quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Coluna do blog



 Perseguição,patrulhamento, não
Quando ficam aí dizendo que o Brasil é um país onde não há direita, nem há esquerda, mas simpatizantes de nomes e não de partidos, não sabem o que ocorre por debaixo de muito pano de chão pela aí. Quando insistem em dizer que o Brasil é um país de povo simples,simpático, ordeiro e gentil, não faz a menor ideia do que esteja havendo de mudança nesse comportamento. Há ódio no ar. Há desrespeito latente e um forte, fortíssimo sentimento de revanche, de vingança, de gosto pelo sangue derramado. Isso faz parte de algum plano orquestrado?  Como se implantou no Brasil, de todos os quadrantes, o desejo mórbido de que o vizinho ardendo no fogo do inferno se não votar com o seu sentimento? Todos teremos de daqui por diante fazer parte de um “partido único em que de mão estendida se grite num uníssono “Sieg Heil e em seguida Heil Hitler”. Quem estaria nos passando a vileza de tais comportamentos? Ou tudo não passa de uma visão, minha, distorcida com nojo de 64 e seus saudosos seguidores? O Carlos nos chama a atenção para o fato de que  uma pesada campanha, nas redes sociais e em correspondência enviada diretamente à emissora, exige que a Record demita o jornalista Paulo Henrique Amorim, apresentador do Domingo Espetacular, vice-líder de audiência aos domingos. Motivo: em seu blog na Internet, Conversa Afiada, Paulo Henrique defendeu a presidente Dilma Rousseff (e, antes dela, o presidente Lula) com todas as sua forças; e abriu fogo contra quem quer que fosse da oposição aos Governos petistas. Enfoque unilateral? Sim, e muitas vezes injusto, Mas persegui-lo por isso é antidemocrático e não pode ser aceito. Quem não quiser ler as opiniões de Paulo Henrique Amorim pode perfeitamente evitar seu blog. Quem quiser levar o protesto mais longe não é obrigado a assistir ao Domingo Espetacular, nem a ouvir Chico Buarque, nem a ler Marilena Chauí ou Maria da Conceição Tavares, mas é obrigado a aceitar que outras pessoas tenham outras opiniões.

A frase: Rir, antes da hora, engasga”. Ê povo de sabedoria sabida.


Teodoro,um vencedor (Nota da foto)
O desembargador Teodoro Silva Santos é um dos agraciados com o 46º Troféu Sereia de Ouro. A escritora Angela Maria Rossas Mota de Gutiérrez, o médico Anastácio de Queiroz Sousa e o cineasta Karim Aïnouz também recebem a comenda, na sexta-feira, no Theatro José de Alencar.

Candidato sequestrado
Está sumido, em razão de furto ou sequestro, o Bode 90, candidato do canelau a Prefeito do município de Jati, no Cariri cearense. Bode 90 foi lançado por um grupo que não aguenta mais a forma como os políticos “trabalham” na cidade.

Que coisa feia
“A gente pensa que se benze, quebra as venta”, diz o dito popular. Pensava que o interior havia entendido a mensagem de um novo mundo, mas na política, não. Ânimos acirrados são incensados  por candidatos inconsequentes.

Foras da lei
Cidades como Sobral, Icó, Amontada e outras, continuam na idade da pedra. Alavancadas por campanhas pobres de juízo, agressões morais, físicas e até a bala são do uso diário, numa prova de sem lei e sem rumo.

Exemplos
Na Amontada quebraram o carro de um candidato com pedradas. Coisa do arco da velha. No Icó, atiraram em carros e residência e até atearam fogo em casa de adversário. A barbarie pura.

Exemplos II
Em Sobral, banda muito civilizada cuida de esculhambar adversários em redes sociais. Uma pena que tanta gente desconheça o que é democracia, respeito,direitos e deveres. Ou a Justiça se levanta e toma conta ou morreu Maria Preá.

O petróleo era nosso
O presidente da Petrobras disse que a empresa deixa de ser obrigada a participar com 30% de todos os campos de pesquisa e perfuração de poços na região do pré-sal. Trocando em miúdos? Os meninos estão entregando a encomenda.

Boa ação
A Defensoria Pública do Ceará tem nas ruas uma campanha pra lá de interessante; arrecada presentes para crianças e adolescentes órfãos, abandonados e recolhidos em casas de acolhimento. Tem quem ache que seria ótimo um mutirão para acelerar tanta adoção pendente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Batalhão de Japonês da Federal

Aragão sugere polícia só para prender “político ladrão” A criação de uma polícia legislativa, específica, e destinada ape...