sexta-feira, 23 de setembro de 2016

A tucanagem vai de mal a pior

Como dizia Tasso Governador a seus críticos...

Tucanos têm interesses contrariados

A incerteza sobre a lealdade do comando do PSDB de Caucaia ao candidato a prefeito Eduardo Pessoa fez o presidente da Executiva Regional do partido, Luiz Pontes, decidir, nesta quinta-feira, pela destituição da Comissão Provisória da sigla no Município. Com essa decisão, Danilo Correa foi afastado da Presidência e, em seu lugar, o PSDB nomeou Eduardo Pessoa.

Os dirigentes estaduais tucanos manifestaram descontentamento com a postura adotada por militantes do PSDB favoráveis à candidatura de Naumi Amorim (PMB). Naumi tem como candidata a vice-prefeita a ex-deputada estadual e sobrinha de Danilo, Lívia Correa.

A família Correa, sob a liderança da matriarca Maria Lúcia, decidiu, na noite dessa quarta-feira, se integrar à campanha de Naumi que disputa o comando político e administrativo de Caucaia contra o candidato do PSDB, Eduardo Pessoa. Eduardo tem o apoio dos senadores Tasso Jereissati e Eunício Oliveira e do ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa.

A aliança do PMDB com o PMB gerou conflitos. O senador Eunício Oliveira viu o PMDB de Caucaia, sob a direção do ex-deputado e ex-prefeito José Gerardo Arruda, fechar aliança com o PMB. José Gerardo indicou a filha Lívia, que é do PTB, para a vice de Naumi. Com esse rumo, os peemedebistas sentiram que o partido se transformou em sigla de aluguel em Caucaia e, logo após as eleições deste ano, a agremiação passará por intervenção no Diretório Municipal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sofre é o povaréu

Aeroporto: esperas de mais de uma hora para entrar em Lisboa subiram 500% A ANA, empresa que gere os aeroportos instalou uma máquina de...