Fortaleza,eleitos pro próximo quadriênio, tomam posse. Em seguida elegem a mesa diretora. Logo depois darão posse a Roberto Claudio. Se contar com discursos e liturgias, é coisa pra duas horas de função.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Evangelho

Sexta-feira, 13 de Outubro de 2017. Santo do dia:  São Venâncio de Tours, abade Cor litúrgica: verde Evangelho do dia: São Lucas 11, 15...