sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Coluna do blog



É azedi mas é bom
Quando tinha ai uns dois ou três anos, Victor Macário era metido a macho. Botava limão da boca dele, pra saber o que é bom pra tosse e depois das caretas falava...Papai, é azêdi mas é bom. Termina a febre das inserções políticas, desta campanha no rádio e na televisão. Pra eles, os candidatos, de grátis. Nós pagamos a conta porque o Governo paga às emissoras, em tabela cheia, descontando do imposto de renda devido. Aí, jornais e revistas, que são veículos pagos, particulares e não precisam de concessão, não mostram venda de espaço, os permitidos tipo um oitavo, um quarto de página. Quando é pago neguim salta de banda. Alguns pagam por fora. Tem quem venda espaço em jornal, por exemplo, sem que o patrão saiba, ou se sabe se faz de doido pra melhor passar. E os que pagam por fora por matérias sem cercaduras, descaracterizadas como carro de polícia sem inscrições, luzes e sirenes. Entendeu, né? Agora tem também a onda dos blogs que cobram pra fazer proselitismo e campanhas pagas. Como se diz, não existe almoço de graça. E passarim que come pedra, sabe o fiofó que tem. Deu pra saber de muita coisa ardida, mal cheirosa. Deu pra conhecer muito troféu óleo de peroba. Deu pra  recordar mentiras de 30 anos trazidas pra hoje como se verdades fossem. Deu pra saber como um corno é mau caráter e um vestal faz esconde-esconde e pula amarelinha que no Ceará chamam pular macaca. Como já dizia o Victor pro pai dele: foi azêdi mas foi bom.

A frase: “ Eduardo Cunha vai falar, mas resta saber se o MPF quer ouvi-lo.” Será que interessa?



Bandidos na política (Nota da foto)
10:45 · 26.10.2016 / atualizado às 10:50 - A página da editoria de Política do site do Diário do Nordeste foi alvo de uma falsificação. Circula nas redes sociais uma imagem reproduzindo a referida página, contudo, os conteúdos foram alterados por outros que não fazem parte das publicações editoriais da empresa.A fonte de texto diferente e os erros de ortografia evidenciam a fraude. O Diário do Nordeste está tomando as medidas judiciais cabíveis sobre o caso. Penso eu – Em que nível chegamos!

Deu neste jornal
Os senadores cearenses Eunício Oliveira (PMDB) e Tasso Jereissati (PSDB) estão entre os 17 senadores que solicitaram varreduras para detectar grampos ilegais nos gabinetes.

A idade
Icó tem igreja de 300 anos, mas como cidade tem apenas 174 anos, completos dia 25 último, conforme registrou na Assembleia a prefeita eleita, Laís Nunes.

Medíocre falastrona
Houve uma audiência pública pra tratar de vaquejada, em Brasilia. Uma tala de Alexia deChamaps, diz que atriz, resolveu ser  preconceituosa  contra vaqueiros e nordestinos.

Falastrona e medíocre
Imbecil virou-se pra plateia de vaqueiros e mandou que se calassem enquanto  falava. E mais: se calassem porque ela pagava o Bolsa Família dos nordestinos.Ora,ora,ora.

Coitada
A moça em questão conseguiu ter a revista Playboy como símbolo de sua mediocridade. Diz quem quando apareceu na revista, nua, a edição encalhou.Processada por racismo.

Eu “si” abro!!!
Bandido foi fazer BO numa delegacia de Sobral. Denunciou colegas, lá dele, ladrões, que lhe roubaram os celulares que ele havia roubado ou tomado de assalto. Meu Deus.

De Lei a Indicação
O deputado estadual Heitor Férrer (PSB) reforçou, na tribuna da Assembleia Legislativa, que irá insistir  em sua proposta de instituição de uma equipe de transição pelo candidato eleito para o cargo de Governador do Estado do Ceará. O projeto de lei de sua autoria, proposto inicialmente em novembro de 2012 e novamente em abril de 2015, tramita na Comissão de Constituição e Justiça, mas com parecer contrário da Procuradoria Jurídica da Assembleia. Diante da dificuldade em aprovar a proposta, Heitor informou que irá transformá-la em projeto de indicação.  





Nenhum comentário:

Postar um comentário