terça-feira, 26 de julho de 2016

Esquerda Socialista anuncia João e Raquel

A Frente de Esquerda Socialista, composta pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB), anuncia nesta terça-feira, dia 26, às 10h, na sede da Associação de Moradores da Comunidade do Alto da Paz, no Serviluz, a pré-candidata que irá compor como vice de João Alfredo a chapa da coligação para a disputa à Prefeitura de Fortaleza deste ano. A indicada pelo PCB é Raquel Lima, militante pelo direito à moradia e ex-moradora do Alto da Paz.

 “Na nossa proposta, Fortaleza não é para o capital imobiliário, para o capital da construção, das empreiteiras. Na nossa proposta, Fortaleza é para as pessoas, e Raquel Lima enquanto uma militante mulher, negra e removida pela ação truculenta da Guarda Municipal de Roberto Cláudio simboliza isso”, afirmou o pré-candidato João Alfredo. A aliança em torno da candidatura da Frente de Esquerda Socialista deverá contar também com a participação de movimentos sociais, organizações políticas e ativistas independentes.

Para Raquel Lima, ser indicada como vice para compor a chapa PSOL e PCB demonstra a força do cotidiano de luta. “Falta muito para as pessoas, elas sentem na pele a falta de direitos. Nós estamos aqui para mostrar o que está se passando com essas pessoas e mostrar que isso pode mudar”, defendeu. Ela é uma das lideranças dos moradores removidos da Comunidade do Alto da Paz, no Vicente Pizón, em fevereiro de 2014, depois de ação truculenta da Guarda Municipal. Até hoje mais de 80 famílias estão sem situação definida junto à Prefeitura. “Nós de esquerda temos que ter bastante garra, levar as pautas para serem discutidas e mostrar que a saída da crise é pela esquerda”, enfatizou.
 
Quem é Raquel?
Raquel Lima Souza tem 37 anos e é filiada ao Partido Comunista Brasileiro (PCB). Nascida na região do Grande Mucuripe, Raquel é ex-moradora e liderança da Comunidade do Alto da Paz, no bairro Vicente Pizón, em que 340 famílias foram removidas pela ação truculenta da Guarda Municipal da gestão de Roberto Cláudio em 20 de fevereiro de 2014. Depois do despejo, passou a organizar a comunidade em defesa do direito à moradia digna e integrar a Unidade Classista, corrente sindical brasileira fundada em 2012.

Raquel tem três filhas e trabalhou como auxiliar de serviços gerais e diarista. Atualmente reside na Comuna 7 de Abril, localizada no Conjunto Cidade Jardim, no José Walter, onde continua militando pela garantia do acesso ao direito à moradia digna e à igualdade no acesso aos bens e serviços públicos.

Serviço:Anúncio da pré-candidata à vice da Frente de Esquerda Socialista à Prefeitura de Fortaleza
Terça-feira, dia 26/07, às 10h
Sede da Associação de Moradores da Comunidade do Alto da Paz
(Rua General Titan, 207 – ao lado do Farol)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre a mesa

É um encontro só para convidados. Não vai haver escolha dos melhores.