sábado, 2 de julho de 2016

Eita que a turma do RC16 tá que tá

Prefeitura de Fortaleza entrega Ecoponto no bairro Jangurussu e lança Programa de Ciclomonitoramento

A Prefeitura de Fortaleza inaugura, neste sábado (02/07), às 9h, mais um ecoponto, agora no bairro Jangurussu (Regional VI), sendo o 14º equipamento deste tipo na cidade. Na ocasião, também será lançado o novo Programa de Ciclomonitoramento e serão apresentados as bicicletas e os detalhes da iniciativa, que tem o objetivo de orientar e educar a população quanto às práticas adequadas de manutenção e limpeza urbana.

Resultado de uma parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (Acfor) e a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), o Ecoponto do bairro Jangurussu apresenta-se como mais uma opção de local adequado para a população fazer o descarte gratuito de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de pneus, óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros, metais, celulares e aparelhos eletroeletrônicos. Além disso, o equipamento amplia também o benefício do Programa Recicla Fortaleza, que gera desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único pela troca de resíduos recicláveis

Ao todo, a cidade conta agora com 14 ecopontos, distribuídos nos bairros Barra do Ceará, Vila Velha, São João do Tauape, Varjota, Cidade 2000, Bairro de Fátima, Vila Peri, Serrinha, Conjunto Esperança, Conjunto Ceará, José Walter, Edson Queiroz, Cidade dos Funcionários e Jangurussu. Além disso, a população tem mais outra opção para realizar o descarte correto de recicláveis, por meio da primeira franquia social do sistema, localizada na Sociedade Comunitária de Reciclagem de Lixo do Pirambu (Socrelp). Até o final de 2016, a Prefeitura de Fortaleza terá implantado um total de 25 ecopontos na cidade, com estruturas qualificadas para o descarte seletivo de volumosos, ampliando ainda mais as possibilidades de reciclagem na cidade.

Com o ineditismo dos ecopontos, a Prefeitura de Fortaleza vem incentivando cada vez mais o descarte seletivo de resíduos sólidos e proporcionando um comportamento cada vez mais sustentável. Desde o dia 28 de novembro de 2015, quando foi entregue o primeiro ecoponto no Bairro de Fátima (Regional IV), até 31 de maio de 2016, foram recebidas cerca de 668 toneladas de materiais. Nessa conta, as pequenas proporções de entulho de obras domiciliares somaram aproximadamente 589 toneladas, enquanto que os materiais recicláveis, ou seja, plástico, vidro, metal, papel e papelão foram responsáveis por cerca de 79,3 toneladas. Isso quer dizer que a média de material reciclável recebido nos ecopontos, mensurada em apenas seis meses em onze ecopontos até aquela data, é de cerca de 13,2 toneladas por mês. Além disso, os restos de poda somaram um volume total de cerca de 3.040 m3 e o total coletado de óleo de cozinha foi de 1.164 litros em todos os ecopontos naquele período.

Os ecopontos contam com caçambas para coleta e estrutura administrativa de trabalho para as equipes de limpeza urbana, fiscalização e monitoramento. Todos os ecopontos funcionam de segunda-feira a sábado, sempre de 8h às 12h e de 14h às 17h. Para atender à população, há em todos os ecopontos um funcionário da Ecofor Ambiental, concessionária da Prefeitura de Fortaleza, responsável pela gestão de resíduos sólidos urbanos, transmitindo orientações e recebendo o material. Um outro funcionário atesta a quantidade de resíduos depositados em cada contêiner dos ecopontos.

Programa de Ciclomonitoramento
A partir de agora, com o novo Programa de Ciclomonitoramento, equipes compostas por 50 agentes diurnos e 10 noturnos utilizando bicicletas irão orientar, educar e monitorar a população sobre as práticas adequadas de manutenção e limpeza urbana, divididos em zonas de monitoramento próximas aos Ecopontos, onde haverá um supervisor regional. A iniciativa educativa é resultado de parceria entre SCSP, ACFOR e a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis).

