sexta-feira, 15 de julho de 2016

O Balancê de Odilon

Odilon Aguiar apresenta balanço da Comissão de Defesa do Consumidor

O deputado Odilon Aguiar (PMB) apresentou, durante o primeiro expediente da sessão plenária desta quinta-feira (14/07), o balanço das atividades do primeiro semestre de 2016 da Comissão de Defesa do Consumidor, a qual preside. De acordo com o parlamentar, foram abertas 3.143 reclamações e processos administrativos, realizadas 2.830 audiências públicas, 1650 audiências com o consumidor no retorno da Carta de Informação Preliminar (CIP), 280 atendimentos por call center, 277 cálculos revisionais, 1.450 atendimentos de pesquisa SPC/Serasa, instalação do Procom em 10 municípios, e três convênios firmados. Dentre as demandas na comissão, Odilon Aguiar destacou a questão das 17 agências do Banco do Brasil que se encontram fechadas ou sem prestar nenhum tipo de serviço à população dos municípios. “É inadmissível a atitude do Banco do Brasil. As pessoas estão correndo risco de assalto ao se deslocar para outras cidades, muitas vezes, chegando lá e a agência não tem dinheiro em espécie devido à quantidade de saques. Isso sem falar das altas taxas cobradas para cada operação bancária”, reclamou o deputado.
Outro desafio para a comissão,segundo o parlamentar, é o aumento das tarifas no consumo de energia cobradas pela Companhia Energética do Ceará  (Coelce).  “Ontem, aconteceu uma audiência com a Justiça Federal sobre essas tarifas abusivas por parte da Coelce. O que nos irrita ainda mais é a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que, em vez de fiscalizar, aceita todos os abusos. Precisamos rever essa questão, pois estão arrecadando R$ 138 milhões a mais e quem sofre é o povo cearense”, condenou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Quintal vai bombar de helicóptero

ORLA DE FORTALEZA GANHARÁ HELIPONTO Um dos projetos mais ambiciosos de ocupação dos espigões da Orla de Fortaleza , é o q...