sexta-feira, 22 de julho de 2016

No Caminho de Santiago

Catedral de Compostela se prepara para a Solenidade do Apóstolo Santiago
Neste ano de 2016 a Solenidade do Apóstolo Santiago, Padroeiro da Espanha, se viverá de maneira muito especial no próximo dia 25 de julho por ocasião do Ano Santo da Misericórdia. A Catedral de Compostela, meta dos peregrinos do já reconhecido Caminho de Santiago, vem se preparando desde o dia 15 de julho para viver tão importante comemoração.Catedral de Compostela se prepara para a Solenidade do Apóstolo Santiago.jpg
"O Capítulo de nossa Catedral quer dar especial relevo à celebração do Apóstolo neste Ano Jubilar da Misericórdia. Este ano nos abre a esperança em Deus, e na esperança para o homem de hoje e de amanhã", escreve o Padre Segundo L. Pérez López, Decano da Catedral de Santiago de Compostela, por ocasião da solenidade.
"Não cabe dúvida que o Jubileu convocado pelo Papa está em linha de continuidade com a chamada Nova Evangelização de São João Paulo II e do Papa Emérito Bento XVI. O lema deste Jubileu extraordinário é: 'Misericordiosos como o pai'. Tentamos compreender melhor o que significa a misericórdia divina neste momento da história do mundo e da Igreja e, de forma especial, na acolhida dos peregrinos que chegam à casa de Santiago", prossegue.
Como preparação à festa do Padroeiro da Espanha, desde o dia 15 de julho ocorre na Catedral a solene novena, que vem sendo presidida às 19h30 por vários prelados e presbíteros espanhóis.
Os três primeiros dias estiveram a cargo do Cardeal Antônio Maria Rouco Varela, Arcebispo Emérito de Madri. Desde o dia 18 até o dia 20 de julho, é guiada por Dom Luis Ángel de las Heras Berzal, Bispo de Mondoñedo; neste 21 e 22 de julho, será presidida por Dom Juan Antonio Méndez Fernández, Bispo de Astorga; enquanto que o dia 23 de julho a acompanhará o Padre Francisco García Fraile, SDB, que é Missionário da Misericórdia.
Um momento importante serão as Vésperas Solenes que ocorrerão às 19h30 do dia 24 de julho. Estas serão presididas pelo Arcebispo de Santiago, Dom Julián Barrio Barrio, e contarão com a companhia da Capela Musical da Catedral.
Sobre as Vésperas também se referiu o Decano do templo compostelano: "Sem dúvida que as Vésperas Solenes do Apóstolo Santiago são um momento de serviço à verdade do homem e à verdade de Deus, em íntimo diálogo com a beleza que conduz à comunhão no amor. Dentro desse amplo campo, talvez é a música a realidade que produz maior deleite nas cordas do coração humano".
Já no dia 25 de julho a festividade do Apóstolo Santiago, que será às 10h na Catedral, estará marcada pela procissão do Patronato, a Missa Pontifical, a Oferenda Nacional e a Bênção Apostólica. A Solene Missa, durante a qual se oferendará o botafumeiro, será presidida pelo Arcebispo de Santiago.
São Tiago, o Maior, era irmão de João, o Evangelista, e um dos apóstolos mais próximos a Jesus. De acordo com a tradição, após a morte de Jesus o apóstolo chegou à Espanha -por então província do Império Romano- onde iniciou um grande trabalho evangelizador.
Ele, como o recordam os Atos dos Apóstolos, foi o primeiro apóstolo a receber a coroa do martírio, sendo degolado em Jerusalém por ordem de Herodes Agripa até o ano 43. Se diz que seu corpo foi transladado até a Espanha às terras galegas, sendo enterrados em um bosque onde hoje está levantada a Catedral compostelana. (GPE/EPC)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Capa do jornal OEstado Ce