O objetivo do programa é inibir a destinação irregular de resíduos, promover a educação ambiental da população e informar aos órgãos competentes das irregularidades encontradas. Por exemplo, quando o agente fiscalizador encontrar um cidadão descartando o lixo de maneira incorreta, o cidadão será informado e direcionado para onde deve fazer o descarte daquele material. Isso representa a ampliação da presença do poder público nas ruas, por meio do atendimento e abordagem direta à população.

Recicla Fortaleza
É nos Ecopontos onde a população pode ter acesso ao benefício do programa Recicla Fortaleza, que dá desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único pela troca de resíduos recicláveis. Numa etapa posterior, os créditos também poderão ser utilizados na conta de água.

O programa foi lançado em 30 de abril de 2016 e, em dois meses de funcionamento, já ultrapassou os 1.249 cadastrados no primeiro mês e hoje já são 2.807 pessoas com cadastro recebendo os benefícios, ou seja, mais que dobrou o número de novos cadastros. Isso resultou na ampliação da bonificação gerada pelo Recicla Fortaleza, que, no primeiro mês, gerou R$ 6.945,26 em desconto na conta de energia e, ao final do mês de junho, gerou um benefício total de R$ 15.256,27 na conta de energia e no Bilhete Único, totalizando um valor geral de R$ 22.201,53 e evidenciando um crescimento de 117% no benefício gerado. Isso é resultado da destinação de cerca de 115,3 toneladas de material reciclável aos ecopontos dentro do programa Recicla Fortaleza.

Para ter acesso aos benefícios, é simples. Basta que o fortalezense procure um dos ecopontos mais próximos, levando a conta da Coelce ou o Bilhete Único, para fazer o cadastro e receber o cartão Recicla Fortaleza. Daí, é separar os resíduos recicláveis e levá-los até o ecoponto para pesagem, lembrando de armazená-los sem sobra de alimentos ou produtos para não atrair insetos e gerar mau cheiro. No Ecoponto, o cidadão confere a tabela de valores dos resíduos recicláveis, pois o crédito será calculado de acordo o peso e os tipos de materiais, levando em consideração o mercado.

Com a iniciativa, resultado de parceria entre a Prefeitura de Fortaleza, a Companhia Energética do Ceará (Coelce) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), é proporcionado um comportamento sustentável com relação ao descarte de resíduos, passando de uma gestão corretiva, baseada na simples realização de coleta dos materiais irregularmente dispostos nas vias e logradouros públicos, os chamados pontos de lixo, para uma gestão preventiva e educativa, fundamentada no oferecimento de serviços adequados às necessidades da população.

Materiais que geram crédito no Recicla Fortaleza
Os materiais que vão gerar crédito na conta de energia são vidro, metal, papel, plástico e outros, como na divisão abaixo:

Vidro
- Embalagens de vidro, café solúvel e maionese, e garrafas de cerveja, refrigerantes e aguardente.

Metal (Exceto Cobre)
- Ferros em geral, parafusos, latas de cerveja e refrigerantes, aço inox, antimônio, baterias de carro e moto, chumbo e bronze.

Papel
- Papelão, jornais, livros, cadernos, papel branco e papel misto.

Plástico
- Garrafas de refrigerantes (PET), filme, PVC, mangueira, sacolas, embalagens de água sanitária, margarina e detergente.

Outros
- Óleo de cozinha e embalagens Tetrapak (leite, sucos e achocolatados).

Serviço
Inauguração do Ecoponto Jangurussu e lançamento do Programa de Ciclomonitoramento
Data: 02 de julho de 2016 (sábado)
Local: Avenida Castelo de Castro com Rua Gergelim – Jangurussu
Horário: 9h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Evangelho

Sexta-feira, 13 de Outubro de 2017. Santo do dia:  São Venâncio de Tours, abade Cor litúrgica: verde Evangelho do dia: São Lucas 11, 15...