sábado, 9 de julho de 2016

Opinião

João Ceará
 
Eis uma “poesia/prosa” mostrando em 15 estrofes a saga de um bravo cearense: 1. Nasceu no sertão, cresceu em Fortaleza, estudou e brincou, namorou e casou-se com Antônia, formou-se, aonde vais, João? 2. Conseguiu um bom emprego, esforçou-se, subiu profissionalmente, foi chefe de setor da empresa, diretor, até presidente. 3 Trabalhou com competência, a todos respeitando, superiores e subalternos, amigos e pseudo-amigos, não media esforços queria o progresso. 4. João, aonde vais? Seja digno; não ambicioso, procura boas amizades, cuidado com a inveja, com a maledicência, com a ingratidão. 5. Foi traído! Por pessoas próximas, complexadas, destituídas de ética, coitado do João! 6. Caluniado, perseguido, difamado, derrotado pelo ódio, pobre João, foi demitido. 7. Homem generoso, nunca fez mal a ninguém, procurou cumprir o seu dever, a todos ajudou, sem pedir qualquer favor. 8. Viajou para outras plagas, em São Paulo ficou. Novo trabalho encontrou, seu conceito avançou. 9. Ao lado da família, sempre esteve, educando todos os filhos, na vida encaminhando-os. 10. João ficou rico trabalhando, nunca deixou de ser humilde, tinha boas intenções, também saudades do Ceará. 11. Aonde vais João? Queres voltar pro Ceará  para dizer: o bem sempre vence o mal. 12. Surpreso ficou, chegando em sua terra natal, não encontrou seus algozes. 13. Uns faliram, outros fugiram, vários morreram dominados pela inveja e pelo ódio. 14. Com idade e sem vaidade, sua família bem de vida, dedicou-se a obras de caridade. 15. João, tu és corajoso e do bem, amas o Ceará, teu exemplo ninguém esquecerá.
Gonzaga Mota
Professor aposentado da UFC-Ex Governador do Ceará e meu amigo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Camilo e os interesses do Cariri

Governo do Ceará entrega obra do Geossítio Pontal de Santa Cruz e anuncia benefícios em Santana do Cariri     Durante a solenidade...