segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Coluna do blog




Foi bom pra você?
Tenho o chorador frouxo. Choro de alegria, choro de emoção, choro pelo sofrimento dos outros, choro pela felicidade de quem não faço a menor ideia de quem seja. Só não choro de raiva, porque raiva em mim dura pouco. Mas choro por desconfiança, choro por confiança e choro, choro sim, por um treco chamado gratidão, o primeiro e último dos sentimentos humanos. Tive dias intensos de choro e de lágrimas. Emoções, na quase totalidade das vezes. Fui atleta e não fui dos piores (perguntem a quem me viu defender um gol no futebol de salão) e, já naquele tempo era emotivo, mas não chorava nas vitórias nem nas derrotas. Aprendi ali que perder e ganhar fazem parte de jogo, isto é, da condição humana. Perder é tão nobre na disputa quanto ganhar, desde que se ganhe com honorabilidade, com competência, com o valor da vida acima de tudo e o aprendizado acima do bem e do mal. Vi os jogos olímpicos do Brasil do primeiro ao último minuto. Ao ultimo, não, mentira, porque o dead line do jornal não pode esperar pelo fim de tudo pra fechar a página onde humildemente assino o que penso, o que sinto, o que sei e, por lógica, pelo que escrevo. Jogamos, corremos, pulamos, lutamos. Apanhamos e batemos em nome do esporte, da união dos povos, da hegemonia das nações nos fundamentos que cada uma defendeu. E isso me fez dezenas de vezes enxugar o diabo-santo de lágrimas teimosas, emocionadas, felizes, solidárias. Isso marca a vida de um povo como marca a vida deste velho que há mais de cinquenta anos ganha a vida na ponta dos dedos, desde a antiguíssima máquina de escrever até os sofisticados e de vez em quando incompreensíveis teclados deste ou de outros computadores pelo mundo, pela história, pela vida. Por tudo isso passei nesses jogos olímpicos. Foi bom pra você?

A frase: “Seja feliz, triste, chore, sorria, beije, abrace, lute, perca, ganhe, sonhe, realize...hoje! Porque o ontem se foi e o amanhã pode não vir!”. Se servir de consolo...


Queridinha (Nota da foto)
Fatinha para os íntimos, Nossa Senhora de Fátima tem berço e abraço amigo no Ceará.A querida santa de tantos milagres e tanto carinho, acaba de ganhar mais um espaço para sua adoração. Em São Benedito, na Serra Grande, um templo para orações e um espaço para abrigar romeiros mostram Sua força entre os fiéis do Estado.

Bebeu
José Airton adianta que muitos dos projetos e obras da administração do prefeito Roberto Cláudio (PDT) são parte do legado da gestão de Luizianne Lins.

Béisso?
Luiziane Lins apregoa  que as obras que o prefeito Roberto Cláudio vem entregando e concluindo foram fruto do seu trabalho em Brasília e junto a organismos internacionais.

Eu “si” abro
A tucanagem está anunciando a presença de Aécinho Neves em campanhas no Ceará, incluindo Fortaleza. Não entenderam que Aécio não foi eleito presidente.

Fazendo as contas
Reação ao ataque contra Força Nacional já matou quatro e feriu cinco no Rio de Janeiro. É pouco, contabiliza a turma do dente por dente.

Coisas do Brasil
Pois descobriram em um poço profundo cavado na Messejana, água que dá pra matar a sede de gente, bichos e plantas por muito tempo. Ceará velho de surpresas.

Nos pênaltis
Valeu. A Selecinha das Olimpíadas acabou fechando a rosca contra os “alamão”. Nos pênaltis, mas é melhor que diabo de nada, diria Mãe Vovó Petronilha,A Racista.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Evangelho

Sexta-feira, 13 de Outubro de 2017. Santo do dia:  São Venâncio de Tours, abade Cor litúrgica: verde Evangelho do dia: São Lucas 11, 15...