sexta-feira, 15 de julho de 2016

Era isso que voces queriam?

Belo Horizonte, 14 de julho de 2016

Ao
Exmo Presidente da República

Cc:      MME
            Exmos Senadores
            Exmos Deputados


Ref.: Descaso da Petrobras com o abastecimento do gás no Brasil

2016 vêm sendo marcado pela desastrosa atuação da Petrobras no mercado nacional. Inicialmente tivemos o conhecimento da proposta de venda de seus ativos, dentre eles, a venda da Liquigás. Sem sequer avaliar o impacto de suas ações, a Petrobrás de forma impulsiva, anunciou e colocou em tramitação, numa pressa injustificável, a venda de um dos seus ativos mais saudável financeiramente – a Liquigás S. A.

A Liquigás foi adquirida pelo Governo Federal como instrumento balizador de mercado. Somente através dela, a Petrobras e o Governo, podem provocar aumentos tanto do preço do gás de cozinha, como de impostos, de maneira que este aumento chegue ao consumidor brasileiro com menor impacto possível. E não como vem ocorrendo, a cada um Real de aumento na Petrobras ou de impostos, o consumidor paga na ponta aproximadamente cinco Reais.

Como se não bastasse às situações apontadas, o setor sofre com uma crise no abastecimento do gás. As regiões sul, sudeste, parte da centro-oeste e nordeste, estão atuando com graves limitações. Em algumas regiões falta o gás para nossas revendas, e em outras, o abastecimento está reduzido a menos da metade.

A ASMIRG-BR tem recebido informações quanto à paralisação de algumas revendas por não ter o produto à venda.
Em resposta, a Petrobrás por meio da imprensa afirma que, “em até sete dias teremos a normalização do abastecimento”, ignorando a população e o setor revenda que vem acumulando prejuízos diários.

A venda da Liquigás deixará o mercado de GLP propício a um monopólio, além do risco de mais de 10 mil desempregos diretos que podem ocorrer da noite para o dia.

A Associação Brasileira dos Revendedores de GLP, ASMIRG-BR, vem ao Exmo Presidente da República e demais autoridades que nos leem em cópia, respeitosamente solicitar uma intervenção no mercado do GLP.

O povo brasileiro não pode ser ignorado, seus direitos como consumidores devem ser preservados e sendo o tradicional gás de cozinha, um produto essencial para sua alimentação, devemos garantir que este produto chegue a todos os lares do povo brasileiro.

Colocamo-nos a disposição para maiores esclarecimentos.


Cordialmente

Alexandre Borjaili
Presidente
Associação Brasileira dos Revendedores de GLP, ASMIRG-BR

Fale com a ASMIRG-BR:
SKYPE: asmirgbr
TWITTER: @asmirg
Facebook: asmirg
Fixo: 55 31 2514-8712
Cel: 55 31 99500-9560 (WhatsApp e Telegram)
www.asmirg.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Evangelho

Sexta-feira, 13 de Outubro de 2017. Santo do dia:  São Venâncio de Tours, abade Cor litúrgica: verde Evangelho do dia: São Lucas 11, 15...