quarta-feira, 27 de julho de 2016

Assentamentos rurais mandam sub 20 para Fortaleza

Jovens do campo do Sertão Central participam de programação em Fortaleza até sábado (30)

O Núcleo Tramas, vinculado ao Departamento de Saúde Comunitária da Universidade Federal do Ceará, trouxe a Fortaleza um grupo de 34 jovens moradores do campo para a realização da última etapa do projeto Meio Ambiente, Saúde, Comunicação e Cultura – Transformações Territoriais e a Juventude no Sertão Central Cearense, que visa ao fortalecimento da juventude rural. O último módulo do projeto começou no último dia 22 e segue até o próximo sábado (30).

Esta terça-feira (26) foi dia de os jovens das comunidades e assentamentos rurais conhecerem o Centro Urbano de Arte e Cultura (Cuca) da Barra do Ceará. Na quarta-feira (27), eles visitam o bairro de preservação ambiental da Sabiaguaba. Ao longo desta semana, participarão também de debates, atividades culturais, oficinas de comunicação e diálogos com coletivos de jovens de Fortaleza.

No último sábado (23), a juventude participou da Feira Agroecológica do Benfica. Eles levaram produtos oriundos da agricultura familiar, tais como mel de jandaíra, raízes, legumes, frutas e verduras, além de produtos artesanais. O objetivo da participação na feira não foi o lucro, mas a possibilidade de interação e troca de saberes e experiências com os outros produtores.

No mesmo sábado, os jovens visitaram o Theatro José de Alencar, onde assistiram ao show "Canto Torto – 40 anos do disco Alucinação, de Belchior", uma atividade construída por meio de parceria entre o Núcleo Tramas, a Secretaria da Cultura do Estado (Secult) e a Banda Trovador Eletrônico. Além da oportunidade de conhecer ou revisitar o Theatro, os jovens tiveram momentos de descontração ao som de clássicos como Apenas um rapaz latino-americano, Como nossos pais, dentre outros.

SOBRE O PROJETO – O projeto Meio Ambiente, Saúde, Comunicação e Cultura – Transformações Territoriais e a Juventude no Sertão Central Cearense integra as ações do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera). O projeto visa ao fortalecimento da juventude rural através de oficinas, debates, vivências e encontros que abordam as temáticas de Comunicação e Direitos Humanos, Arte e Cultura, Saúde, Trabalho, Meio Ambiente e Agroecologia.

Atualmente, o projeto inclui 34 jovens de oito comunidades e assentamentos dos municípios de Canindé, Itatira e Santa Quitéria. O módulo que está sendo realizado em Fortaleza é o terceiro e último; os outros dois foram realizados nas comunidades de Todos os Santos (Canindé) e Riacho das Pedras (Santa Quitéria).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contas fechadas

Bolsa Família: fila de espera é zerada no Ceará Em agosto, 52,2 mil famílias começam a receber o benefício Brasília – A fila de espera...