quinta-feira, 30 de junho de 2016

Coluna do blog




Prefeitos exigem a parte deles
O interino anunciou  que o governo federal concordou em suspender até o fim de 2016 o pagamento das parcelas mensais de dívidas dos estados com a União e alongar as dívidas estaduais por mais 20 anos. Entre os principais pontos do acordo, estão:Alongamento do prazo das dívidas dos estados com a União por mais 20 anos;Suspensão do pagamento das parcelas mensais da dívida até o fim de 2016;Cobrança a partir de janeiro de 2017 de 5,55% do valor total da parcela, com aumento gradual de 5,55 pontos percentuais por 18 meses, até atingir em 100% o valor da parcela original; Alongamento por 10 anos, com 4 anos de carência, de cinco linhas de crédito do BNDES; Pagamento da parcela cheia pelos estados a partir de meados de 2018;Inclusão dos estados na proposta enviada pelo governo ao Congresso sobre teto dos gastos públicos. Segundo o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, os estados deixarão de pagar cerca de R$ 50 bilhões ao governo federal até 2018 pela renegociação de suas dívidas, sendo R$ 20 bilhões só em 2016. Em  documento, a FNP-Frente Nacional de Prefeitos,  destaca sua ampla participação na renegociação das dívidas dos municípios com a União, realizando diversas reuniões nas esferas dos Poderes Executivo e Legislativo federais. No entanto, não houve entendimento adequado que atendesse às necessidades de restabelecimento do equilíbrio financeiro e fiscal dos municípios brasileiros. A FNP tem reiteradamente sublinhado a necessidade de inclusão dos municípios nas negociações das dívidas dos estados com a União, conforme ofícios endereçados ao ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Geddel Vieira, no dia 24 de maio, e ao próprio Temer, no dia 7 de junho.

A frase: “...não passa por nossa cabeça”. Heitor Ferrer, sobre desistir da candidatura, o que não lhe foi perguntado.


A praça (Nota da foto)
Hoje, Paes de Andrade vira estátua de bronze em sua terra natal, a Mombaça. Poucos homens públicos deixaram no Ceará a marca das mãos limpas, o esteio de obras que legou ao Ceará e ao Brasil. Pena que tenha tido tão poucos seguidores, inclusive nalguns segmentos que bem poderiam fazer dele um espelho de moralidade, honradez, dignidade e serenidade.

Busto
A primeira homenagem a Ivens Dias Branco, a ser feita pelo Município, seria um busto dele na nova Praça Portugal. É o que pensa a RC16, desde que a família aprove.

Hora agá
Alexandre Ferreira, prefeito de Acarau, aproveita que hoje é ultimo dia pra entregar obras ao povo. A inauguração da nova rodoviária da sede do Município vai esperar agenda de Camilo.

Coisas esquisitas
Foi a maior gritaria com o anuncio do UBER e o 99corporativo? Tem gente com placa de taxi fazendo UBER.

Caça-fantasma
A Polícia Federal deflagrou, em conjunto com a Controladoria-Geral da União,  na semana, a Operação Boca Livre. O alvo da ação são fraudes na Lei Rouanet.

Exageraram
As investigações constataram que eventos corporativos, shows com artistas famosos em festas privadas para grandes empresas, e livros institucionais.

Dizem que...
...até mesmo uma festa de casamento foram custeados com recursos de natureza pública, obtidos por meio da Lei Rouanet. Aí queriam esculhambar, né.

Papo de artistagem
O interino chegou em casa, vindo duma festa de São João e encontrou na porta, fora da agenda, o tal do Eduardo Cunha. Bem educado, mandou o coisa entrar.

Leriado
O Interino mandou dizer que receber atendendo a pedidos e que os assuntos tratados foram a conjuntura política nacional.

Continua mentindo
O tal do Chicuncunha negou que houvesse ido conversa com o Interino e que se preciso falaria com ele a qualquer hora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Será que vale?

”Defesa de Lula envia a Moro recibos de aluguel pedidos pelo juiz” -   A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva encaminhou nes...