terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Coluna do blog



O General e os golpistas
Valho-me da generosidade do amigo Mauro Santayana para reproduzir o pensamento dele sobre essa imbecilidade de volta dos militares ao poder. “Como as matrioshkas, as famosas bonequinhas coloridas russas, o Brasil, país com uma boa parcela da elite de perene vocação udenista, sempre esconde um golpe dentro do outro, e entre os diferentes grupos de golpistas, encontram-se, naturalmente, além dos mentirosos, dos traidores, dos enganadores, dos jurídicos, dos manipuladores e dos sem caráter, os loucos. Execrado, por suas declarações, pelas vivandeiras de plantão, nos comentários dos portais e das redes sociais, o General Eduardo Villas Bôas, Comandante do Exército, deu mais uma vez um "chega pra lá" nos desequilibrados que pedem uma "intervenção militar", com uma entrevista exemplarmente legalista ao "Estado de São Paulo". Para o Comandante Villas, quem exige a volta dos militares ao poder, invadindo o plenário da Câmara dos Deputados é "tresloucado" ou "maluco", e os militares, que estariam escaldados e imbuídos de sua responsabilidade constitucional, teriam "aprendido a lição" com relação a não meter-se na seara política, após sua longa experiência com o regime militar. Uma coisa são os oficiais da reserva, que criticam a "democracia" e a situação atual, na maioria das vezes, dentro dos limites da lei. Outra, os fascistas civis, hipócritas e extremistas que chegam a ser mais radicais do que eles, escudando-se, como sempre, nas forças armadas, para tirar suas castanhas do fogo, como fizeram em 1954 e 1964. E outra, ainda mais diferente, a situação dos militares da ativa, que, dentro de uma perspectiva sobretudo nacionalista, tiveram a oportunidade de conviver com governos de diferentes tendências no comando da Nação, nos últimos 20 anos. Embora observando, como qualquer outro cidadão, o panorama político, eles  parecem estar muito mais preocupados com suas aposentadorias e pensões e com o futuro dos grandes programas e projetos de material de defesa iniciados nos governos Lula e Dilma, como os tanques Guarani, o Sistema Astros 2020, o KC-390, os caças Gripen NG-BR  e o submarino nuclear da Marinha - em um governo que pretende paralisar estrategicamente a Nação por 20 anos - do que em transformar o Brasil em um Líbano ou em uma Síria, e assumir o pepino ingovernável em que se transformou a República, com a quebra da normalidade institucional e da independência entre os poderes, que está sendo promovida, principalmente no âmbito do Judiciário, neste ano.”

A frase: “Vão ficar só 7. Vamos nos livrar de 14”. Heitor Férrer sussurrando  à coluna sua vontade com o fim do TCM.


Cidadania (Nota da foto)
Izolda Cela, vice Governadora do Ceará tem um de seus troncos familiares em Camocim, no litoral Norte. Ali nasceu seu tio avô Raimundo Cela um dos mais importantes artistas plásticos brasileiros. Izolda acaba de receber o título de cidadã honorária do município e assim ser igual aos parentes.

Voltam hoje as votações
No Plano de Sustentabilidade enviado à Assembleia pelo Governo do Ceará, estão matérias como a que eleva a alíquota do ICMS de 17% para 18%, e o aumento da contribuição previdenciária de 11% para 14%.

Além disso...
Também ficou para esta semana  a polêmica emenda, de autoria de Heitor Férrer (PDT), que pede a extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Aí o  caldo engrossa. O que tem de gente dizendo sim e de gente dizendo não...Sei, não.

Viu o Ibope?
De acordo com a última pesquisa feita antes das delações da Odebrecht, 72% dizem não confiar no presidente Michel Temer (ante 68% em outubro); outros 23% dizem confiar (ante 26%) e 5% não sabem ou não responderam (ante 6%). Cadê as panelas paneleiros?

Reajuste aprovado
O subsídio dos membros da Defensoria Pública da União (DPU), na categoria especial, a partir de janeiro de 2017 será de R$ 27.905,25. O PL 7924/14, que já foi aprovado pelo Senado, seguiu para a sanção presidencial. Que dia chega a briga nos Estados?

Colegas
Zé Arnon, era deputado federal. Rafaek Grecca, também. Padre Zé, próximo aos dois convida; Grecca, quando você vai ao Ceará? Grecca olha no rumo do juazeirense e dispara com bossa...quando o lindão do Zé Arnon convidar.São colegas hoje prefeitos de Curitiba e Juazeiro do Norte.

Piaba frita
Mauriti e Martinópolis dois pequenos municípios do Ceará tiveram seus prefeitos afastados por conta de desmontes anunciados nas administrações. Tudo peixe miúdo, sem grandes importâncias se comparados aos grandalhões. Nenhum dos dois tem voto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A luz

Ainda bem que tem o sol.