terça-feira, 29 de novembro de 2016

Sumir do radar

Avião da Chapecoense sofre acidente em viagem para a Colômbia

O avião que transportava a delegação da Chapecoense, para Medellín, local do primeiro jogo da decisão da Copa Sul-Americana, desapareceu do radar e sofreu um acidente em Cerro Gordo, nas cercanias da cidade de La Unión. As informações foram confirmadas pelo próprio aeroporto da cidade colombiana.
Quatro ambulâncias se deslocaram para o local, e habitantes também auxiliaram nos primeiros socorros. Ainda não há qualquer confirmação sobre o número de feridos no acidente.
O avião de matrícula CP2933 * transportava 72  pessoas. A delegação brasileira viajava rumo a Medellín, cidade na qual a Chapecoense iniciaria nesta quarta-feira a briga pelo primeiro título continental diante do Atlético Nacional.
A Aerocivil colombiana também se pronunciou sobre o acidente. "Uma aeronave procedente da Bolívia, da empresa Lamia e com matrícula SP2933 RJ 80, se acidentou em Cerro El Gordo (...), com 72 passageiros, da equipe Chapecoense (Brasil), e 9 tripulantes a bordo", emitiu, em nota, a organização.
"Os organismos atendem neste momento a situação e procedem o traslado dos feridos a diferentes centros assistenciais da região. Pessoas da Aeronáutica Civil já instalou um Posto de Mando Unificado no Centro de Operações Aéreas no Aeroporto José Maria Córdová de Rionegro para atender a situação", acrescenta, a nota.
O avião da Chapecoense saiu de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, rumo a Medellín na noite desta segunda-feira. Informações da imprensa colombiana apontam a falta de combustível como motivo para o acidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário