quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Mais um se junta a RC16

PSB apoiará Roberto Cláudio; Heitor Férrer deve ficar neutro

O PSB (Partido Socialista Brasileiro) irá apoiar o candidato Roberto Cláudio (PDT) no segundo turno. As executivas estadual e municipal do partido se reuniram no final da tarde desta terça-feira para discutir o assunto. Na ocasião, o presidente estadual do partido, deputado Danilo Forte, apresentou as prioridades defendidas pela legenda para a administração municipal. Até o momento, o deputado Heitor Férrer, que disputou o primeiro turno pela sigla, não se manifestou, mas deve optar pela neutralidade. Na votação do dia 2, Heitor ficou apenas no quarto lugar, com 7,04% dos votos (90.510 eleitores).
Em tese, os números levados pelo PSB a Roberto Cláudio determinam uma aliança de três dos quatro maiores eleitorados de Fortaleza, já que o PT, através do diretório nacional, orientou a militância a votar no candidato do PDT – a executiva municipal do Partido dos Trabalhadores, no entanto, decidiu por não apoiar ninguém no segundo turno, permanecendo neutra. Resta saber se os posicionamentos dos partidos serão, de fato, transformados em votos. No primeiro turno, Roberto Cláudio teve 40,81% dos eleitores, contra 31,15% de Capitão Wagner. O segundo turno acontece no próximo dia 30.
Papel na gestão
Sobre o apoio do PSB a Roberto Cláudio, Danilo Forte disse que isso deverá ser alvo de debate, posteriormente, entre as partes envolvidas, e que a decisão foi “política”, por haver a “necessidade de se ter uma postura” neste segundo turno. “Não houve diálogo entre as partes com relação ao PSB dentro da parte geracional. Nós não fomos convidados para isso. Lógico que se tiver interesse da parte de algum dos governantes nos quadros do PSB que possam contribuir com a gestão, é lógico que iremos participar”, frisou ele. Danilo Forte adiantou ter conversado com os dois candidatos que disputam o segundo turno e que a decisão foi tomada após encontrar uma identidade política com o projeto defendido pelo atual prefeito.
Heitor Férrer
Heitor não participou da reunião das executivas. Ontem foi o aniversário do parlamentar, e membros do partido justificaram sua ausência afirmando que estaria numa agenda pessoal. Nos bastidores, Heitor deve seguir posicionamento adotado em 2012 e optar por não declarar apoio a nenhum candidato no segundo turno da eleição municipal. Ele terminou o primeiro turno com 7,04% dos votos válidos, em quarto lugar, atrás dos 15,06% de Luizianne Lins e dos candidatos que foram ao segundo turno. De acordo com informações de sua assessoria, Heitor deve se manifestar publicamente amanhã, durante sessão plenária na Assembleia Legislativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário