quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Teste pioneiro


Curativo fabricado com pele de tilápia é testado em vítimas de queimaduras

A Prefeitura de Fortaleza, por meio do Instituto Dr. José Frota (IJF), e o Instituto de Apoio ao Queimado (IAQ) apresentam, nesta sexta-feira (11), às 9h, em entrevista coletiva com a imprensa, os dados dos avanços na pesquisa sobre a utilização da pele do peixe da espécie tilápia como alternativa no tratamento de lesões em vítimas de queimaduras. Os resultados serão repassados pelo coordenador do projeto, o cirurgião plástico cearense Edmar Maciel, presidente do IAQ e médico do IJF.

O desenvolvimento de um curativo biológico com base em animais aquáticos é inédito no mundo e já se encontra em Fase Clínica 2, com testes em seres humanos, sendo a técnica pioneira utilizada no tratamento de pacientes do Núcleo de Queimados do IJF. A pesquisa vem sendo realizada há mais de dois anos, no Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos (NPDM) da UFC (Universidade Federal do Ceará), com financiamento da Companhia Energética do Ceará (COELCE) e participação de pesquisadores do Ceará, de Pernambuco e Goiás.

Logo nas primeiras etapas do estudo, a utilização clínica do pele da tilápia mostrou-se promissora, tendo em vista as semelhanças do material com a pele humana, como grau de umidade, alta qualidade de colágeno e resistência. Testes em animais terrestres também descartaram possíveis riscos de contaminação com a nova técnica que, de acordo com os realizadores, tem mais poder de cicatrização que os métodos convencionais e ainda é capaz de reduzir a sensação de desconforto, dor, perda de líquido e ocorrência de infecção.

SERVIÇO
Entrevista Coletiva
Dia:
11/11/2016         Horário: 09h
Local: Auditório principal do Instituto Dr. José Frota (IJF)
Bloco Hospitalar - Rua Barão do Rio Branco, 1816 – Centro

Nenhum comentário:

Postar um comentário