segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Coluna do blog



Tem disputa?
Olhando de longe – Atlanta( Geórgia-EUA) Quando chega fim de ano e ano de mudança de guarda de certos lugares do mundo, fica a vida um assanhado só. Muita gente que tem dois anos de poder, quando pode quer mais dois.Quem não pode usa as regras do jogo e acaba podendo, no caso, quando há uma legislatura diferente. É o caso de presidências de Assembleias de Estado, no Brasil. O cidadão pode ser reconduzido, isto é; ser reeleito. E se já foi? Bem, se for uma nova legislatura pode e acabou. Isso não tem nada a ver com o que quero dizer; tudo indica que não haverá grandes disputas para a presidência da Assembleia Legislativa do Ceará no próximo primeiro de janeiro. Zezinho Albuquerque o atual operoso presidente, político de grandes acordos, organizador e danado de trabalhador poderia (poderá?) ser candidato à reeleição. Pronto. Só que, de outro turno, haveria um acordo com o deputado Sérgio Aguiar, primeiro secretário da Casa para ser ele o próximo presidente. Essas coisas de acordo em política sempre dão margem a especulações e estranhamentos. Hoje, faz parecer que isso não é bem o caso. Na semana passada, num discurso para plateia vazia no plenário da Assembleia, Sérgio Aguiar lançou formalmente sua candidatura. Havia três deputados em plenário. Pouco importa. Estavam lá rádio e televisão cobrindo ao vivo o discurso de pré-campanha de Serginho. E mais um bocado de jornalista que cobre o dia-a-dia do legislativo estadual. Já se sabia que isso viria mais dia menos dia, mas foi uma surpresa o discurso. Ora, naquela hora corria solto o buchicho pelos corredores da Casa e a própria rádio corredor anunciava que Zezinho Albuquerque, o atual presidente estaria convidado para ser Chefe da Casa Civil de Camilo Santana. Seria a senha? O discurso de Sérgio era pra não estimular neguim a querer se aventurar? Zezinho vai mesmo pra Casa Civil do Governo? Ê ê, dizem os observadores da cena como quem pergunta: Tem disputa?

A frase: “Dai-me um povo que acredita no amor e vereis a felicidade sobre a terra”. Mahatma Gandhi. Aliás, Gandhi acreditava tanto no amor que passava o dia inteiro fazendo amor com a mulher dele. Foi prioridade de sua agenda até os 36 anos quando parou com sexo e pediu aos seguidores que fizessem o mesmo.Ora,ora,ora!


Primeira selfie (Nota da foto)
Nunca fiz selfie. Não sei fazer selfie. Vejo as meninas fazendo e fico encafifado; béisso? Testei como é. Segurei o celular com a mão esquerda e tentei focar. Consegui. Mas não conseguia apertar o biloto de disparo com a maõ direita porque cobria a lente da câmera. Todo analfabeto digital acho que sofre desse problema. Felizmente o selfizado comigo botou o dedão lá e fotografou a gente. Aí estamos, aqui nos EUA, Cid Gomes e eu. Um longo e proveitoso encontro de sobralenses mais que legítimos.

Volta a Miami
Depois de escrevi a cabeça da coluna, de Atlanta, onde visitava amigo na CNN, tive um encontro muito agradável e rico com pessoa do nosso aconchego.

Largado
Fanabor, bermudas de amarrar na cintura,camisa de malha, barba de 10 dias, óculos escuros com armação preta e detalhes em azul, sorriso inibido no rosto; Cid Gomes.

Atrás de bônus
Econômico, tido quase mão-de-vaca, Cid carregava dois tablets bastante usados com telas trincadas de tantas batalhas. Estava na Apple Store pra troca-los pagando uma diferençazinha.

Espera longa
Na fila, foi atendido por um gringo que só falava inglês e ele se explicou e tal. Entrou numa virtual de 4 horas e meia pra ser chamado. Ninguém é de ferro; fomos à mesa.

Puxando conversa
Sim, e essa briga na Assembleia? Assuntei. Olhe, eu acho que devamos continuar com uma Casa com as cotas partidárias. Cada partido tem sua parcela e isso deve continuar.

E o PDT?
Olhe o PDT tem dois candidatos, disse. Tem que resolver isso dentro de casa e dizer quem é seu candidato.É coisa de cada partido; resolve em casa e leva o nome pra chapa.

Posição
Minha posição foi a de que resolvamos o nome em casa. Disse pro Zezinho, disse do Serginho. Isso de discutir na rua as coisas de casa complica. Dificulta entendimentos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário