terça-feira, 26 de julho de 2016

No friozinho da Serra Grande

Festival Música na Ibiapaba tem semana movimentada em dez cidades do Ceará


rDPP 0012
O XII Festival Música na Ibiapaba, realizado pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) té 30 de julho, foi aberto na noite do último sábado (23), com grande público na Praça da Matriz de Viçosa do Ceará, aplaudindo o show da banda Dona Zefinha. O festival promove uma semana de música em todos os sentidos nas salas de aula, nos palcos e plateias dos diversos shows, em Viçosa, Sobral e em outros oito municípios da serra da Ibiapaba, sempre com acesso gratuito a todas as atividades.

A partir desta segunda (25), acontecem os shows e oficinas em Sobral e em outros oito municípios da serra. Entre os artistas que se apresentarão estão músicos da serra da Ibiapaba, dentro da programação "Nosso Som": Rapper Henrique MH (Tianguá), Saxteto de Sopros e Percussão (Croatá), Glaydson Frota (Sobral), Trovador Eletrônico (Sobral), Jofran Fontenelle (Meruoca), show "Amigos do Choro" (São Benedito) e Grupo Choro Feliz (Ipu). Todos os municípios receberão oficinas de música, dentro da proposta do festival, de valorizar a ousadia, a inventividade, a criatividade, a reinvenção dos saberes e fazeres musicais, com o mote "Música para Todos os Sentidos".https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif
Já a partir de quinta-feira (28), o festival continua em Viçosa do Ceará, com várias oficinas e com shows de grandes artistas do Ceará e do Brasil. Na quinta-feira (28), às 19h30, no Teatro D. Pedro II, vão ecoar os sons do Grupo Uirapuru, orquestra de barro, sob a regência do multiinstrumentista e compositor Luizinho Duarte. Às 21h começa a programação na Praça General Tibúrcio com o rapper Erivan Produtos do Morro, apresentando o novo show, “Bendito Som das Quebradas”. Na sequência, o público vai conferir a riqueza sonora provocada pelo violinista Ricardo Herz e por Samuca do Acordeon (SP/RS), em um criativo diálogo musical passando por ritmos como choro, frevo, tango e chamamé.

A sexta-feira (29), será dedicada aos instrumentais da Orquestra Transversal, da Uece, sob a direção do professor Heriberto Porto, interpretando composições e arranjos de autores cearenses, e do Trio Herluno, o mais novo trabalho do baixista Hermano Bezerra, do baterista Luizinho Duarte e do acordeonista Nonato Lima, Para fechar a noite, a tradicional Roda de Som dos professores e alunos do festival, um dos momentos mais aguardados do evento, pela liberdade das performances e pela interação entre jovens e mestres.

Com a Apresentação de Encerramento das Oficinas o Festival conclui sua 12ª edição no domingo (30), na Praça General Tibúrcio, a partir das 18 horas. Em seguida, o palco é do BeBossa, sexteto vocal do Rio de Janeiro que traz as influências de grandes grupos como Boca Livre, MPB4, Quarteto Em Cy, Take6. Encerrando a programação de forma festiva, com um show de muita intensidade e com arranjos diferenciados, a cantora Lorena Nunes, uma das maiores vozes do novo cenário da música no Ceará, faz sua Homenagem à Tropicália, projeto lançado em fevereiro deste ano no Festival Jazz & Blues, e mostra canções do aplaudido disco "Ouvi Dizer que Lá Faz Sol".


O que já rolou

Além dos participantes das oficinas, o público em geral está convidado para curtir uma programação especial de shows, com grandes nomes da música do Ceará e do Brasil, em apresentações que dialogam com as ações de formação promovidas no evento, propondo novas formas de pensar, fazer e viver a música. Foi o caso do show da Dona Zefinha, na noite de sábado, embalando o público com uma diversidade de ritmos e com composições de vários autores, entre eles Flavio Paiva, presente na plateia, Evaldo Gouveia, Abidoral Jamacaru, Petrúcio Maia, Fagner, entre outros. Liderada por Orlângelo Leal, a Dona Zefinha recebeu muitos aplausos, no friozinho da serra.

Em homenagem ao grande Alfredo Miranda, tocador de pife e fabricante de cachaças artesanais, da cidade de Viçosa do Ceará, a sua filha, Inês Mapurunga, participou do show da Dona Zefinha. 

Antes do show, o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba, e a secretária de Cultura de Viçosa do Ceará, Margarida Lopes, participaram da breve solenidade de abertura do festival.  Fabiano ressaltou a importância do evento para a política cultural do Estado e para o fortalecimento da cena musical cearense, agradecendo a todos os que colaboram para a realização do festival e convidando para a programação, que segue até o dia 30.

O público de Viçosa do Ceará aplaudiu bastante o início da nova edição do festival. Moradores da cidade se uniram a visitantes chegados de Sobral e de diversos municípios da serra, em uma noite de reencontros de amigos unidos pela música.

No domingo (24), o Festival Música na Ibiapaba teve reuniões da equipe da Secult com regentes de bandas de música e com representantes de Pontos de Cultura da Ibiapaba, na Escola Modelo, em Viçosa do Ceará. Uma atração especial foi o cortejo de bandas de música pelas ruas de Viçosa, a partir das 16h, saindo da Praça da Matriz.


Quem faz o festival

O XII Festival Música na Ibiapaba é uma realização da Secretaria da Cultura do Governo do Estado (Secult), com a Fundação Educacional Silvestre Gomes como entidade parceira selecionada via edital. Organização: W10 Produções e Eventos.


SERVIÇO

XII Festival Música na Ibiapaba - De 23 a 30 de julho de 2016 em Viçosa do Ceará. Inscrições até o dia 11 de julho pelo site www.festivalmusicaibiapaba.com.  Informações:  (85)​3021-2111 e festivalibiapaba2016@gmail.com / f: Festival Música na Ibiapaba / Instagram: @festivalibiapaba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os longos dedos do império

Empresa americana barra embarque de ministro de Temer em avião PATRÍCIA CAMPOS MELLO O secretário e...