segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Os sobreviventes

PT Ceará reúne prefeitos e vereadores eleitos

O Partido dos Trabalhadores vai reunir num hotel de Fortaleza, hoje, todos os prefeitos eleitos pela legenda no Estado do Ceará. Este será o primeiro encontro da legenda depois das eleições municipais. O PT conquistou 15 prefeituras, além de eleger 18 vices e também 133 vereadores.
Dividido em dois painéis, o evento pretende apresentar ideias para uma gestão mais democrática, transparente e participativa dos políticos, além de discutir os desafios que a atual conjuntura apresenta.
“Temos que cumprir nosso papel em defesa do trabalhador e da democracia, através de uma boa gestão nos mandatos nos municípios do Estado. A luta pelos direitos do povo e uma maior participação política da sociedade é essencial para revertemos o golpe que nosso país sofreu e sofre hoje”, explica o presidente do PT Ceará, De Assis Diniz, acrescentando que o país passará por “uma quadra de desafios”, em referência às propostas administrativas do governo federal, e a siga precisa reforçar as diretrizes de atuação, e para mostrar a importância dos municípios no desenvolvimento do país.
Questionado se o resultado eleitoral traz alguma autocrítica ao partido, De Assis frisou que a “tendência é reconhecer que houve erros na condução de políticas econômicas e problema no financiamento empresarial”.
O deputado federal José Guimarães (PT) afirmou que a sigla vem trabalhando para se fortalecer, sobretudo após as eleições municipais. Na última sexta-feira, a direção estadual esteve reunida para discutir os rumos partidários e realizar uma avaliação eleitoral. Além do encontro de hoje, ele adiantou que, no próximo dia 10 de dezembro, realizará uma plenária do seu mandato em Fortaleza.
Todas essas agendas, como explica o parlamentar, serão preparatórias para o VI Congresso Nacional do PT, que =acontecerá em abril. Antes, conforme informou o petista, vão acontecer os encontros municipais e estadual, onde serão debatidas estratégias visando as eleições de 2018. “Nós já estamos trabalhando para a reconstrução do PT, vai haver correção de rumos para as disputas nacional e estadual”, frisou ele, prevendo que a legenda deva disputar à Presidência da República, possivelmente com o ex-presidente Lula. Por outro lado, admitiu que ainda é cedo para colocar nomes.
Camilo Santana
Guimarães aproveitou também para minimizar os rumores acerca da possível desfiliação do governador Camilo Santana. “O Camilo é governador, está fazendo uma boa administração toda voltada para o crescimento do Ceará. Com todas as dificuldades que o Estado está passando, o governador tem conseguido muita coisa, com destaque o que aconteceu na China que foi assinatura para uma refinaria para o Estado. Esse acordo foi feito quando a presidente Dilma estava no cargo”, disse ele, acrescentando que Camilo dispõe de todo apoio do PT.
Sobre a gestão Roberto Cláudio, Guimarães observou que as declarações contrárias a administração municipal são “individuais” e defendeu que a legenda discuta o assunto, antes de qualquer mudança de postura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário