sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Gastou 120 anos sem saber o que é bom

Indiano de 120 anos credita longevidade a ioga e vida sem sexo

Do UOL, em São Paulo
  • Dibyangshu Sarkar/AFP
    Ao que tudo indica, será muito difícil comprovar a idade do monge hindu
    Ao que tudo indica, será muito difícil comprovar a idade do monge hindu
O monge indiano Swami Sivananda, que alega ter 120 anos, diz que sua longevidade se deve a prática diária de ioga e uma vida sem sexo ou temperos.
De acordo com seu passaporte, ele nasceu no dia 8 de agosto de 1896. Se realmente for verdade, ele terá passado por três séculos diferentes!

Dibyangshu Sarkar/AFP
O hindu, que mora em Varanasi, tenta entrar no Livro dos Recordes com o título de homem mais velho do mundo. O atual detentor da marca é o japonês Jiroemon Kimura, que morreu em junho de 2013 com 116 anos e 54 dias. "Eu levo uma vida simples e disciplinada. Como de maneira simples --só comida cozida, sem óleo ou temperos, arroz, lentilhas e pimentões verdes", contou o idoso à agência AFP depois de uma sessão de duas horas de ioga.
Com 1,58 m, Sivananda dorme em uma esteira no chão e usa um pedaço de madeira como travesseiro. "Evito tomar leite ou comer frutas porque eu acho que estes são alimentos extravagantes. Na minha infância, dormi muitos dias com o estômago vazio", disse.

Dibyangshu Sarkar/AFP
Sem quaisquer complicações médicas, o monge vive de forma independente e até mesmo viaja sozinho. Sivananda não se entusiasma pela tecnologia e prefere ficar sozinho. "Antigamente, as pessoas eram felizes com menos coisas. Hoje em dia as pessoas estão infelizes, sem saúde e se tornaram desonestas, o que me dói muito. Só quero que as pessoas sejam felizes, saudáveis e pacíficas", completou.
Anotou o conselho? (Com AFP)

Dibyangshu Sarkar/AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Evangelho

Sexta-feira, 13 de Outubro de 2017. Santo do dia:  São Venâncio de Tours, abade Cor litúrgica: verde Evangelho do dia: São Lucas 11, 15...