sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Aprendendo na Holanda

Governo do Ceará fecha parceria na área de gerenciamento da 
água com Universidade da Holanda

No terceiro dia da visita oficial, o governador Camilo Santana conheceu a evolução de diversas tecnologias. Até setembro, uma missão deve visitar o Ceará para adequar as soluções à nossa realidade.

O Governo do Ceará fecha parceria com a Universidade de Wageningen na Holanda, uma das melhores do mundo na área de agricultura e recursos hídricos, para estudar o gerenciamento da água e planos de contingência em situações críticas como a seca.

A parceria vai acontecer por meio da Fundação de Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) e com a Universidade Federal do Ceará, para promover uma troca de experiências e aplicação de ações adequadas para realidade do semiárido cearense. “O nosso dia hoje foi dedicado à busca de soluções inovadoras e eficazes para a questão hídrica do Ceará. Conhecemos a evolução de diversas tecnologias para melhor utilização da água. A ideia é que, até o mês que vem, uma missão visite o Ceará para adequar essas soluções à nossa realidade”, reforça o governador do Ceará, Camilo Santana.

A agenda do governador, no terceiro dia da viagem oficial à Holanda, foi dedicada à pesquisa e ao conhecimento de experiências que podem gerar benefícios para o Ceará. Além da visita a Wageningen, a comitiva também esteve no Water Campus, onde conheceu diversas ações para aprimorar a utilização da água, como a dessalinização, o reuso, geração de água a partir do ar, sistemas móveis de tratamento de água, além de um equipamento que gera 10 metros cúbicos de água por dia a partir do ar. Cada equipamento tem capacidade para atender comunidades difusas de até 125 pessoas. Já os dessalinizadores de grande volume podem ser usados para atender à demanda do Pecém, a partir do uso da água do mar.

Ações de convivência com o semiárido

O Governo do Ceará intensifica esforços para garantir recursos e estratégias que minimizem os efeitos do quinto ano consecutivo de estiagem e investe em novas tecnologias como reuso e dessalinização, além das ações convencionais.

Atualmente, comunidades de 99 municípios cearenses contam com sistemas simplificados de abastecimento com dessalinizadores implantados pelo Governo do Ceará, por meio da Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra). Ao todo, foram instalados 544 equipamentos capazes de garantir água de qualidade para populações de todas as regiões do Ceará.

Além desses, outros 279 sistemas de abastecimento (dessalinziadores), em parceria com o Governo Federal, estão beneficiando 44 municípios. A ação acontece por meio do Programa Água Doce, uma ação conjunta com o Ministério do Meio Ambiente (MMA).
O Governo do Ceará também incentiva a prática da reutilização da água, por meio da isenção de ICMS, todos os equipamentos que fazem o reuso. Atualmente, o Projeto São José III, desenvolvido por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), desenvolve convênios para implantação de 15 sistemas de reuso de água. Até o final de 2017, estão previstos mais 70 sistemas em outras 14 comunidades do estado do Ceará. O Projeto de Reuso de Águas Cinzas é baseado na tecnologia do Bioágua Familiar, desenvolvida pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), através do Projeto Dom Helder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Evangelho

Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017. Segunda Semana do Advento Santo do dia: São Dâmaso I, Papa, Beata Maria do Pilar Villalonga Villa...