sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Bom dia

'WP': Promotor que denunciou Lula afirma não ter provas

Jornal norte-americano fala sobre denúncia da procuradoria contra ex-presidente Lula

Matéria publicada nesta quinta-feira (15) pelo jornal Washington Post conta que o Ministério Público Federal denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a ex-primeira-dama Marisa Letícia e outros seis por crimes ligados à Lava Jato. Eles são acusados de recebimento de propina, entre outros crimes.
De acordo com o texto do Washington Post, Lula foi chamado de “comandante máximo” do esquema de corrupção que envolveu o governo e empreiteiras durante a era do PT no Palácio do Planalto. O ex-presidente é acusado de ter recebido R$ 3.7 milhões em propinas.
> > Prosecutors: Brazil’s Silva ‘commander’ of graft scheme
Washington Post observa que ao apresentar a denúncia o promotor Deltan Dallagnol disse que não tinha como provar as acusações contra Lula, afirmando apenas acreditar que o ex-presidente era o “comandante máximo do esquema de corrupção identificado na Lava Jato.”
Washington Post conta que o Ministério Público Federal denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a ex-primeira-dama Marisa Letícia e outros seis por crimes ligados à Lava Jato
Washington Post conta que o Ministério Público Federal denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a ex-primeira-dama Marisa Letícia e outros seis por crimes ligados à Lava Jato
O jornal fala que ainda assim, o Ministério Público está pedindo uma indenização de cerca de R$ 87 milhões, que deve ser paga pela empreiteira OAS e pelo ex-presidente. Este seria o valor total desviado no esquema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os longos dedos do império

Empresa americana barra embarque de ministro de Temer em avião PATRÍCIA CAMPOS MELLO O secretário e...