sábado, 6 de agosto de 2016

A imprensa portuguesa viu a abertura dos Jogos Olimpicos Rio 2016


Jogos do Rio abriram em grande. Agora têm a palavra os atletas


Cerimónia tocou em diversas fases da história brasileira, incluindo a chegada dos portugueses, passando pela importância do meio ambiente.
O mundo inteiro aguardou com expectativa a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e as quatro horas de festa serão certamente recordadas pela sua dinâmica e ritmo.
Começando na Amazónia, passando pela chegada dos portugueses e dos diferentes povos que chegaram aquele território, sem esquecer os avanços de grandes personalidades brasileiras, a festa fez-se em grande estilo no Maracanã.
Todas as delegações entraram no estádio num ambiente de festa ao qual não faltou o samba, obviamente.
A delegação portuguesa foi bastante aplaudida pelos espectadores presentes no Maracanã.

Leia aqui o filme da cerimónia de abertura do Rio 2016:
última atualização : 2016/08/06 00:03
listar por :


(REUTERS/Alkis Konstantinidis)


(REUTERS/Fabrizio Bensch)
  Começaram os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016!
Terminou a cerimónia de abertura, agora é a vez dos atletas entrarem em ação.
 by Pedro Sequeira
A pira é propositadamente pequena e de baixa emissão de gás, na linha da preocupação com o meio ambiente que marcou a cerimónia.
Estão abertos os Jogos, está transportada a tocha e está acesa a pira olímpica, bastante inovadora. O Maracanã está em festa.
  Vanderlei Cordeiro de Lima acende a pira olímpica
Medalha de bronze em Atenas 2004, o atleta brasileiro liderava a maratona quando foi agarrado por um espectador. Com a ajuda de um atleta grego livrou-se do "obstáculo", mas os danos, principalmente psicológicos, já estavam feitos. Conseguiu, demonstrando o que é o verdadeiro espírito olímpico, chegar ao terceiro lugar. O atleta tem também a Medalha Pierre de Coubertin, algo que só alguns escolhidos possuem.
 by Pedro Sequeira
Entram na festa as maiores baterias de samba do Brasil. São 12: Mangueira, Unidos da Tiuca, Portela, Salgueiro, Beija Flor, Imperatriz Leopoldinense, Grande Rio, Vila Isabel, São Clemente, Mocidade, União da Ilha do Governador e Paraíso do Tuiuti. Um cheiro a Carnaval em pleno inverno brasileiro
 by Pedro Sequeira
É tempo de samba no Maracanã! Caetano Veloso, Gilberto Gil e Anitta cantam o samba clássico de Ary Barroso, "Isso Aqui, o que É? (Sandália de Prata)", depois de Wilson das Neves, um dos mestres do samba brasileiro, chamar ao espectáculo os nomes de alguns dos maiores sambistas brasileiros.
 by Pedro Sequeira
É a vez dos juramentos, prestados por um atleta (o velejador Robert Scheidt), um árbitro e um treinador do país anfitrião. Prometem cumprir e respeitar as regras do espírito olímpico.
 by Pedro Sequeira
As crianças que cantam o hino fazem parte do Projeto More, uma organização não lucrativa que atua na zona de Niterói - Rio de Janeiro e oferece aulas de música, desporto, apoio escolar e ajuda nutricional e clínica a jovens carenciados.
 by Pedro Sequeira
Tempo de ouvir o hino olímpico, cantado por um coro de 40 crianças. O hino foi escrito para os Jogos modernos em 1896, pelo compositor Spirou Samara e pelo poeta Kostis Palamas, e é incluído em todas as cerimónias de abertura desde 1958.
Kip Keino nasceu no Quénia, em 1940. Ficou conhecido como um atleta de excelência, com quatro medalhas olímpicas. Em 1968, no México, venceu os 1.500 metros e fez segundo nos 5.000 metros. Quatro anos depois, em Munique, arrebatou o ouro nos 3.000 metros e ganhou a prata nos 1.500 metros. Após a sua vida de atleta, Keino é reconhecido pelo seu trabalho de filantropia e preocupação com questão sociais. É presidente do Comité Olímpico do Quénia.
 by Pedro Sequeira
A bandeira olímpica entra no estádo. É carregada por Marta Vieira (futebolista), a juíza Ellen Gracie, Sandra Pires (vólei de praia), Oscar Schmidt (ex-basquetebolista), Joaquim Cruz (atletismo), Rosa Celia Pimentel (Associação Pró-Criança Cardíaca), Torben Grael (velejador) e Emanuel Rego (vólei de praia).
Michel Temer, presidente em exercício do Brasil, declara abertos os Jogos Olímpicos Rio 2016. Muito vaiado pelo público.
O queniano Kipchoge Keino é o primeiro vencedor da Láurea Olímpica.
Caem sobre a plateia milhares de pombas de papel, com mensagens escritas pelas crianças do Quénia e do Rio.
São uma das imagens de marca das favelas brasileias, onde crianças e adultos lançam pipas ao vento do alto dos morros. 200 foram levadas do Rio para o Quénia e entregues a crianças que nunca tinham brincado com elas. Algumas regressaram ao Brasil para serem agora lançadas durante a cerimónia, simbolizando pombas da Paz.
carregar mais
1 / 40
Mostrar legenda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Evangelho

Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017. Segunda Semana do Advento Santo do dia: São Dâmaso I, Papa, Beata Maria do Pilar Villalonga Villa...