quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Coluna do blog




Malícia, tua mãe morreu
Estão criando uma nova casta, ou seria categoria de jornalistas perguntadores no Brasil. Muitas vezes despreparadas as figuras vão ao pote com muita sede, desconhecendo ou deixando de lado sentimentos que há da banda de quem é perguntado. Uma dessas mocinhas escaladas pra cobrir olimpíadas, principalmente por falar outra língua, foi ao nadador brasileiro Bruno Fratus,depois de ter chegado em sexto lugar nos 50 metros livres da natação. O cara cheio de sonhos por uma medalha, anos e anos de treinamento, noites sem dormir, dores nas juntas de tanto nadar, unhas enrugadas de viver n’água ouvir uma pergunta besta, qual seria a reação? O diálogo: “Sai chateado?”, perguntou Karin Duarte da Sportv. “Não, estou felizão, né. Fiquei em sexto. Desculpa, né, mas...tô, bastante...”. O moço ainda pediu desculpas, mas desencadeou uma polêmica no rádio, no jornal na televisão. Coleguinha da moça reclamou, que o cara deveria ter sido mais delicado na resposta. Outras coleguinhas correram em sua desnecessária defesa. Como é um bicho que cada vez menos vejo, uma televisão brasileira, penso eu, diz num de seus spots da casa...Você não conseguirá a resposta certa  fazendo a pergunta errada.Algo do tipo. Quer dizer: Perguntar pra seu Lunga o ele vai fazer com o leite que acabou de comprar quer ouvir o quê? – Vou lavar a calçada, respondeu o saudoso amigo. Lembra da “maliça”? Malícia tua mãe morreu é uma plantinha também conhecida como dormideira que a toque mínimo fecha as folhas. Seria o novo jornalismo? Malícia, aprende a perguntar e nunca lhe tocarão as sensibilidades..

A frase: “Foi um lamentável acidente, mas que foi imediatamente combatido, digamos assim. Houve, de qualquer maneira, a presença muito significativa das forças federais e estaduais, que lá se acham — declarou, e completou: — Isso (a morte) não deslustra as Olimpíadas”.  Só na cabeça do Interino chamar de acidente a morte de um militar em combate e misturar com o “brilho das olimpíadas”.


Delenda Lula (Nota da foto)
Na escalada contra a esquerda, Lula pode até não ser preso mas responderá a processo, poderá ser condenado sem crime e sem prova, como Dilma. O importante será torná-lo  inelegível em 2018. Já as denúncias que envolvem Temer, Serra, Aécio e toda a turma do PMDB entrarão em uma “anistia” ampla e quase irrestrita devidamente agendada para o fim dos tempos.

Tem culpa eu?
A turma do Lava Jato apertou a Odebrecht pra ver o tamanho da bichona. Descobriu que a mega empresa já botou 70 mil empregados na rua e deve R$90 bilhões de reais. Se era isso que queriam...

Ficou engraçado
O Secretário de Turismo de Fortaleza distribuiu artigo com a imprensa tecendo loas e sugerindo ao turista a Rota das Falésias. No Beberibe, 100 quilômetros da capital.

Artistagem interina
O Ministério da Saúde liberou R$ 4,7 milhões destinados aos hospitais universitários do Ceará. Coisa programada desde 2015.

Obrigações antigas
É a sétima parcela de pagamento do ano a esses estabelecimentos. Dinheiro comprometido no Governo oficial.

Às vezes a gente erra

Ana Amélia: “tenho alegria de ser golpista ao lado de ministros do STF”. A frase da Senadora acendeu duas luzes no meu juízo; 1 – Não era essa a Ana Amélia que conheci em jornadas de trabalho jornalístico pelo mundo; 2 – Ela falou DE ministros ou DOS ministros. Se falou DE andou separando a corte.


Constatação
Carimba virou handbol e depois modalidade olímpica. Jogo de peteca virou badmintol e depois modalidade olímpica. Está ficando cada vez mais próxima a hora de o diretor deste jornal, Ricardo Palhano, realizar o sonho de botar o espiribol nos próximos jogos olímpicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Evangelho

Sexta-feira, 13 de Outubro de 2017. Santo do dia:  São Venâncio de Tours, abade Cor litúrgica: verde Evangelho do dia: São Lucas 11, 15...