quinta-feira, 27 de outubro de 2016

171 do bem pra Juazeiro

Previdência própria dos servidores de Juazeiro do Norte já acumula saldo de R$ 171 milhões

O Fundo Municipal de Previdência Social dos Servidores de Juazeiro do Norte (PREVIJUNO) já acumula saldo de R$ 171 milhões segundo levantamento feito até meados deste mês de outubro. Além disso, um órgão que conquistou o respeito e tem servido como paradigma a outros municípios os quais possuem ou pretendem criar o seu instituto previdenciário. Por conta disso, o gestor Jesus Rogério de Holanda tem recebido muitos convites para palestras em prefeituras e câmaras municipais.
Com menos de 10 anos de criação, o PREVIJUNO se tornou modelo e detém todas as certidões periódicas e obrigatórias rigorosamente como exemplo. Hoje, são cerca de R$ 64 milhões aplicados no Banco do Brasil, quase R$ 7 milhões no Banco do Nordeste, aproximadamente R$ 90 milhões na Caixa Econômica Federal e outros R$ 10 milhões no Banco Regional de Brasília (BRB). Por sinal, este último que, também, é banco público tem garantido boa rentabilidade.
A Caixa Econômica detém 52,5% dos recursos superavitários da Previdência dos Servidores de Juazeiro e alguns tipos de aplicações tem a observância de carências, porém com taxas de rendimentos melhores a exemplo das outras instituições financeiras. Para Jesus Rogério, o resultado de tudo isso é a confirmação que o prefeito Raimundo Macedo tinha toda a razão quando criou o PREVIJUNO em seu primeiro governo já que a saúde do órgão está garantida por décadas doravante, mesmo que não surjam novos servidores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário