sexta-feira, 29 de julho de 2016

Coluna do blog




Terror contra o terror pode ser inútil
Antes isso que nada. Acompanho patrioticamente as medidas que garantirão a segurança da Olimpíada. Não sou perito no assunto, mas tenho algumas dúvidas. Milhões de homens e de armas nem sempre impedem o terror. O furo foi sempre mais em cima ou mais em baixo.  Escrevi sobre isso esta semana. Ontem, lendo o Heitor Cony, vi que nossas preocupações também esquentam as orelhas do grande mestre que lembra fatos históricos de guerras e terror.  Erostrato botou fogo no templo de Artemis e agiu sozinho porque queria o nome na história. Em Sarajevo, em 28 de junho de 1914, o estudante Gavrilo Princip, nascido na Bósnia, durante um desfile militar, matou com um único tiro o arquiduque austríaco Francisco Ferdinando. Um atentado local, por motivos locais, deu início à Primeira Guerra Mundial, até então a mais terrível e sangrenta da história. Caso mais recente e que continua pouco explicado foi o assassinato de John F. Kennedy. Oficialmente, foi um único atirador (Lee Oswald) que estraçalhou, a distância, a cabeça do presidente dos Estados Unidos. Muitas teses e hipóteses continuam sendo feitas para explicar como um único homem poderia cometer um atentado que abalou o mundo. Falaram na máfia, em Cuba, no comunismo internacional e até mesmo num caso de amor com Marilyn Monroe. Mas a versão de um único assassino até hoje prevalece.  Poderia citar muitos outros casos em que o indivíduo, isoladamente, por motivos os mais variados (religiosos, ideológicos ou pessoais), pratica o terror de forma radical, apesar dos esquemas preparados tecnicamente para impedi-lo. Com isso, não estou insinuando que um país ou um regime desprezem as regras, sofisticadas ou não, que podem e devem ser cada vez mais eficientes. E sempre há um erro grosseiro para neutralizar qualquer ato contra o terror. No caso do World Trade Center, os próprios órgãos de segurança (CIA e FBI) foram avisados da iminência do maior ato terrorista da história.

A frase: “A tarefa de viver é dura, mas fascinante”. Ariano Suassuna.



Quem tem amigo assim...(Nota da foto)
“Grampos amigos”, estariam levando o interino, Michel Temer (PMDB) ao medo de  que tenha sido gravado por Eduardo Cunha, amigo e correligionário, ex-presidente da Câmara Federal, após o deputado peemedebista ter dito que ficará “conhecido por derrubar dois presidentes do Brasil”, segundo informação da revista Veja, na semana. Para a revista,(acredita quem quer) a gravação teria ocorrido às vésperas da decisão do Senado sobre o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.

Dito por tucano
É, vai ser Roberto Claudio no primeiro turno. Ainda indaguei se não daria segundo turno e com quem. A tucanagem nem titubeou: Tem,não. Só sei quem chega em 4º.E foi ouvir aulas de social-democracia.

Foi assim
Termos do press release recebido pela coluna por e.mail enviado pelo Psol: “RELEASE | PSOL lança pré-candidatos LGBTs com a presença de Jean Wyllys, na sexta, dia 29.Eita!! É hoje!

Agora vai
O Instituto Teotônio Vilela, do PSDB, ministrou aulas sobre Social-democracia, Legislação Eleitoral, Comunicação e Marketing na Campanha Municipal e Redes Sociais.

No ataque
Antes a bandidagem atirava na Polícia quando era confrontada nalguma operação.Agora grupos se reúnem para atacar a Polícia.

Na Ibiapaba
Em Ubajara, nas proximidades do posto da Polícia Rodoviária Estadual seis homens armados, em motos, atacaram os policiais como quem diz: É nóis!!! Vai ficar assim?

Apertou
Ei, turma; os itens proibidos em bagagem de mão pra entrar no avião foram acrescidos de spray contra mosquito e baladeira. Juro! Tá lá: Proibido funda e estilingue.

Invasão
Um belo prédio pertencente à Arquidiocese de Fortaleza foi invadido por supostos sem teto. Fica em meia quadra na esquina das ruas Visconde de Saboia e Coronel Ferraz. Nobreza abandonada.

Espera
Decisões importantes de acordos e arrumações políticas estão aguardando as voltas de Tasso Ribeiro e Eunício Oliveira dos Estados Unidos onde curtem o recesso.

Entram com o astral
Apostas há que esperam deles as palavras de caciques, porque dindim mesmo, que é bom, não vão botar em candidaturas. Nem podem nem são gastadores do próprio bolso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Congresso de urologia vai ser aqui

Evento discute inovações para tratar doenças urológicas Discutir inovações no diagnóstico e tratamento de doenças urológi...