terça-feira, 29 de novembro de 2016

Coluna do blog




As preferências duradouras
Impossível fazer previsão política quatro anos à frente. Ora,ora,ora. Impossível é achar que não é possível prever ou, no mínimo exercitar um tiquim de achismo, desde que com base naquilo que se tem à mão. Os fatos, as conversas, os movimentos. Política é um tabuleiro de xadrez onde as brancas começam o jogo, nem sempre ganham mas há quem sempre movimente peão-4-do rei. É isso que dá ao analista a chance de errar a longo prazo ou não conter seu ânimo de apontar a agulha imantada de seu feeling para onde o norte indica. O feliz resultado desses premonições vem das apostas em Roberto Claudio, desde sua eleição para a presidência da Assembleia do Ceará. Os passos seguintes foram apostas fáceis num “cavalo” vencedor, corredor de grande prêmio, bicho de disputa de carreira longa. Isso já foi, mas não foi tudo. Contem com os próximos passos de Roberto Claudio acima do patamar em que anda. Pois bem. Essa conversa vem a propósito dos movimentos que hoje rodeiam Salmito Filho. Presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, reeleito com votação crescente e preferido pela imensa maioria de seus pares para continuar tocando o barco na Casa do povo, Salmito tem desde antes lugar marcado no futuro de Fortaleza. Sua próxima presidência da Câmara é credencial para seguir seguindo e isso já foi dito a ele no pé do ouvido. Essa preferência repetida de Salmito Filho é poule de dez para um futuro onde quatro anos não é nada e apostar em preferências é fato normal na vida de quem segue a corrida de cada sangue puro.

A frase: "Conversei com dois secretários de Estado, Ildivan Alencar (SEDUC) e Inácio Arruda (Ciência e Tecnologia), sobre a importância de garantir ensino superior para nossa gente de forma continuada e perto de casa". Deputada Laís Nunes falando luta pelo campus da UFCA em Icó.


A próxima queda?(Nota da foto)
Em seis meses do Interino caíram seis ministros de suas arrumações. O último foi defendido por ele numa pinimba por um apartamentozinho de R$3 milhões, mais ou menos, na Bahia. Quem matou Odete Roitman?

Respeitosamente
Não seria querer demais que deputados e senadores votassem contra si próprios nessa história de caixa dois “pratrasmente”?

Ora,ora,ora
Os caras, uma maioria avassaladora, usou caixa dois, imoral mas não criminal, para suas candidaturas no passado e agora vai votar pra se incriminar?

Daqui pra frente...tudo bem
Caixa dois crime, daqui pra frente, até que tudo bem, mas valendo pra trás? Que lei se muda no meio do caminho pra punir pênalti de jogo passado? Penso na cabeça deles.

Ô Prefeitinho
A prefeitura de Icó, na semana nacional da música,  recolheu  os instrumentos, lotou o maestro Bonfim Estevão na unidade do CAPS e acabou a Banda de Música.

E mais...
Por ordem do Prefeito JJ, a Prefeitura deixou de pagar a bolsa remunerada aos componentes da banda assim extinta por um cara que nunca mais vai passar no Icó.

A Cogerh informa
Mês que vem será suspenso o fornecimento de água para a agricultura irrigada no Ceará. A informação é da Companhia de Gestão de Recursos Hidricos. E bra!

De lascar
Na briga do mar com o rochedo sempre perde o camarão. Na seca de quatro anos outra vez perde o camarão e seu criador.

Pela metade
Em 2015 produzimos 55 mil toneladas de camarão de cativeiro. Para 2016 o povo do setor acha que a balança final não vai pesar  30 mil toneladas.

Mutirão
O Tribunal de Justiça do Ceará, seguindo normas do STJ, está realizando o 11º. Mutirão da conciliação entre partes em demanda jurídica no Estado. Diminui os pepinos, arruma problemas e ajusta brigas muitas vezes bobas que entopem causas graves.

Tá é bom
Turistas entraram num ônibus, todo mundo morrendo de alegria pra pegar um bronze em Canoa Quebrada. Tudo estrangeiro. No meio do caminho o ônibus foi fechado por carros e os passageiros assaltados.

Levaram tudo
Dinheiro, câmeras, computadores de mão, passaportes, os bandidos levaram tudo o que havia no interior do veículo assaltado. Pior: os assaltados só fizeram o BO muito tempo depois porque havia greve na Civil.

Volta
Assaltados pediram passaporte de urgência pra passarem pela federais dos países por onde trafegariam e foram embora. Fica um grande exemplo para o turista e um ensinamento para o trade ou de como não vir ao Ceará.Alias,porque não vir ao Ceará.

Devemos ao FMI?
Uma missão do FMI desembarca no Brasil nesta semana para estudar de perto a situação financeira dos Estados brasileiros. Deve conversar com autoridades, técnicos e economistas de organismos internacionais que atuam no país. E vem aqui.



Nenhum comentário:

Postar um comentário