quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Coluna do blog




Está sufocante
Ninguém está resistindo à ideia de reclamar da vida brasileira. Calma, não é essa coisa de cheia no sul, no norte, seca no  nordeste, geada no centro oeste. Não. É coisa de roubalheira também, não. É muito pior. Outro dia foi falado aqui do mal estar do povo tido e havido por Sérgio Buarque de Holanda como um povo cordial, como coisa vinda do coração. E a gente notou que o mundo brasileiro estava errado. Há no ar uma inversão de valores. São regras e leis que estão literalmente esculhambando a vida brasileira. Pode até ser forte a expressão, mas é esculhambação mesmo. A intolerância em nome de um “país igual e justo” tá sendo de uma frescura sem par. Desde que inventaram que tem que nominar os gêneros, tipo crianças e crianços, onde o gênero humano foi repartido em machos e fêmeas, a irritação invadiu tudo. Esta coluna escorrega, é normal, e aí a gente leva cada rela que só vendo. Fora as ameaçar de processo e cadeia e o escambau. Caia na besteira de cantarolar...Nega do Cabelo duro, qual é o pente que tu te penteia...caia proce ver! E por isso mesmo virou meme tipo Baile de Carnaval foi cancelado. Marchinhas antigas, antiguíssimas, estão sendo proibidas. Motivos? Me dá um dinheiro aí é Assalto. O Teu cabelo não nega,é Racismo.Cabeleira do Zezé é Homofobia. Você pensa que cachaça é água, AA reagiu. Bandeira Branca...é tráfico.Máscara Negra é Black Blocks. Vou beijar-te agora, é Assédio. A Turma só me chama de palhaço é Bulling. Você tem que me dar seu coração, é Crime passional. Segura meu bem a Chupeta, é Pedofilia. Maria Sapatão, Apologia Gay Feliciana. Índio quer apito, se não der pau vai comer, Extorsão. Cidade Maravilhosa, Calúnia. A Pipa do Vovô não sobe mais, Bulling com a terceira idade. Daqui não saio daqui ninguém me tira...Invasão do MST. Agora me desminta; tão ou num tão acabando com o bom humor brasileiro?

A frase: “Pedimos a graça de nunca fechar a porta do perdão e da reconciliação”. Francisco encerrando o ano santo.


O coração de Augustino (Nota da foto)
O Ideal lançou este mês Os Olhos do Coração, obra do doutor Augustino Chaves. O livro não poderia  ver a luz num momento mais adequado, quando a atualidade do País parece estar de cabeça para baixo, com os poderes do Estado perdendo credibilidade.
Diz Flavio Dino, Governador do Maranhão e, como Augustino, Juiz Federal: “Novamente, temos uma dicotomia equivocada: ou repertórios de jurisprudência que, centrados nos Tribunais Superiores, são incapazes de captar os muitos saberes e sabores das decisões judiciais, ou teses acadêmicas destituídas de base empírica confiável. Livros como o de Augustino trazem novas possibilidades para que respostas melhores sejam construídas acerca das indagações postas em debate.”

Datas
Ontem, terça-feira, o elenco da Mundana Companhia de Teatro/SP desembarca no Ceará para uma temporada de 12 apresentações da peça O Duelo. Com Camila Pitanga no elenco,O Duelo vai a Iracema (24 a 27/11), Arneiroz (1º a 4/12) e Lavras (8 a 11/12).

Vale o dito
Veveu, prefeito de Sobral até 31 de dezembro, foi taxado por Cid Gomes como o melhor prefeito que Sobral já teve. Chegou a enumerar feitos e obras de Veveu.

Vaidade
Perguntei pra Veveu o que ele mais gostava na constatação de Cid. - O nosso esforço para reduzir a taxa de mortalidade infantil em Sobral, com um foco especial entre os nascidos vivos prematuros.

Motivos quais...
...em função dos aumentos desses casos ,com estratégia como o Coala, com a ampliação de 16 novas equipes de saúde da família, com o fortalecimento do Trevo de Quatro Folhas...

Ainda...
...com a ampliação da puericultura de 2 para 5 anos, com a ampliação da licença maternidade para 8 meses para as servidoras municipais...

Mais...
... com a construção de novas unidades de saúde, o que garantiu a cobertura de 100% dos territórios do nosso município com a atenção básica...

E todo pimpão...
...são algumas das ações que fizeram com que a taxa de mortalidade infantil de Sobral seja a menor taxa de mortalidade infantil do Brasil. Isso numa situação de seca por 5 anos seguidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário